1. Novos estudos mostram avanços na prevenção de infecções do HIV, anuncia Unaids

    Estudos clínicos usando remédios antivirais preventivos mostraram uma alta eficácia na redução de casos de infecção do vírus HIV entre homens que fazem sexo com homens. O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (Unaids) parabenizou, na quarta-feira (25/2), o anúncio dos resultados, apresentados na Conferência sobre Retrovírus e Infecções Oportunistas, em Seattle, nos Estados Unidos. O estudo, realizado no Reino Unido, envolvendo 500 homens que fazem sexo com outros homens e com alto risco de infecção, descobriu que aqueles que tomavam uma pílula de tenofovir e emtricitabine eram 86% menos propícios a contraírem o HIV do que os que não participavam do estudo. Os mesmos resultados foram obtidos na França e Canadá, onde os participantes tomaram quatro pílulas, duas antes e duas depois do ato sexual.

  2. Comissões acompanharão alerta da Abrasco sobre mosquitos transgênicos

    As comissões de Direito Ambiental (CDA) e de Bioética e Biodireito (CBB) da OAB/RJ receberam, na última semana, membros da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), que recentemente se manifestaram criticamente à forma como a Coordenação-Geral da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) aprovou a produção de mosquitos geneticamente modificados para o combate ao Aedes Aegypti , inseto transmissor do vírus da dengue. Na reunião, os pesquisadores Hermano Castro, diretor da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz); Lia Giraldo da Silva Augusto, professora na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); e Carlos dos Santos Silva, que é secretário executivo da Abrasco, relataram estar sofrendo pressão da empresa Oxitec, que produz os mosquitos, em razão de uma nota técnica que a associação teria soltado sobre a questão.

  3. Ministério divulga ação em aplicativo de relacionamento para prevenção à aids

    Com o objetivo de chamar a atenção para a importância do uso do preservativo, o Ministério da Saúde divulgou na segunda-feira (9/2) ação de prevenção contra aids nos aplicativos de celular Tinder e Hornet. A estratégia, que tem como público-alvo os jovens, a população gay e HSH (homens que fazem sexo com homens), foi anunciada nesta segunda-feira pelo ministro da Saúde, Arthur Chioro, durante a divulgação da Campanha de Prevenção às DST e Aids do Carnaval 2015, no Rio de Janeiro. Também foram apresentados os resultados regionais da Pesquisa de Conhecimentos, Atitudes e Práticas na População Brasileira (PCAP).

  4. Sala de Convidados debate as Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo

    O Sala de Convidados debate as Parcerias de Desenvolvimento Produtivo (PDP) na terça-feira (3/2), ao vivo, às 11h, no Canal Saúde. As PDP são parcerias desenvolvidas pelo Ministério da Saúde para o setor da saúde e indústria, que visam estimular a produção nacional de medicamentos e vacinas. A pasta tem uma série de acordos com instituições públicas e privadas com o objetivo de produzir medicamentos, equipamentos e materiais estratégicos para o Sistema Único de Saúde (SUS).

  5. Centro de Saúde da ENSP inicia encontros do Grupo Antitabagismo

    Na quarta-feira (7/1) ocorreu o primeiro encontro de 2015 do Grupo Antitabagismo na Gaiola do Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria, oferecendo tratamento para o problema a partir do que é preconizado pelo SUS. A atividade faz parte do programa Ambientes Livres de Tabaco da ENSP. As próximas reuniões acontecerão nos dias 4 de fevereiro e 4 de março, respectivamente. Veja como participar.

  6. Convocada a 15ª Conferência Nacional de Saúde para o ano de 2015

    O ministro da Saúde Arthur Chioro anunciou, no dia 15 de dezembro, a assinatura do Decreto da presidenta Dilma Rousseff, convocando a 15ª Conferência Nacional de Saúde para o ano de 2015. O anúncio foi durante a 4ª Conferência Nacional de Saúde do Trabalhador (a), que aconteceu no mesmo mês, em Brasília. A Conferência Nacional de Saúde terá como tema Saúde Pública de qualidade para cuidar bem das pessoas e como eixo: ‘Direito do povo brasileiro’.

  7. A agenda da saúde em 2015: financiamento e força de trabalho em foco

    Quais temas vão dominar a agenda dos debates públicos no campo da saúde em 2015? E, por outro lado, quais questões deveriam ser debatidas, mas provavelmente vão permanecer envoltas em silêncio? O ano que começa em poucos dias já desponta como arena para a discussão de pontos importantes - e polêmicos - para a saúde. Em novembro, acontece a 15ª Conferência Nacional de Saúde, espaço primordial para os debates sobre os rumos do SUS, que nesta edição tem como tema “Saúde pública de qualidade para cuidar bem das pessoas: direito do povo brasileiro”. Além disso, o financiamento para a saúde, um gargalo cada vez mais premente, promete ser um tema dominante. Um desafio diretamente ligado à sustentabilidade do SUS e à sua capacidade de promover, de fato, o direito à saúde.

  8. Galeria de fotos dos 25 anos do Claves/ENSP

    No dia 15 de dezembro, o Centro Latino-Americano de Estudos de Violência e Saúde Jorge Careli (Claves/ENSP/Fiocruz) completou 25 anos. A cerimônia teve presença do presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, da coordenadora  Científica do Claves, Cecília Minayo, do vice-diretor Frederico Peres, além de diversos pesquisadores do Núcleo e dos demais departamentos da Escola Nacional de Saúde Pública. Confira, abaixo, a galeria de fotos em homenagem ao vigésimo quinto aniversário do Centro.

  9. Feira Agroecológica estimula troca de saberes sobre agricultura

    Como parte das atividades comemorativas do encerramento do ano letivo na ENSP, foi realizada pela segunda vez, a Feira Agroecológica Saberes e Sabores, que ofereceu alimentos saudáveis, produtos da roça e da agricultura urbana. A atividade teve como objetivo a troca de saberes sobre agricultura agroecológica e orgânica. A feira, realizada no dia 10 de dezembro, contou com a participação da Associação Terrapia, que ofertou produtos da chamada alimentação viva, além da exposição de produtores independentes que trouxeram para a ENSP diversos tipos de alimentos orgânicos.

  10. Tuberculose: encontro reúne bases para um plano global 2016-2020

    Pesquisadores, técnicos e representantes da sociedade civil de oito grupos de países, entre eles o Brasil, bem como especialistas da OMS e do Fundo Global de Combate à Aids, Tuberculose e Malária, reuniram-se para estabelecer as bases para um ambicioso Plano Global para Stop TB 2016-2020. Os participantes estão levantando os dados nacionais de TB para desenvolver cenários de aumento de escala para oito configurações de doenças e sistemas de saúde diferentes. Este workshop de três dias servirá de base para a avaliação do impacto potencial e dos custos necessários para cumprir as etapas de 2020 para a Estratégia StopTB.