1. Violência Obstétrica é o tema do Sala de Convidados

    A violência obstétrica é o tipo de violência que pode ser cometida contra gestantes no pré-natal, durante o parto e no pós-parto. Muitas mães passam por esse tipo de situação e não sabem que foram vítimas desse tipo de abuso por não conhecer suas características. Ela pode se manifestar por meio da realização de procedimentos invasivos desnecessários, comentários constrangedores e até negligência por parte dos profissionais de saúde envolvidos nesse momento tão delicado da vida da mulher.

  2. Levantamento avalia desafios para metas da ONU em Saúde

    Assegurar a educação de qualidade (ODS 4) e erradicar a pobreza (ODS 1) são os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) que, uma vez implementados, mais contribuiriam para que o Brasil atinja o Objetivo relacionado à saúde (ODS 3). Essa é a opinião expressa por 57,4% e 54,8%, respectivamente, dos pesquisadores em saúde pública do país em levantamento realizado pelo Centro de Estudos Estratégicos da Fiocruz (CEE/Fiocruz) para medir os desafios de implementação da Agenda de Desenvolvimento Sustentável da ONU no Brasil.
     

  3. Conselho Deliberativo da Fiocruz divulga nota sobre o Sofosbuvir

    O Conselho Deliberativo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) reafirma a orientação estratégica do Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos), unidade da Fiocruz responsável pelo desenvolvimento e produção do sofosbuvir, visando garantir condições de suprimento de tecnologias e produtos para o Sistema Único de Saúde (SUS). Esse esforço se reverte no acesso ao medicamento por parte da população brasileira acometida pela hepatite C.

  4. Fiocruz abre seus espaços para o debate democrático

    No dia 17 de setembro, a Fiocruz convidou todos os candidatos à Presidência da República para visitarem a instituição e apresentarem suas propostas para o Governo do Brasil, particularmente nos campos da saúde, ciência, tecnologia e inovação. No encontro, os candidatos também poderão conhecer os projetos e auscultar aspirações da comunidade da Fiocruz para os próximos anos.
     

  5. Castelo da Fiocruz será iluminado de azul contra o Aedes

    As ações do World Mosquito Program (WMP) avançam no Rio de Janeiro e a liberação de Aedes aegypti com Wolbachia chega a oito novos bairros, atingindo 408 mil habitantes. As áreas são: Bonsucesso, Brás de Pina, Complexo do Alemão, Manguinhos, Olaria, Penha, Penha Circular e Ramos. Para marcar a chegada dos mosquitos aliados no combate à dengue, zika e chikungunya no território, que inclui o campus de Manguinhos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o Castelo Mourisco será iluminado de azul nas próximas terça (18) e quarta-feira (19).