1. Faperj anuncia liberação de R$30 milhões para pesquisa sobre Covid-19

    A Faperj anunciou o lançamento de chamada emergencial destinada apoiar a pesquisa de Covid-19. A iniciativa é uma parceria da Secretaria de Estado da Saúde (SES) com a Fundação. Poderão participar instituições de Ensino, Pesquisa no Estado do Rio de Janeiro, startups e micro, pequenas e médias empresas. Intitulada Ação Emergencial Projetos para Combater os Efeitos da Covid-19 – Parceria Faperj/SES – 2020, a iniciativa lança simultaneamente (no mesmo documento), três chamadas: Apoio à Rede de Pesquisa em Vírus Emergentes e Reemergentes (Chamada A); Apoio a Projetos já concedidos e contratados em Editais da Faperj (Chamada B): e Apoio a Projetos em rede a serem financiados com recursos da Faperj em parceria com a SES (Chamada C). No total, serão disponibilizados R$30 milhões para os projetos aprovados.

  2. DataSUS lança plataforma de monitoramento dos casos de Covid-19

    O DataSUS, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde, lançou uma plataforma na qual é possível ficar informado sobre os casos de coronavírus em todo o Brasil. No site é possível checar a quantidade de casos confirmados, número de óbitos, taxa de letalidade, casos por região, dia, estado, semana epidemiológica e acumulados.

  3. Iniciativas de comunicação e movimentos sociais informam população das favelas e periferia sobre Covid-19

    Movimentos sociais publicam materiais informativos e se organizam para orientar e ajudar população mais vulnerável. Avanço do vírus nas favelas cariocas já preocupa especialistas. Campanhas e materiais didáticos voltados a esse público coemçam a ser desenvolvidos, e participação da comunidade é importante para abordagem comunicacional mais eficaz, dizem especialistas. 

  4. Iniciativas de comunicação e movimentos sociais informam população das favelas e periferia sobre Covid-19

    Movimentos sociais publicam materiais informativos e se organizam para orientar e ajudar população mais vulnerável. Avanço do vírus nas favelas cariocas já preocupa especialistas. Campanhas e materiais didáticos voltados a esse público coemçam a ser desenvolvidos, e participação da comunidade é importante para abordagem comunicacional mais eficaz, dizem especialistas. 

  5. Iniciativas de comunicação e movimentos sociais informam população das favelas e periferia sobre Covid-19

    Movimentos sociais publicam materiais informativos e se organizam para orientar e ajudar população mais vulnerável. Avanço do vírus nas favelas cariocas já preocupa especialistas. Campanhas e materiais didáticos voltados a esse público coemçam a ser desenvolvidos, e participação da comunidade é importante para abordagem comunicacional mais eficaz, dizem especialistas. 

  6. Sala de Convidados debate Coronavírus na Favela

    Falta de saneamento, custo dos produtos de higiene e impossibilidade de trabalhar de casa – seja pela falta de liberação dos empregadores ou pela informalidade do trabalho – são fatores que não permitem moradores de favelas acatarem orientações das autoridades quanto à higiene pessoal e ao isolamento social. Trata-se de um grupo com pouco ou nenhum acesso aos métodos de prevenção para se proteger da contaminação pelo SARS-CoV-2, como passou a ser chamado o novo coronavírus. O tema será debatido no Sala de Convidados, nesta quinta-feira (26), das 11h às 12h, no Canal Saúde.

  7. Coletivo de ativistas em TB do RJ divulgam nota

    O coletivo de Ativistas Cariocas e Fluminenses que trabalham no enfrentamento da tuberculose (TB) no Rio de Janeiro divulgou uma carta, cujo objetivo é chamar atenção das instituições competentes sobre o grave contexto que vivemos e demandar respostas em âmbito municipal, estadual e nacional e internacional sobre o desmonte estrutural do SUS; a longa indisponibilidade (parcial) do teste tuberculínico (PPD); a ausência de diagnóstico pela urina; bem como a falta de priorização do tratamento preventivo da TB para pacientes HIV+ como instrumento preventivo eficaz; a indisponibilidade da rifampicina 300mg, em cápsulas, e de 20mg/mL, suspensão oral está afetando o tratamento de adultos e crianças com TB no país, entre outros. Confira a carta.