1. ENSP inicia ano letivo com cerca de 800 alunos

    Uma tarde de emoções e lembranças marcou a abertura do ano letivo da ENSP em 2007. Novos alunos de mestrado e doutorado em Saúde Pública e Saúde Pública e Meio Ambiente se juntaram aos colegas que já fazem parte da Escola e foram recepcionados pelo diretor Antônio Ivo de Carvalho, pela vice-presidente de Ensino, Informação e Comunicação da Fiocruz, Maria do Carmo Leal, de representantes das quatro Coordenações (Pós-Graduação, Desenvolvimento Institucional e Gestão, Escola de Governo e de Pesquisa) e dos chefes dos oito departamentos da ENSP. Neste ano, a ENSP conta com cerca de 800 alunos circulando em seus corredores, trocando experiências e idéias, aprendendo, ensinando e contribuindo para aprimorar o sistema de saúde brasileiro. Confira, na Biblioteca Multimídia da ENSP, o áudio da abertura do ano letivo da ENSP 2007.

  2. Novas possibilidades na assistência centrada no paciente é tema de aula do curso de Especialização em Gestão Hospitalar

    O médico-sanitarista e professor da Unicamp, Gastão Wagner de Souza Campos, é o convidado do curso de Especialização em Gestão Hospitalar, nesta quarta-feira (05/12). A aula faz parte da programação prevista para a Unidade de Aprendizagem Gestão do Cuidado, coordenada por Victor Grabois, da Escola de Governo em Saúde (ESG/ENSP), e Marilene de Castilho Sá, do Departamento de Administração e Planejamento em Saúde (Daps/ENSP). O tema será Novas Possibilidades na Assistência Centrada no Paciente: clínica ampliada, projetos terapêuticos singulares, equipes de referência, e terá Victor Grabois como debatedor.

  3. Universo de trabalho das equipes de ESF orienta IV edição do Ciclo de Debates

    A cada ano, o Ciclo de Debates: conversando sobre a estratégia da saúde da família se afirma no calendário de atividades da Escola Nacional de Saúde Pública. Em sua quarta edição, o evento reuniu mais de trinta debatedores, em duas semanas de trabalho, e trouxe questões e perguntas que integram o universo dos trabalhadores em saúde, pesquisadores, residentes e profissionais da estratégia, que tem como foco do processo de trabalho, a atenção à saúde da família. Além disso, se insere em uma missão da ENSP, que visa a qualificação de recursos humanos para o sistema de saúde.

  4. Saúde indígena: aula inaugural aproxima alunos e tutores

    A aula inaugural da segunda turma do Curso de Vigilância Alimentar e Nutricional para a Saúde Indígena reuniu alunos, tutores, orientadores, coordenadores e gestores, na sexta-feira (15/08), para a apresentação dos objetivos e dos resultados da avaliação da primeira etapa do programa, destinada aos alunos de especialização. O questionário moldou a nova fase do curso e revelou a necessidade de criar um momento presencial para aproximar alunos e tutores que trabalham com a saúde indígena em áreas de difícil acesso no país. O áudio e as apresentações estão disponíveis na Biblioteca Multimídia da ENSP.

  5. Curso em Ética Aplicada tem aula inaugural nesta terça (8/08)

    Nesta terça-feira (8/08), o Curso de Atualização em Ética Aplicada à Pesquisa Científica promove uma aula inaugural com o vice-presidente de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico da Fiocruz, Reinaldo Guimarães. O evento será realizado na sala 410 da ENSP, às 13h. Também estarão presentes na aula inaugural o diretor da ENSP, Antônio Ivo de Carvalho, e o coordenador do Núcleo de Bioética da ENSP e presidente da Sociedade de Bioética do Rio de Janeiro, Fermin Roland Schramm. O evento é aberto ao público e não é necessária inscrição prévia.

  6. Saúde da Família: alegria marca formatura de residentes

    Risos, lágrimas, nervosismo; emoções à flor da pele. Esse foi o clima da cerimônia de formatura da primeira turma do Curso de Especialização em Saúde da Família nos Moldes da Residência da ENSP/Fiocruz, cuja riqueza era expressa tanto pela diversidade de formação medicina, enfermagem, odontologia, nutrição, psicologia e serviço social e de origem São Paulo, Minas Gerais, Bahia, entre outros estados quanto pela uniformidade de propósito: trabalhar pela mudança de cenário da Saúde no Brasil. A minha expectativa é poder levar tudo o que eu aprendi, nesses dois anos, para a minha prática, visando tornar o SUS uma realidade, afirmava a dentista Ludmila Moraes, com o mesmo entusiasmo de todos os seus colegas.

  7. Saúde, trabalho e ambiente: uma relação indissociável

    Re-visão (desconstrução de paradigmas instituídos), compromisso ético e político, re-ação à exploração do trabalho e da natureza, e re-construção da vida social. Com esse convite, feito a todos os presentes, e uma poesia de Frei Betto, a professora Raquel Maria Rigotto, do Núcleo Trabalho, Meio Ambiente e Saúde, da Universidade Federal do Ceará (UFC), finalizou a palestra Saúde, Trabalho e Ambiente: um convite a uma nova Cosmovisão (e a novas práticas!), proferida na aula inaugural do curso de especialização em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana do Cesteh/ENSP/Fiocruz. Em breve, o vídeo da aula, realizada na segunda-feira (06/08), estará disponível na Rede Fiocruz. Confira o áudio e a apresentação da palestra na Biblioteca Multimídia da ENSP.

  8. Último Colégio de Doutores da ENSP define metas para 2008

    Quarenta e oito doutores da ENSP se encontraram, no dia 10 de dezembro, para a última reunião do Colégio de Doutores da Escola, no Salão Internacional. Conduzido pela coordenadora geral da Pós-graduação, Maria Helena Mendonça, e pela coordenadora do programa de Saúde Pública da ENSP, Cristina Guilam, o encontro apresentou e discutiu o último relatório de avaliação da Capes, onde a Escola manteve a nota 6 no programa de Saúde Pública e a nota 5 no de Saúde Pública e Meio Ambiente. O programa de Epidemiologia, que terá início em 2008, também tem nota 6 na Capes. O pesquisador da ENSP e representante adjunto da Área da Saúde Coletiva da Capes, Ricardo Ventura Santos, participou do processo avaliativo e esclareceu possíveis dúvidas sobre o documento para os doutores presentes.

  9. ENSP capacita profissionais do RJ na área da saúde do trabalhador

    A Escola Nacional de Saúde Pública, por meio do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP), está atuando como incubadora de gestão e tecnologia do Centro de Referência Estadual de Saúde do Trabalhador (Cresat). A participação do Cesteh/ENSP se dá na formação e capacitação de profissionais do estado do Rio de Janeiro, com os cursos de especialização, transferência de tecnologia e experiência de mais de vinte anos agindo em prol da saúde do trabalhador.