1. Saúde, democracia e consolidação dos princípios do SUS pautam discussão na 16ª CNS

    De que forma os trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS), gestores, pesquisadores, demais profissionais do setor e a própria sociedade civil podem atuar em seus territórios para contribuir para a consolidação do SUS? A partir deste questionamento, os participantes da 16ª Conferência Nacional de Saúde, realizada em Brasília, iniciaram as atividades na manhã da segunda-feira (5/8).

  2. Banimento do amianto em debate na 16ª Conferência Nacional Saúde

    O Banimento do amianto no Brasil: a história de luta pela saúde será tema de atividade autogestionada das Associações dos Expostos ao Amianto na 16ª CNS, nesta terça-feira, 6 de agosto, das 8 às 12 horas. A discussão traz para o debate as questões centrais na luta pela saúde dos expostos e a garantia do banimento do amianto no Brasil, mobilização, estratégias atuais e seus impactos num contexto entre avanços e retrocessos da luta pela proteção e vigilância à saúde dos trabalhadores. O debate contará com a participação do diretor da ENSP, Hermano Castro.

  3. A universalidade está garantida?

    Neste Dia Nacional da Saúde, celebrado em 5 de agosto, pesquisadores da ENSP debatem tal tema durante a 16º Conferência Nacional da Saúde, que acontece em Brasília, até 7/8. O Dia Nacional foi instituído como uma homenagem ao grande médico sanitarista e patrono da Fundação, Oswaldo Cruz. Em tempos de austeridade, subfinanciamento e desfinanciamento da saúde, a data promove uma necessária reflexão não somente aos cuidados individuais com a saúde, mas especialmente frente à atual conjuntura brasileira de desmonte e perdas de direitos.

  4. Ex-ministros lançam manifesto em defesa do SUS

    Será entregue nesta segunda-feira, 5 de agosto, ao presidente do Conselho Nacional de Saúde, Fernando Zasso Pigatto, em Brasília, o manifesto SUS, Saúde e Democracia: desafios para o Brasil subscrito por seis ex-Ministros da Saúde: José Gomes Temporão - que é pesquisador da ENSP -, Humberto Costa, José Saraiva Felipe, José Agenor Alvarez da Silva, Alexandre Padilha e Arthur Chioro. A entrega será realizada no Museu da República, às 17 horas, no Ato em Defesa do SUS, promovido durante a realização da 16ª Conferência Nacional de Saúde.

  5. ENSP promove seminário sobre violência e saúde na Atenção Primária nesta sexta-feira (9/8)

    A Vice-Direção de Escola de Governo em Saúde da ENSP, em parceria com o Claves e a Residência Multiprofissional em Saúde da Família, promoverá na sexta-feira, 9 de agosto, a partir das 8h30, o seminário Violência e Saúde na Atenção Primária. O objetivo do evento é discutir com os alunos, e os demais interessados, como a violência interfere na vida dos usuários do sistema de saúde e nas práticas dos profissionais nas unidades de Atenção Básica. O seminário é aberto aos interessados e não necessita de inscrição prévia.

  6. Conheça a programação e os palestrantes da 16ª Conferência Nacional de Saúde

    A 16ª Conferência Nacional de Saúde (8ª + 8) acontecerá de 4 a 7 de agosto no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade, em Brasília. O evento, que é organizado pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS) e realizado pelo Ministério da Saúde, vai reunir mais de 5 mil pessoas para traçar de forma democrática as diretrizes para as políticas públicas de saúde no país.

  7. Webconferência debaterá controle social e Saúde do Trabalhador nesta quarta-feira (31/7)

    O Cesteh/ENSP promoverá, na quarta-feira, 31 de julho, a webconferência Controle social e a Saúde do Trabalhador. A atividade contará com a participação do coordenador da Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora, Geordeci Menezes de Souza, e do coordenador técnico do Diesat, Eduardo Bonfim da Silva. A webconferência a partir das 14h e deve ser acessada na página da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa. 

  8. ENSP promove Plenária de Doutores da Pós-Graduação em Saúde Pública

    “Esse encontro tem uma importância fundamental na conjuntura atual, porque precisaremos refletir juntos e tomar algumas decisões para a sustentabilidade do programa”, afirmou a coordenadora da Pós-Graduação de Saúde Pública ENSP, Marly Marques da Cruz, na mesa de abertura da Plenária de Doutores do Programa de Pós-graduação em Saúde Pública, em 1º/7, no salão internacional da ENSP.