1. Rio sedia 1º Fórum Médico Franco-Brasileiro

    O Rio sedia dias 24 e 25 de abril, o 1º Fórum Médico Franco-Brasileiro da Fondation de L'Académie de Médecine, instituição voltada para a promoção da medicina francesa no exterior, fomentar parcerias e difundir conhecimento médico. O evento, na Academia Nacional de Medicina (ANM), é uma realização conjunta  das academias de medicina do Brasil e da França. Durante dois dias, renomados especialistas médicos dos dois países vão apresentar estudos e debater temas relacionados à Obesidade, Medicina Robótica e Adolescência em um Mundo em Mutação.

  2. Nova política garante atendimento pelo SUS a presos no Brasil

    Planejar ações que garantam o direito à saúde para todas as pessoas do sistema prisional. Esse foi o objetivo da reunião entre especialistas em saúde pública, no dia 9 de abril, em São Paulo, quando debateram ações integradas em DST/aids para detentos no Estado de São Paulo. Segundo o coordenador de Saúde no Sistema Prisional, Vitor Eloy, há cerca de 550 mil presos no Brasil, sendo 40% em São Paulo.

  3. Atenção Básica: orçamento dobrou nos últimos quatro anos

    Entre 2010 e 2014, o Ministério da Saúde ampliou em 105% os recursos destinados para assistência em atenção básica no Sistema Único de Saúde, passando de R$ 9,7 bilhões para R$ 18,1 bilhões. Porta de entrada no SUS, cerca de 80% dos problemas de saúde podem ser resolvidos na Atenção Básica, evitando parte importante das internações hospitalares e resolvendo os problemas de saúde perto de onde as pessoas vivem ou trabalham.

  4. SUS disponibiliza mais de 300 milhões de doses anuais de vacinas

    Em 40 anos de existência, o Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde tornou o Brasil um dos países que oferece o maior número de vacinas à população. Atualmente, o SUS disponibiliza todos os anos mais de 300 milhões de doses para a prevenção e tratamento de doenças. Ao todo, são 25 tipos de vacinas oferecidas na rede pública de saúde.

  5. Inca solicita doação de sangue para o feriado prolongado de abril

    O Serviço de Hemoterapia do Instituto Nacional do Câncer (Inca)  faz um apelo à população para doar sangue e plaquetas para abastecer o estoque que atende aos pacientes de suas cinco unidades hospitalares. Em feriados prolongados costuma haver diminuição de até 50% nos estoques, devido ao baixo comparecimento por parte de doadores. Este mês haverá um longo feriado por ocasião de três datas festivas: Semana Santa, Tiradentes e São Jorge.

  6. Fundação Bill & Melinda Gates seleciona projetos inovadores

    A 13ª edição do programa Grand Challenges Explorations, da Fundação Bill & Melinda Gates, está com inscrições abertas até o dia 6 de maio para projetos inovadores nas áreas de saúde, agricultura e desenvolvimento. O programa tem parceria com Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs) de 17 estados brasileiros.

  7. Observatório TB/ENSP auxilia relatório sobre doenças da pobreza

    A Subcomissão de Seguridade Social e Família (CSSF), presidida pela Deputada Federal Benedita da Silva e criada para análise e diagnóstico das Políticas Públicas governamentais para as Doenças Relacionadas à Pobreza, apresentou, para debate e votação, o seu relatório final. O documento, produzido pelo Deputado Federal Antônio Brito, foi aprovado por unanimidade e teve contribuição do Observatório Tuberculose Brasil da Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz.

  8. Projeto de lei em favor do trabalhador com tuberculose

    A deputada federal Benedita da Silva (PT-RJ), vice-presidente da Frente Parlamentar Nacional de Tuberculose na Câmara, apresentou em 2/4 o Projeto de Lei 7349/14 que garante o emprego do trabalhador com tuberculose desde o diagnóstico da doença até sua cura. De acordo com Benedita, as demissões são injustas, pois grande parte dos patrões não sabe que a tuberculose tem cura com apenas seis meses de tratamento. Além disso, com três meses de medicação o paciente deixa de ser transmissor da doença, fato que o capacita a conviver com qualquer pessoa sem qualquer risco de contágio.

  9. Centro de Estudos ganha nome de pesquisador da ENSP

    No dia 26 de março, a ENSP prestou uma homenagem ao pesquisador Miguel Murat, falecido em 8 de maio de 2009, aos 58 anos. Na solenidade, a Direção da Escola descerrou uma placa dando o nome do professor ao Ceensp, que passará a se chamar Centro de Estudos Miguel Murat Vasconcellos. Estiveram presentes o presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, o diretor da ENSP, Hermano Castro, a pesquisadora e viúva de Miguel, Ilara Hammerli, o pesquisador Alberto Najar, o professor Jairnilson Paim, a irmã de Miguel, Regina Murat, entre outros familiares e pesquisadores. A placa representa a dedicação de Murat ao fazer da Ciência e do Ensino espaços de defesa do direito universal à Saúde e ao Conhecimento.

  10. Mudanças climáticas aumentam riscos globais de fome, inundações e conflitos, alerta IPCC

    O mais recente relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) - denominado “Mudanças Climáticas 2014: Impactos, Adaptação e Vulnerabilidade” - afirmou que os efeitos das mudanças climáticas, em sua maior parte, ocorrem pela mal preparação para seus riscos. O documento alertou que, embora ações possam ser tomadas, a gestão de impactos do fenômeno será difícil em meio a um planeta aquecendo rapidamente.