1. Rio+20 na revista Ciência e Saúde Coletiva

    Questões ambientais sob a perspectiva da saúde é o tema da edição de fevereiro (vol.17 nº.2) da revista Ciência e Saúde Coletiva, voltada para a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), que acontece no Rio de Janeiro, de 20 a 22 de junho. Em seu editorial, o número temático traz a assinatura do pesquisador da ENSP Ary Carvalho de Miranda, em texto que aborda os dilemas da Rio+20 e o contexto em que o evento mundial acontece. A edição traz ainda 27 artigos, dentre os quais 8 têm a participação dos pesquisadores da Escola. Acesse aqui a revista.

  2. Palestra aborda gestão do trabalho e da educação na saúde no SUS

    O Núcleo de Desenvolvimento em Saúde (NDS) do Instituto de Saúde Coletiva (ISC), da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), realiza, na terça-feira (14/2), no auditório do ISC, a palestra Avaliação da gestão do trabalho e da educação na saúde no SUS. O tema será ministrado pela professora Maria Helena Machado, coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Recursos Humanos em Saúde (Nerhus) e do ObservaRH da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (ENSP/Fiocruz).

  3. Departamento de Atenção Básica lança publicação sobre APS

    A pesquisadora do Departamento de Administração e Planejamento em Saúde da ENSP, Lígia Giovanella, e o coordenador de gestão do Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde, Eduardo Melo, assinaram a edição de número 29 dos Cadernos de Atenção Primária. A publicação traz a questão do rastreamento e do diagnóstico ou detecção precoce de doenças, que é salientada como de extrema relevância para a prática da Atenção Primária em Saúde (APS). Nela são apresentadas algumas das atuais recomendações a respeito do câncer e outras condições clínicas.

  4. ENSP/Fiocruz pesquisa preferência das brasileiras pela cesariana

    Para descobrir o porquê da preferência de muitas brasileiras pelo parto cirúrgico, a Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz, ligada ao Ministério da Saúde, está coordenando a pesquisa Nascer Brasil: Inquérito sobre Parto e Nascimento. O estudo vai entrevistar 24 mil mulheres em situação de pós-parto. Dados recentes do Ministério da Saúde revelam aumento no número de cesarianas. Com base nesses dados, o Ministério da Saúde espera fortalecer ainda mais a estratégia da Rede Cegonha, ação que tem entre seus objetivos melhorar a qualidade do pré-natal e do parto no Brasil.

  5. Livro reúne desafios do trabalhador da saúde

    Os dilemas, o sofrimento, o desgaste e os processos laborais aos quais os trabalhadores da saúde estão submetidos em seu dia a dia foram reunidos e apresentados em um livro da Editora Fiocruz, organizado pelas pesquisadoras Ada Ávila Assunção, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e Jussara Brito, da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz). A publicação Trabalhar na Saúde: experiências cotidianas para a gestão do trabalho e do emprego apresenta o panorama diário das atividades desses profissionais em diferentes níveis, abordando as formas pelas quais eles têm de lidar com vários tipos de problemas que, de alguma forma, afetam sua saúde.

  6. EPI 2011 é destaque da Revista Radis de fevereiro

    A reportagem de capa da edição de fevereiro da revista Radis - comunicação em saúde (Nº 114) apresenta a cobertura jornalística do VIII Congresso Brasileiro de Epidemiologia (EPI 2011), alertando sobre a necessidade de superar iniquidades para fortalecer o Sistema Único de Saúde e promover o desenvolvimento do país. A edição traz ainda reportagem sobre os impactos causados pelas doenças bucais e a importância da atenção à saúde bucal na adolescência, além de uma matéria com o economista João Pedro Stédile, coordenador do Movimento dos Sem Terra (MST), que associa o uso intensivo do agrotóxico ao modelo de produção ligado ao capital financeiro e empresas transnacionais.