1. 60ª AMS: Celso Amorim defende licenciamento compulsório do Efavirenz

    O ministro das Relações Exteriores do Brasil, embaixador Celso Amorim, defendeu o licenciamento compulsório do medicamento anti-retroviral Efavirenz nesta terça-feira (15/05), na abertura da 60ª Assembléia Mundial de Saúde, em Genebra, na Suíça. O decreto de licença compulsória do medicamento foi assinado pelo presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva no último dia 4 de maio, em cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília.

  2. Conass lança site sobre seminários Violência: uma epidemia silenciosa

    Com apoio de diversas entidades internacionais e nacionais Organização das Nações Unidas (Unesco), Organização Pan-americana de Saúde (Opas), Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (Unifem), Organização Mundial de Saúde (OMS) e Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNDOC), Ministério da Saúde e Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) está realizando seis cinco regionais e um nacional sobre violência e saúde.

  3. Ministério da Saúde discute programa De volta para casa

    O seminário que está sendo realizado, em Brasília, nestas terça e quarta-feira (8 e 9 de maio), faz um balanço do Programa De volta para casa, tido como símbolo da mudança do modelo de atenção em saúde mental no Brasil. Instituído em 2003 pela Lei Federal nº 10.708, o Programa garante auxílio-reabilitação psicossocial para assistência, acompanhamento e integração social fora da unidade hospitalar, aos portadores de transtornos mentais e egressos de longas internações psiquiátricas. Iniciado em dezembro de 2003 com 206 beneficiários, o Programa chegou ao final do mês de abril, deste ano, com 2.622 beneficiários. São atendidos pelo Programa os pacientes que tenham mais de dois anos ininterruptos de internação em hospitais psiquiátricos.

  4. Programa Sala de Convidados discute PAC da Saúde

    Na próxima segunda-feira (28/01), das 12h05 às 14h, o programa Sala de Convidados (Canal Saúde/Fiocruz), em sua primeira edição de 2008, reúne o ministro José Gomes Temporão, Helvécio Miranda Magalhães, Sônia Fleury e Vander Geraldo. Os convidados discutirão o PAC da Saúde e suas perspectivas, abrindo espaço para gestores, usuários e representantes do movimento sanitário esclarecerem dúvidas.

  5. Saúde investe quase R$ 10 mi na Amazônia e no Pantanal

    O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, e o comandante da Marinha do Brasil, Júlio Soares de Moura Neto, assinaram, nesta quarta-feira (3), convênios para o investimento de R$ 6,4 milhões na saúde pública da Região Amazônica. A parceria prevê a aquisição de equipamentos e material permanente para a manutenção e melhorias técnicas de três navios, aeronaves e instalações da Marinha que prestam assistência hospitalar às populações ribeirinhas.

  6. Ex-diretor da ENSP assume Secretaria Executiva da Unitaid

    O ex-diretor da ENSP/Fiocruz (2001 a 2004) e pesquisador do Departamento de Ciências Biológicas (DCB/ENSP), Jorge Antonio Zepeda Bermudez, assume na segunda-feira (02/07), em Genebra, a Secretaria Executiva da Unitaid um fundo internacional para a compra de medicamentos, criado em 2006, por iniciativa do Brasil, Chile, França, Noruega e Reino Unido. Para Bermudez, o desempenho da nova função representa a oportunidade de estender a outros países a experiência acumulada no Brasil: Será possível levar para outras regiões carentes muito do que aprendemos com o SUS, até porque são os países menos desenvolvidos da África e da Ásia que mais concretamente já recebem e continuarão a receber o apoio de Unitaid.

  7. OMS alerta para aumento do risco de epidemias globais

    Doenças infecciosas estão se propagando mais depressa do que nunca, de acordo com o relatório anual da Organização Mundial da saúde (OMS). Com cerca de 2,1 bilhões de pessoas viajando de avião todos os anos, há grande risco de surgimento de outras grandes epidemias como Aids, Sars ou febre de Ebola. A OMS pede mais esforços para combater surtos de doenças e que sejam compartilhados dados sobre vírus para ajudar a desenvolver vacinas.

  8. 1º Concurso de Desenho para Pessoas com Doença Falciforme

    O Ministério da Saúde e a Federação Nacional das Associações de Doença Falciforme (Fenafal) promovem concurso para selecionar os melhores desenhos feitos por pessoas portadoras dessa patologia, que atinge, a cada ano, 3.500 nascidas vivas no Brasil. Esta é a primeira vez que o concurso é promovido. Os 12 melhores desenhos ilustrarão o calendário de 2009 da Coordenação da Política Nacional de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde.