1. Inscrições abertas para curso sobre controle do Aedes aegypti

    Estão abertas, até 4 de setembro, as inscrições para o Curso de Qualificação Profissional Controle do Aedes aegypti: Teoria, História, Obstáculos, Novas Tecnologias e Perspectivas, que tem por objetivo aprimorar o senso crítico dos profissionais acerca das adequações, limitações e possibilidades dos diferentes métodos, técnicas e ferramentas disponíveis para o controle do Aedes aegypti. A iniciativa visa buscar ações factíveis, possíveis e eficazes, em consonância com as diferentes realidades sócio-ambientais brasileiras. Segundo o coordenador do curso, Eduardo Dias Wemelinger, o atual cenário de tríplice epidemia viral que tem como principal vetor o Aedes aegypti, a ausência de vacinas e a incapacidade dos programas de controle de vetores em evitar a expansão das epidemias de Dengue, Zika e Chikungunya nas cidades brasileiras impõem a necessidade de preparar melhor os profissionais envolvidos no controle de vetores. Ao todo, 30 vagas serão oferecidas. Acesse o edital. 

  2. Especialização em Promoção da Saúde prorroga período de inscrições

    A Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (ENSP/Fiocruz) prorrogou, até 31 de julho, o período de incrições para o curso de Especialização em Promoção da Saúde e Desenvolvimento Social 2017, na modalidade presencial. Coordenado pelas pesquisadoras Maria de Fátima Lobato Tavares e Rosa Maria da Rocha, o curso oferece 32 vagas (sendo 2 candidatos estrangeiros) e tem por base o conceito ampliado de saúde e a ação sobre os determinantes sociais de saúde. Leia no edital na Página de Ensino da ENSP.
     

  3. Inscrições seguem abertas para curso de Emissários Submarinos

    A Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz) está com inscrições abertas para o curso de atualização Emissários Submarinos de Esgotos: avaliações de impacto na saúde e meio ambiente - 2017. Oferecido na modalidade presencial, a proposta visa apresentar os sistemas de disposição oceânica como possível alternativa para o destino final de efluentes domésticos em regiões costeiras. Segundo o coordenador Renato Castiglia, pesquisador do Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental da ENSP, a formação inclui uma abordagem que engloba diferentes áreas de conhecimento referentes a noções básicas de oceanografia, diluição, dispersão e degradação do efluente em águas costeiras. As inscrições seguem abertas até 1º de agosto e devem ser feitas na Plataforma Siga Lato Sensu. 

  4. Palestra de Paulo Buss abre Mestrado Profissional em Vigilância em Saúde do Trabalhador

    Logo de início, um chamado à responsabilidade: falando diante de uma plateia de egressos do Mestrado Profissional em Vigilância em Saúde do Trabalhador, oferecido pelo Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP/Fiocruz), Paulo Buss, atual diretor do Centro de Relações Internacionais da Fiocruz e ex-diretor da ENSP e da Fundação, lembrou da importância da atividade de vigilância, para ele um dos pilares da concepção de uma saúde verdadeiramente pública, voltada para os problemas da população. Em seguida, Buss proferiu sua aula, intitulada Determinação da Saúde e Agenda 2030: Onde estamos hoje? Em sua fala, a discussão sobre o papel estratégico da Organização Mundial da Saúde (OMS), no sentido de conclamar os estados membros das Nações Unidas a cumprirem o acordado nesse conjunto de propostas que, em tese, ambicionam tornar o planeta um lugar melhor para todos viverem. 

  5. Palestra de Paulo Buss abre Mestrado Profissional em Vigilância em Saúde do Trabalhador

    Logo de início, um chamado à responsabilidade: falando diante de uma plateia de egressos do Mestrado Profissional em Vigilância em Saúde do Trabalhador, oferecido pelo Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP/Fiocruz), Paulo Buss, atual diretor do Centro de Relações Internacionais da Fiocruz e ex-diretor da ENSP e da Fundação, lembrou da importância da atividade de vigilância, para ele um dos pilares da concepção de uma saúde verdadeiramente pública, voltada para os problemas da população. Em seguida, Buss proferiu sua aula, intitulada Determinação da Saúde e Agenda 2030: Onde estamos hoje? Em sua fala, a discussão sobre o papel estratégico da Organização Mundial da Saúde (OMS), no sentido de conclamar os estados membros das Nações Unidas a cumprirem o acordado nesse conjunto de propostas que, em tese, ambicionam tornar o planeta um lugar melhor para todos viverem. 

