1. Plataforma web reunirá pesquisas sobre o Programa Mais Médicos

    A Organização Pan-Americana da Saúde no Brasil (Opas Brasil) e a Rede de Pesquisa em Atenção Primária à Saúde da Abrasco lançaram nos dias 8 e 9 de abril, em Brasília, uma plataforma web para a divulgação de pesquisas relacionadas ao Programa Mais Médicos. A iniciativa responde à necessidade de se dispor de um espaço comum para o intercâmbio de informações e conhecimentos relativos às principais pesquisas que estão sendo realizadas no âmbito do Programa Mais Médicos. A criação de um acervo de projetos e pesquisas no site da Rede de Pesquisas em APS busca conhecer a implementação e o impacto desta iniciativa e divulgar os conhecimentos e evidências  gerados pelas pesquisas em curso.

  2. MS lança livro que estimula o consumo de alimentos saudáveis

    Em comemoração ao Dia Mundial da Saúde, que este ano tem como tema a alimentação, o ministro da Saúde, Arthur Chioro, lançou na terça-feira (7/4) o livro Alimentos Regionais Brasileiros, com comidas típicas de cada região e dicas de como cozinhar com mais saúde. O principal objetivo é estimular a população para o consumo de uma alimentação saudável capaz de promover saúde e mais qualidade de vida, reduzindo a obesidade, diabetes, hipertensão e outras doenças.

  3. Morre Giovanni Berlinguer, italiano que inspirou a reforma sanitária brasileira

    Médico sanitarista, bioeticista, deputado, senador, membro do parlamento europeu, inspirador da reforma sanitária brasileira, militante do Partido Comunista Italiano: são muitas os caminhos para se traçar o perfil de Giovanni Berlinguer, que morreu aos 90 anos na madrugada desta segunda-feira, 6 de abril, em Roma. Sua vida se confunde com a história das lutas pelo direito à saúde, no mundo. Doutor Honoris Causa pela Fiocruz, a morte de Berlinguer foi recebida com pesar na ENSP.
     

  4. Anvisa aprova novas advertências nas embalagens de derivados de tabaco

    A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, no dia 2/4, uma  Resolução que altera as embalagens de  produtos fumígenos derivados do tabaco. A norma deverá ser publicada no Diário Oficial da União (DOU) nos próximos dias. De acordo com o texto, as embalagens deverão trazer advertências sanitárias que ocupem 30% da parte inferior da face frontal das embalagens desses produtos, mantendo as fotos já existentes na face posterior. A Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) dá cumprimento ao que prevê a Lei Federal nº 12.546/2011 e o Decreto nº 8262/2014.

  5. Jogos Olímpicos: Ministério da Saúde prepara ações de assistência e vigilância

    A 500 dias do início dos Jogos Olímpicos, o Ministério da Saúde vem trabalhando para aprimorar a infraestrutura e organização dos serviços, para garantir assistência à saúde de todos os torcedores - brasileiros e estrangeiros - em parceria com o estado e município do Rio de Janeiro, que sedia a competição. Entre as atividades coordenadas pelo ministério, está a aquisição de ambulâncias para serem utilizadas em eventuais remoções de pacientes a hospitais de referência durante os jogos, reforçando as ações de atendimento às urgências e emergências integradas aos serviços de saúde locais. Após os jogos, essas ambulâncias serão utilizadas na renovação de frota do SAMU 192 no Rio de Janeiro e em outros municípios do país, servindo como legado para a saúde pública.

  6. Tuberculose: ações intersetoriais priorizam populações vulneráveis

    Após atingir as metas dos Objetivos do Milênio (ODM) de combate à tuberculose com três anos de antecedência, o Ministério da Saúde assumiu compromisso de reduzir em 95% os óbitos e em 90% o coeficiente de incidência da doença até 2035. Para o governo brasileiro, além de agir na implementação de testes rápidos, expandir a produção científica na área e incrementar ações de vigilância, é preciso priorizar as populações mais vulneráveis e estimular a articulação com organizações da sociedade civil. E foi com o objetivo de aprimorar esse último quesito e informar a população e os jovens sobre a tuberculose que o Centro de Referência Professor Hélio Fraga e o Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria da ENSP direcionaram suas atividades durante a Semana Nacional de Mobilização e Luta Contra a Tuberculose. A Escola, por intermédio do Observatório Tuberculose Brasil, também foi representada na sessão do Congresso Nacional que discutiu o tema.

  7. Brasil investe para melhorar controle da tuberculose

    Alcance. Cure. Trate a todos: essas são as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), em conjunto com a estratégia StopTB, para marcar o Dia Mundial da Tuberculose, neste 24 de março. Considerada pela OMS como um dos problemas de saúde mais importantes do mundo, com 9 milhões de novos casos e cerca de 1,5 milhão de mortes a cada ano, a tuberculose no Brasil vem apresentando boas respostas às ações de controle nas duas últimas décadas, apesar de a velocidade de queda anual dos casos ainda não ser a esperada. Na opinião de Margareth Dalcolmo, pesquisadora da ENSP/Fiocruz e consultora da OMS para o tema, a implementação de quatro pilares pelo governo brasileiro vêm contribuindo para essa uma boa resposta: a adoção do teste rápido molecular para diagnóstico; a criação do Sistema de Monitoramento de Vigilância Epidemiológica da Resistência; o estímulo à produção científica e a participação crescente da sociedade civil.

  8. Opas/OMS conscientiza população para reduzir consumo de sódio

    A Opas/OMS está convocando a indústria de alimentos para reduzir o sal em seus produtos, especialmente entre os consumidos por crianças, além de restringir a publicidade de alimentos voltados para o público infantil com elevadas quantidades de sódio. Durante a Semana Mundial pela Conscientização do Sódio, celebrada entre 16 e 22 março, a Organização também alerta às famílias para 'fugirem do sódio escondido', incentivando o preparo de alimentos em casa e com ingredientes frescos. "Não basta que apenas a indústria promova essa redução. É importante que sejam feitas ações educativas para conscientizar a população das consequências do excesso de consumo de sal e, ao mesmo tempo, propor alternativas mais saudáveis como preparações culinárias caseiras, evitando os alimentos processados", alertou a nutricionista do Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria da ENSP Ana Lúcia Fittipaldi.

  9. 15ª Conferência Nacional de Saúde acontecerá em novembro de 2015

    O decreto de convocação da 15ª Conferência Nacional de Saúde, assinado pela presidenta da República, Dilma Rousseff, foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) dia 16 de dezembro de 2014. Com o tema Saúde pública de qualidade para cuidar bem das pessoas e eixo Direito do povo brasileiro, a 15ª Conferência Nacional de Saúde será realizada, em Brasília/DF, de 23 a 26 de novembro de 2015.