1. Fiocruz convida para seminário internacional sobre paisagem sonora

    O Projeto Ruído (Programa Fiocruz Saudável) e o Programa de Pós-Graduação em Arquitetura da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Proarq/UFRJ) promovem, nos dias 28 e 29 de novembro, o Seminário Internacional Paisagem Sonora: escutas e representações. O evento será composto por uma palestra internacional (via Skype), três mesas temáticas e duas oficinas e será sediado nas duas instituições.

  2. 'Saúde é Meu Lugar': evento apresentará mostra de vivências nos territórios

    Um grande público, um palco simples e o trabalho na saúde em destaque: assim vai ser a mostra de vivências nos territórios Saúde É Meu Lugar - Narrativas 2018, marcada para o dia 26 de novembro, na Tenda da CiênciaA mostra marca o encerramento do primeiro ciclo do projeto Saúde É Meu Lugar, que nos últimos dois anos promoveu 30 mostras presenciais envolvendo mais de 4 mil pessoas em todo o país, além de manter uma mostra online que conta atualmente com cerca de 1,5 mil experiências inscritas.

  3. 'Saúde é Meu Lugar': evento apresentará mostra de vivências nos territórios

    Um grande público, um palco simples e o trabalho na saúde em destaque: assim vai ser a mostra de vivências nos territórios Saúde É Meu Lugar - Narrativas 2018, marcada para o dia 26 de novembro, na Tenda da CiênciaA mostra marca o encerramento do primeiro ciclo do projeto Saúde É Meu Lugar, que nos últimos dois anos promoveu 30 mostras presenciais envolvendo mais de 4 mil pessoas em todo o país, além de manter uma mostra online que conta atualmente com cerca de 1,5 mil experiências inscritas.

  4. Febre amarela: risco se aproxima e Ministério alerta para a vacinação

    A população que mora em áreas recomendadas para a vacina da febre amarela deve buscar a vacinação antes do início do verão, período de maior risco de transmissão da doença. O alerta do Ministério da Saúde se dá porque áreas recém-afetadas e com grande contingente populacional, como as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, Minas Gerias e São Paulo, ainda possuem um quantitativo elevado de pessoas não vacinadas, ou seja, que estão sob risco de adoecer. A doença tem alta letalidade, em torno de 40%, o que torna a situação mais grave.

  5. Ministério da Saúde atualiza casos de sarampo

    O Ministério da Saúde atualizou, na quarta-feira (31/10), as informações repassadas pelas secretarias estaduais de saúde sobre a situação do sarampo no país. Até o dia 29 de outubro, foram confirmados 2.564 casos. Atualmente, o país enfrenta dois surtos de sarampo: no Amazonas são 2.126 casos confirmados e 7.611 em investigação, e em Roraima, são 345 casos confirmados e 50 em investigação.

  6. Países de todo o mundo assinam Declaração de Astana, que traça caminho para alcançar cobertura universal de saúde

    Países de todo o mundo assinaram na quinta-feira, 25 de outubro de 2018, a Declaração de Astana, prometendo fortalecer seus sistemas de atenção primária de saúde como um passo essencial para alcançar a cobertura universal de saúde. O documento reafirma a histórica Declaração de Alma-Ata de 1978 - primeira vez que líderes mundiais se comprometeram com o tema.