  6. Inscrições abertas para curso sobre controle do Aedes aegypti

    Estão abertas, até 4 de setembro, as inscrições para o Curso de Qualificação Profissional Controle do Aedes aegypti: Teoria, História, Obstáculos, Novas Tecnologias e Perspectivas, que tem por objetivo aprimorar o senso crítico dos profissionais acerca das adequações, limitações e possibilidades dos diferentes métodos, técnicas e ferramentas disponíveis para o controle do Aedes aegypti. A iniciativa visa buscar ações factíveis, possíveis e eficazes, em consonância com as diferentes realidades sócio-ambientais brasileiras. Segundo o coordenador do curso, Eduardo Dias Wemelinger, o atual cenário de tríplice epidemia viral que tem como principal vetor o Aedes aegypti, a ausência de vacinas e a incapacidade dos programas de controle de vetores em evitar a expansão das epidemias de Dengue, Zika e Chikungunya nas cidades brasileiras impõem a necessidade de preparar melhor os profissionais envolvidos no controle de vetores. Ao todo, 30 vagas serão oferecidas. Acesse o edital. 

  7. Residência Multiprofissional em Saúde da Família prorroga inscrições para turma 2018/2020

    A Escola Nacional de Saúde Pública prorrogou as inscrições, até 14/8/2017, para a Residência Multiprofissional em Saúde da Família (2018-2020). O curso, que tem por objetivo promover o desenvolvimento de atributos à equipe multiprofissional de saúde de nível superior (assistente social, cirurgião-dentista, educador físico, enfermeiro, farmacêutico, nutricionista e psicólogo) para atuar nas Equipes de Saúde da Família e nos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf), oferece 35 vagas. Os interessados devem se inscrever na Plataforma Sigals (www.sigals.fiocruz.br).

  8. Residência Multiprofissional em Saúde da Família prorroga inscrições para turma 2018/2020

    A Escola Nacional de Saúde Pública prorrogou as inscrições, até 14/8/2017, para a Residência Multiprofissional em Saúde da Família (2018-2020). O curso, que tem por objetivo promover o desenvolvimento de atributos à equipe multiprofissional de saúde de nível superior (assistente social, cirurgião-dentista, educador físico, enfermeiro, farmacêutico, nutricionista e psicólogo) para atuar nas Equipes de Saúde da Família e nos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf), oferece 35 vagas. Os interessados devem se inscrever na Plataforma Sigals (www.sigals.fiocruz.br).

  9. Especialização em Promoção da Saúde prorroga período de inscrições

    A Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (ENSP/Fiocruz) prorrogou, até 31 de julho, o período de incrições para o curso de Especialização em Promoção da Saúde e Desenvolvimento Social 2017, na modalidade presencial. Coordenado pelas pesquisadoras Maria de Fátima Lobato Tavares e Rosa Maria da Rocha, o curso oferece 32 vagas (sendo 2 candidatos estrangeiros) e tem por base o conceito ampliado de saúde e a ação sobre os determinantes sociais de saúde. Leia no edital na Página de Ensino da ENSP.
     

  10. Inscrições abertas para curso sobre teoria e boas práticas em aleitamento materno

    Estão abertas, até 15 de agosto, as inscrições para o Curso de Qualificação Profissional Aleitamento Materno: teorias e boas práticas para atuação dos profissionais. O curso tem por objetivo capacitar os profissionais de saúde de nível superior que atuam na atenção à saúde da mulher, da criança e da família no desenvolvimento de ações promotoras do aleitamento materno. Além de buscar atualizar e promover um olhar ampliado sobre o tema junto aos profissionais de saúde que atuam na atenção à saúde da mulher, da criança e da família, buscando melhorar a qualidade da assistência prestada, e promover, apoiar e incentivar o aleitamento materno, visando o aumento das taxas de aleitamento exclusivo e de doação de leite humano para bancos de leite. Ao todo 25 vagas estão disponíveis, voltadas a profissionais de nível superior que atuam na atenção à saúde da mulher da criança e da família e que tenham potencial para se tornarem multiplicadores. As inscrições devem ser feitas através da Plataforma Siga. Acesse aqui o edital do curso.