1. Canal Saúde debate acupuntura, homeopatia e termalismo ao vivo

    O Sala de Convidados, do Canal Saúde/Fiocruz, debate ao vivo sexta (6/03), às 13 horas, o uso da medicina oriental no Sistema Único de Saúde (SUS). Acupuntura, homeopatia, termalismo e fitoterapia estão entre as práticas integrativas e complementares aprovadas em 2006 pelo Ministério da Saúde. Saiba como as terapias estão sendo implementadas nos municípios e conheça a rotina de trabalho desses profissionais no SUS. O programa será transmito ao vivo pela internet, a partir das 13 horas, e todos podem participar enviando suas perguntas.

  2. Seminário Internacional de M&A divulga página eletrônica

    O Seminário Internacional de Monitoramento e Avaliação para Técnicos Sênior de M&A acaba de lançar uma página eletrônica com as principais informações sobre o evento, cujo objetivo é capacitar profissionais em monitoramento e avaliação, de modo que eles possam interferir na melhoria da qualidade dos programas e nas políticas de saúde.

  3. ENSP terá Centro Colaborador de Vigilância Epidemiológica em Saúde Bucal

    A importância de se considerar a abordagem sócio dental - que incorpora medidas subjetivas e relacionadas à qualidade de vida - no planejamento de serviços odontológicos, e não apenas o diagnóstico clínico, é uma das linhas de trabalho do pesquisador Mario Vettore (Demqs/ENSP). Cirurgião-dentista, Vettore coordenará o Centro Colaborador de Vigilância Epidemiológica em Saúde Bucal, criado pelo Ministério da Saúde, que será implantado na ENSP para analisar fatores de risco comuns às doenças bucais. O Centro possibilitará uma abordagem compartilhada com outras áreas que levem a ações de prevenção e promoção da saúde.

  4. Agressões são responsáveis por 87% das violências

    Dados do Sistema de Vigilância de Violências e Acidentes (Viva), do Ministério da Saúde, mostram que em 35 municípios de 27 estados brasileiros, em 2006, foram realizados 46.531 atendimentos de violências e acidentes em serviços de urgência e emergência. Desses, 89,6% (41.677) foram devido a acidentes (sobretudo de trânsito e quedas) e 10,4% (4.854) a casos de violência. Com o Viva, foi possível traçar um perfil da violência e acidentes nos serviços de urgências e emergências nesses municípios.

  5. FAPs definem criação de Rede Malária

    Vinte milhões em recursos, que poderão ser aumentados, lançamento de edital para final de março e prazo de até cinco anos para o desenvolvimento de projetos. Esse foi o resultado do encontro que reuniu, no dia 13 de fevereiro, na sede da FAPERJ, representantes do Ministério da Saúde, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e de quatro Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs) Amazonas, Pará, Minas Gerais e Rio de Janeiro para a criação da Rede para estudo da Malária. Além dessas FAPs, também integrarão a rede as Fundações dos Estados de Mato Grosso, Maranhão e São Paulo, totalizando sete FAPs.

  6. Portal de Periódicos da Capes conta com novos títulos

    Para expandir seu acervo e melhor atender à comunidade científica nacional, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) incluiu novas assinaturas em seu Portal Brasileiro de Revistas Científicas. Ferramenta bastante empregada em pesquisas sobre a produção científica de pesquisadores em todo o mundo, o Portal de Periódicos, como é conhecido, foi criada para democratizar o acesso à informação no meio acadêmico-científico. Hoje, o portal conta com mais de 12,3 mil títulos com texto completo e 126 bases de dados referenciais. Entre os recém-incluídos estão 222 títulos de periódicos da Coleção JSTOR Art & Sciences Collection nas áreas das ciências sociais, ciências humanas, linguística, letras e artes, além de bases nas áreas de música, artes e religião. Ao todo, o portal atende 194 instituições nacionais. Mais informações: http://www.capes.gov.br