1. Tese aborda saúde mental, loucura e diversidade cultural

    Na próxima segunda-feira, 21/5, na ENSP, apresentação de tese de doutorado em saúde pública Saúde mental, loucura e diversidade cultural: inovação e ruptura nas experiências de arte-cultura da Reforma Psiquiátrica e do campo da Saúde Mental no Brasil, por Eduardo Henrique Guimarães Torre. 

  2. Defesa de mestrado na ENSP em 6/4

    Defesa de mestrado em Epidemiologia em Saúde Pública Avaliação do consumo de álcool em estudantes universitários do curso de Direito em uma universidade pública do estado do Rio de Janeiro, Mariana Salles Motta Rodrigues de Barros de Moraes, no dia 6/4, às 9h30, na sala 525 da ENSP. 

  3. Defesas de mestrado e doutorado na ENSP no dia 4/4

    No dia 4 de abril, acontecerão quatro defesas de mestrado e doutorado na ENSP. Entre os temas abordados estão transmissão de hepatite B e C, regulação assistencial e atenção hospitalar na rede de atenção às urgências e emergências, tratamento do câncer de mama entre mulheres da região Nordeste do Brasil, e a percepções nos relacionamentos de homens e mulheres nos afazeres domésticos. 

  4. Pesquisa analisa condições de saúde de idosos

    No dia 7 de março, apresentação de dissertação de mestrado em Epidemiologia em Saúde Pública Condições de saúde de idosos com linfoma não-Hodgkin segundo a avaliação geriátrica multidimensional, por Daniel Richard Mercante, a partir das 9 horas, na saa 405 do prédio da ENSP. 

  5. 'Comunicação de más notícias em saúde': tema de pesquisa em Bioética da ENSP

    “O campo da ética médica, em que se inserem as questões da relação médico-paciente, assiste a um predomínio atual de teorias de caráter consequencialista/utilitarista na fundamentação dos debates, usualmente preocupados com a correção da ação moral. Contudo, as teorias baseadas apenas no valor da ação moral, ou mesmo as deontológicas, parecem não dar conta de uma discussão acerca de aspectos relacionais entre seres humanos, negligenciando aspectos humanos, demasiado humanos, que, certamente, necessitariam ser levados em conta.” Foi o que evidenciou a pesquisa de mestrado da ENSP, em conjunto com a Universidade do Estado do RJ, Universidade Federal do RJ e Universidade Federal Fluminense, em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva, da aluna Mabel Viana Krieger, sob orientação do pesquisador Sergio Rego. Ao longo dos estudos preliminares que conformaram o material de elaboração do tema dessa pesquisa, de acordo com Mabel, foi formulada a seguinte questão: Como podemos analisar a questão da comunicação de más notícias em saúde?