1. Tese compara qualidade do ar em habitações precárias

    O ambiente residencial e a saúde respiratória de um grupo da população chilena que vive em precárias condições de moradia, nos chamandos acampamentos, e das famílias assistidas por um programa de habitação daquele país (Chile Barrio) foram tema do estudo que resultou na tese Ambiente residencial y salud respiratoria infantil en familias removidas de asentamientos precarios, Santiago de Chile, desenvolvida pela médica-veterinária Soledad Burgos, no Programa de doutorado Saúde Pública e Meio Ambiente da ENSP, sob orientação da pesqusiadora Rosalina Koifman. Os resultados apontaram para uma maior suscetibilidade a problemas respiratórios nas famílias que habitam os acampamentos antes da mudança para as novas residências, embora a contaminação do ar nas últimas também tenha persistido.