1. Mestrado Profissional em Justiça e Saúde segue com inscrições abertas até 20/1

    O novo mestrado profissional em Justiça e Saúde, criado a partir do convênio entre a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) e a Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (Emerj), segue com inscrições abertas até dia 20 de janeiro de 2017. Dirigido a profissionais magistrados da ativa do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, o curso oferece 20 vagas. "Consideramos esse projeto estratégico, na medida em que consolida a parceria de quinze anos entre Dhis/ENSP/Fiocruz - Emerj. A formação de magistrados representa imenso avanço na construção de uma política integrada e consolidadora entre o campo da Saúde e do Direito", afirmou a chefe do Dihs, Maria Helena Barros de Oliveira. Faça aqui sua inscrição.

  2. Inscrições abertas para curso sobre prevenção de Doenças Crônicas Não Transmissíveis

    Estão abertas, até 31 de janeiro de 2017, as inscrições para o Curso Prevenindo Doenças Crônicas Não Transmissíveis: tabaco, álcool, alimentação inadequada e inatividade física. O objetivo do curso é conhecer a importância dos fatores de risco envolvidos nas DCNT´s, além de conhecer o marco teórico da prevenção e promoção da saúde, suas principais estratégias e impacto de programas multidisciplinares em diversos contextos com ênfase no tabaco, atividade física e hábitos alimentares saudáveis. O curso de qualificação profissional em nível de atualização, na modalidade presencial, é coordenado pelas pesquisadoras do Centro de Estudos sobre Tabaco e Saúde da ENSP, Ana Paula Natividade de Oliveira e Valeska Carvalho Figueiredo. O publico alvo são profissionais de saúde de nível superior vinculados ao SUS, profissionais de saúde em geral e profissionais de áreas relacionadas ao tema. Acesse o edital, disponivel na Plataforma Siga. 

     

  3. Inscrições abertas para Doutorado em Saúde, Ambiente e Sociedade

    Formar doutores capacitados a conduzir pesquisas em áreas específicas e para docência no ensino superior e na pós-graduação, comprometidos com uma visão contemporânea da temática regional, nacional e internacional nas áreas de Saúde Coletiva, Medicina Tropical e Saúde da Criança e da Mulher, é o principal objetivo do curso de Doutorado em Saúde, Ambiente e Sociedade, oferecido oor meio de consórcio entre os Programas de Pós-Graduação em Saúde Pública, Epidemiologia em Saúde Pública e Saúde Pública e Meio Ambiente da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), o Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) e o Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e da Mulher do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz). Os interessados devem se inscrever até 9 de fevereiro na Plataforma Siga.

  4. Inscrições abertas para curso sobre prevenção de Doenças Crônicas Não Transmissíveis

    Estão abertas, até 31 de janeiro de 2017, as inscrições para o Curso Prevenindo Doenças Crônicas Não Transmissíveis: tabaco, álcool, alimentação inadequada e inatividade física. O objetivo do curso é conhecer a importância dos fatores de risco envolvidos nas DCNT´s, além de conhecer o marco teórico da prevenção e promoção da saúde, suas principais estratégias e impacto de programas multidisciplinares em diversos contextos com ênfase no tabaco, atividade física e hábitos alimentares saudáveis. O curso de qualificação profissional em nível de atualização, na modalidade presencial, é coordenado pelas pesquisadoras do Centro de Estudos sobre Tabaco e Saúde da ENSP, Ana Paula Natividade de Oliveira e Valeska Carvalho Figueiredo. O publico alvo são profissionais de saúde de nível superior vinculados ao SUS, profissionais de saúde em geral e profissionais de áreas relacionadas ao tema. Acesse o edital, disponivel na Plataforma Siga. 

     

  5. Egressos debateram desafios entre teoria e prática no campo da Saúde do Trabalhador

    Uma lupa sobre um trabalho que já realizava. É assim que Graça Alcântara vê o curso de Especialização em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana do Cesteh/ENSP, no qual acaba de se formar. Assistente social no Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense, Graça foi uma das debatedoras do encontro Memórias de estudantes: o curso de Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana na perspectiva dos egressos. Também participaram da atividade como debatedores o biólogo André Luiz Machado, que terminou sua especialização em 2014 e, hoje, atua como técnico em Saúde do Trabalhador em Seropédica, no interior do Estado do Rio, e Antônia Ignez, engenheira em segurança do trabalho, que atua no Sindicato dos Petroleiros do Rio de Janeiro e fez sua especialização no Cesteh em 1991. O debate foi moderado pelo coodenador de ensino do Cesteh, Gideon Borges.

  6. ENSP segue com inscrições abertas para cursos de especialização

    A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca está com inscrições abertas para seis cursos de especialização. Entre eles, o curso mais tradicional da ENSP, a Especialização em Saúde Pública, na grade curricular da Escola há sessenta anos, que pretende introduzir o aluno no campo da saúde coletiva e gerar competências para sua atuação como sanitarista. As inscrições seguem abertas ainda para os cursos de Direitos Humanos e Saúde; Gênero, Sexualidade e Direitos Humanos; Gestão Urbana e Saúde; Gestão e Tecnologias do Saneamento; e Pesquisa de Campo com ênfase em Epidemiologia das Doenças Crônicas. Todas as informações sobre cada curso e seus editais estão disponíveis na Plataforma Sigals. Confira,  a seguir, os cursos de especialização disponíveis e seus prazos de inscrição.

  7. Egressos debateram desafios entre teoria e prática no campo da Saúde do Trabalhador

    Uma lupa sobre um trabalho que já realizava. É assim que Graça Alcântara vê o curso de Especialização em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana do Cesteh/ENSP, no qual acaba de se formar. Assistente social no Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense, Graça foi uma das debatedoras do encontro Memórias de estudantes: o curso de Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana na perspectiva dos egressos. Também participaram da atividade como debatedores o biólogo André Luiz Machado, que terminou sua especialização em 2014 e, hoje, atua como técnico em Saúde do Trabalhador em Seropédica, no interior do Estado do Rio, e Antônia Ignez, engenheira em segurança do trabalho, que atua no Sindicato dos Petroleiros do Rio de Janeiro e fez sua especialização no Cesteh em 1991. O debate foi moderado pelo coodenador de ensino do Cesteh, Gideon Borges.