1. Feira Agroecológica promove roda de conversa

    Na próxima quinta-feira, 21/3, acontecerá no pátio da ENSP, a segunda edição da Feira Agroecológica Josué de Castro. Com o tema A vida vale mais! Megamineração, crimes ambientais e justiça social, será promovida uma roda de conversa com o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), além de exposição de fotos e exibição de documentários. O evento terá início às 10h.

  2. 'The Internet and Health in Brazil' é lançado nos Estados Unidos

    Lançado recentemente nos Estados Unidos, o livro The Internet and Health in Brazil: Challenges and Trends, organizado pelo pesquisador da ENSP André Pereira Neto, aborda o tema internet e saúde no Brasil, seus desafios e tendências. A publicação discute os temas e os problemas na interface internet e saúde, abordando as especificidades brasileiras.

     

  3. ENSP/Fiocruz recebe ônibus da Justiça Itinerante nesta quarta-feira (13/3)

    A ENSP/Fiocruz receberá, nesta quarta-feira, 13 de março, o ônibus do programa Justiça Itinerante. A iniciativa é conduzida na Fiocruz pelo Dihs/ENSP e pela Coordenação de Cooperação Social. A parceira é fruto de um acordo de cooperação técnica firmado recentemente entre a Fiocruz e o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. A Justiça Itinerante surgiu como novo paradigma de realização da prestação jurisdicional, no qual os juízes, junto com membros do Ministério Público e Defensoria Pública, vão ao encontro de cidadãos, principalmente aos mais necessitados ou menos favorecidos, em razão da inexistência de políticas públicas eficientes em determinados locais do Estado.

  4. Mulheres e Meninas na Ciência é o tema do Sala de Convidados

    No dia 11 de fevereiro foi celebrado o Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência, data criada em 2015 pela Organização das Nações Unidas (ONU) para promover a equidade de gênero na ciência, provocar reflexões e estimular as mulheres no mundo científico. Na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o Dia das Mulheres e Meninas na Ciência foi marcado por uma roda de conversa aberta ao público com pesquisadoras da instituição, que contou com a presença da presidente da Fundação, Nísia Trindade Lima, primeira mulher a ocupar o cargo.