1. Fiocruz analisa impactos do derrame de petróleo na saúde

    A Fiocruz vai monitorar o impacto na saúde da população atingida pelo derrame de petróleo no litoral do Nordeste. Um dos principais objetivos da ação é rastrear o risco para pescadores, marisqueiras e grávidas. Para isso, a instituição acaba de criar um grupo de trabalho - com a mobilização de pesquisadores e envolvimento das direções dos institutos e unidades técnico-científicas da Fiocruz da região Nordeste - que se reunirá pela primeira vez nesta terça-feira (5/11), para avaliar o problema e propor soluções. 
     

  2. Para além da cobertura universal: Paulo Buss fala sobre garantia de acesso e melhoria das condições de vida

    Saúde universal implica tanto a cobertura quanto o acesso das pessoas aos serviços. O sistema de saúde brasileiro vai nessa direção. No entanto, ainda há um conjunto de barreiras, geográficas, raciais, de gênero, que precisam ser removidas. A análise é do coordenador do Centro de Relações Internacionais em Saúde (Cris/Fiocruz), Paulo Buss. Ele avaliou as conquistas alcançadas na Atenção Primária no Brasil e, em nível global, os avanços do conceito de cobertura universal, em direção à proposta de saúde universal, inspirada na Declaração de Alma-Ata. 

  3. Vacinação, avanços e desafios é o tema do Sala de Convidados

    O Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Brasil existe há 45 anos (desde 1973) e é considerado pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) referência internacional de política pública de saúde. A população tem acesso gratuitamente a todas as vacinas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e o país já erradicou doenças, por meio de vacinação, como varíola, febre amarela, sarampo, rubéola e poliomielite.

  4. Dilemas e desafios do direito à saúde: coordenador da Rede Zika fala sobre o tema

    Garantir o direito à saúde requer enfrentar desafios que se impõem no confronto entre poder local e vozes globais dominantes. Requer também posicionar-se diante da proposta de cobertura universal de saúde, a ser alcançada por planos e seguros de saúde individuais, no lugar de sistemas universais de saúde, voltados às necessidades da população e defendidos pelos sanitaristas.

  5. Grande ato pela vacinação marca Fiocruz pra Você 2019

    "Com essa história do sarampo, a gente fica preocupado, né? Melhor ver se está tudo direitinho". Com a caderneta dos três filhos embaixo dos braços, Jéssica Fernandes Aparecida, moradora de Manguinhos, esteve presente no último sábado (19/10) para prestigiar a 26ª edição do Fiocruz pra Você, no campus de Manguinhos, Rio de Janeiro. Os filhos de Aparecida não precisaram tomar a tríplice viral: já estavam com a caderneta atualizada e protegidos contra o sarampo. Mãe feliz e crianças também, que puderam aproveitar o resto do dia brincando, aprendendo sobre ciência e saúde e se divertindo com apresentações de música, teatro, dança, oficinas de pipas, pintura facial e desenho.

  6. A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia é o tema do Sala de Convidados

    A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) está acontecendo em todo o país. Com o tema Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável, a 16ª edição do maior evento de divulgação científica do Brasil vai de 21 a 27 de outubro e conta com milhares de atividades realizadas em diversos estados. Segundo o Ministério da Ciência e Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI), responsável por coordenar a Semana, o tema deste ano debate o potencial para o uso sustentável da biodiversidade.