1. Desigualdades em saúde pautam nova edição da revista Ciência e Saúde Coletiva

    Estilo De vida e desigualdade em saúde é o tema do volume 20, número 4 da revista Ciência e Saúde Coletiva. A edição conta com a participação de autores da Escola Nacional de Saúde Pública e de outras instituições brasileiras, além de pesquisadores de vários países como Portugal, Espanha, México e Colômbia, que falam dos efeitos da desigualdade e da pobreza sobre a qualidade de vida; dos direitos humanos e da justiça social em saúde; da carga de doenças segundo condições de vida e relações de gênero; e de mortes por enfermidades e agravos evitáveis. Os artigos tratam tanto de enfermidades transmissíveis, como não transmissíveis e agravos que estão articulados às iniquidades sociais. O editorial da revista é escrito por Ilona Kickbusch do Graduate Institute of International and Development Studies (Genebra, Suíça), autora reconhecida no mundo inteiro por sua contribuição como consultora da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre promoção da saúde e saúde global.

  2. Pesquisa da ENSP sobre qualidade da água em Manguinhos será apresentada em 22/5

    A equipe da pesquisa Qualidade da água consumida e ocorrência de doenças de veiculação hídrica no Território de Manguinhos (RJ) realizará, na próxima sexta-feira (22/5), no Varandão da Biblioteca Parque Manguinhos, às 14 horas, reunião com os moradores, profissionais de saúde, professores e pesquisadores que atuam ou moram em região para discutir os resultados das análises de água coletadas no território e compartilhar algumas questões sobre a importância do consumo de qualidade.

  3. Publicação 'Política e Saúde no Brasil' ganha nova tiragem

    Como desconhecer o que é a política de saúde, o que é o Sistema Único de Saúde (SUS), os determinantes sociais, as condições de saúde e as desigualdades do acesso no Brasil? A obra Política e Saúde no Brasil, que consolida o conhecimento crítico sobre o sistema de saúde do país produzido ao longo dos últimos trinta anos, ganhou nova tiragem e está disponível para aquisição na Editora Fiocruz. 

  4. Demência que mais prevalece em idosos, Alzheimer cresce nas capitais brasileiras

    Para o conjunto das capitais do país, o grupo etário de pessoas com 80 anos ou mais apresentou, no período de 2000 a 2009, segundo dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde, evolução na mortalidade por doença de Alzheimer de 15,5% entre as mulheres e de 14% entre os homens. Na faixa etária de 60 a 79 anos, a elevação foi de 8,4% entre as mulheres e 7,7% entre os homens. Os resultados são do artigo Doença de Alzheimer: estudo da mortalidade no Brasil, 2000-2009, publicado no volume 31, número 4, da revista Cadernos de Saúde Pública da ENSP. Segundo o estudo, a doença de Alzheimer é o tipo de demência que mais prevalece entre os idosos no mundo.

  5. Nova edição do boletim do Cecovisa disponível on-line

    O aumento em 240% do número de casos de dengue no primeiro trimestre do ano é um dos destaques da nova edição do boletim do Centro Colaborador em Vigilância Sanitária da ENSP. A publicação alerta também para os 16 casos do vírus zika confimados no país, sendo oito deles na Bahia e a outra metade no Rio Grande do Norte. A agilidade na importação do canabidiol para pacientes e as nomeções da presidente Dilma Rousseff para a direção da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e para a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) são outros destaques do boletim do Cecovisa. Confira a publicação na íntegra. 

  6. Ribeirinhos de Rio Madeira (RO) estão sob maior risco de exposição ao mercúrio

    O organismo humano conta com um sistema capaz de proteger nosso corpo da ação de radicais livres, que são moléculas produzidas durante o processo de respiração aeróbica, ou no metabolismo de substâncias químicas, e que podem causar danos celulares. O excesso de produção dessas moléculas causa o estresse oxidativo: um desequilíbrio estre espécies oxidantes e antioxidantes. As consequências desse desequilíbrio têm diversos efeitos, desde o envelhecimento precoce até a manifestação de certos tipos de câncer. Uma pesquisa da ENSP sobre a exposição humana ao mercúrio apontou que populações ribeirinhas com dietas ricas em peixe estão sob maior risco de exposição à essa substância química tóxica, que está associada ao processo de estresse oxidativo. O estudo analisou crianças e adolescentes em três comunidades de Rondônia, na área de influência do rio Madeira. Os biomarcadores de exposição em ribeirinhos se mostraram elevados, o que representa maior risco de alterações no desenvolvimento cognitivos dessas crianças e adolescentes.

  7. E-book: novo projeto da Editora Fiocruz ampliará divulgação científica on-line

    Já imaginou um livro acadêmico que, além de informação, trouxesse entrevistas, áudios originais de importantes personagens da história da ciência e interatividade? Pois esse projeto existe e está sendo desenvolvido pela editora da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em conjunto com a empresa Loja Interativa. O livro O que é o SUS, escrito por Jairnilson Paim, professor do Instituto de Saúde Coletiva, da Universidade Federal do Bahia (Ufba), lançado em 2009, se transformará no primeiro e-book interativo da Editora Fiocruz. Mais do que simplesmente estar sendo disponibilizado on-line, ele permite ao leitor que 'brinque' com o conteúdo da obra.

  8. Publicação recebe artigos sobre questões ambientais para número especial

    A Revista Ciência & Saúde Coletiva está recebendo artigos para seu número temático sobre questões ambientais relacionadas à água e aos efeitos sobre a saúde. A água é um recurso fundamental para todas as ações humanas e para a saúde ambiental do planeta. Em várias partes do mundo há casos de escassez, entendida pela relação desigual entre a oferta e a demanda por água de qualidade adequada para o cumprimento de determinada função. Inclui, portanto, elementos sobre a quantidade e a qualidade do recurso.

  9. Boletim do Cecovisa destaca apoio da Fiocruz à carta da Conep

    A nova edição do boletim do Centro Colaborador em Vigilância Sanitária da ENSP destaca o apoio da Fiocruz à carta da Comissão Nacional de Ética em Pequisa (Conep) contra a PL 200/2015, que coloca em risco o sistema de análise ética em pesquisas. A publicação traz ainda informações para Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo (PDP), a agenda regulatória da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para 2015-2016, além dos prazos para vacina da dengue e a promoção da alimentação saudável em escolas particulares. Confira a nova edição na íntegra. 

  10. Da tuberculose ao capital estrangeiro na saúde: CSP traz edição diversificada

    O perfil do volume 31, número 4, da revista Cadernos de Saúde Pública está muito interessante. A começar pela tuberculose, que tem no editorial O Brasil precisa de um sistema nacional de vigilância de óbito por tuberculose? a defesa da implementação de sua vigilância nos moldes dos programas bem-sucedidos de vigilância de óbitos infantis, mulheres em idade fértil e causas mal definidas. Já na seção Perspectivas, o editor associado, Mário Scheffer, discute as implicações da abertura para o capital estrangeiro proporcionada pela Emenda Constitucional recém-aprovada. As dificuldades na pesquisa qualitativa, e sua qualidade, são trabalhadas em artigo coautorado pela pesquisadora da ENSP Maria Cecília Minayo, editora-chefe do periódico Ciência & Saúde Coletiva. Confira os demais destaques da publicação.