1. Investimento em dose dupla para combater a resistência aos antimicrobianos

    Duas oportunidades de financiamento de projetos no tema de resistência aos antibióticos estão abertas por meio de editais que envolvem parcerias entre Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Fundação Bill & Melinda Gates. Os editais abrangem linhas temáticas complementares na busca de soluções para esse problema, que ameaça a saúde da população em todo o mundo e pode matar 50 milhões de pessoas até 2050. Os interessados podem se inscrever em uma ou nas duas chamadas.

  2. Vice-Presidência divulga edital para projetos de divulgação científica

    A Vice-Presidência de Educação, Informação e Comunicação torna público o edital para apresentação de propostas para projetos de Divulgação Científica no campo da Saúde, com o objetivo de estimular a divulgação científica por meio do diálogo entre cientistas e a sociedade. O projeto pode ser submetido por profissionais servidores, terceirizados, bolsistas e/ou alunos da instituição. Serão aceitas propostas em todos os campos do conhecimento nos quais a Fiocruz atua, com particular interesse em propostas que tratem dos seguintes temas: Vigilância em saúde; Arboviroses; Resistência microbiana; Violência e Saúde; Saúde e Ambiente.

  3. Saúde Mental e Atenção Psicossocial: curso publica edital 2018

    Já está disponível o edital para a nova turma do curso de especialização em Saúde Mental e Atenção Psicossocial. A formação oferece um espaço dinâmico de trocas de experiências que favoreçam e estimulem um pensar crítico no âmbito da saúde pública e, sobretudo da área especifica do curso. As inscrições terão início na próxima sexta-feira, 6/4 e irão até 7/5. Leia todos os detalhes disponíveis no edital: datas, documentos necessários, locais de prova e outros. 

  4. Saúde Mental e Atenção Psicossocial: curso publica edital 2018

    Já está disponível o edital para a nova turma do curso de especialização em Saúde Mental e Atenção Psicossocial. A formação oferece um espaço dinâmico de trocas de experiências que favoreçam e estimulem um pensar crítico no âmbito da saúde pública e, sobretudo da área especifica do curso. As inscrições terão início na próxima sexta-feira, 6/4 e irão até 7/5. Leia todos os detalhes disponíveis no edital: datas, documentos necessários, locais de prova e outros. 

  5. Fiocruz lança edital para estimular divulgação científica

    A Presidência da Fiocruz, por meio da Vice-Presidência de Educação, Informação e Comunicação da Fiocruz, torna público o edital para apresentação de propostas para projetos de Divulgação Científica no campo da Saúde. Seu objetivo é estimular a divulgação científica por meio do diálogo entre cientistas e a sociedade. Os projetos podem ser submetidos por profissionais servidores, terceirizados, bolsistas e/ou alunos da instituição. Serão aceitas propostas em todos os campos do conhecimento nos quais a Fiocruz atua, com particular interesse em propostas que tratem dos seguintes temas: Vigilância em Saúde; Arboviroses; Resistência Microbiana; Violência e Saúde; e Saúde e Ambiente.

  6. Ministério da Saúde e Fundação Gates fortalecem parceria para inovação em saúde

    Os pesquisadores brasileiros terão duas oportunidades de financiamento para estudos inovadores com temas estratégicos para o SUS. O Ministério da Saúde, a Fundação Bill e Melinda Gates e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) irão investir mais de R$3,5 milhões em pesquisas com foco na 'Ciência de dados para melhorar a saúde materno-infantil no Brasil' e em 'Novas abordagens para caracterizar a carga global de resistência aos Antimicrobianos'. A primeira chamada pública já está com inscrições abertas desde o dia 5/3) no site do Grand Challenges da Fundação Gates. Já a segunda, será lançada na segunda quinzena de março também no portal da instituição. O prazo para execução dos projetos é de 18 meses.

  7. Projeto internacional visa construção de cidades saudáveis na América Latina

    Durante os próximos cinco anos, as pesquisadoras Letícia Cardoso, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, e Fátima Pina, do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde, estarão empenhadas em responder à seguinte pergunta: As cidades da América Latina podem ser mais saudáveis? O questionamento, suscitado com base no projeto internacional “Construindo cidades mais saudáveis, equânimes e ambientalmente sustentáveis: lições da América Latina”, é liderado pela Universidade Drexel e envolverá 11 instituições da América Latina e mais 3 dos Estados Unidos.

  8. Projeto internacional visa construção de cidades saudáveis na América Latina

    Durante os próximos cinco anos, as pesquisadoras Letícia Cardoso, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, e Fátima Pina, do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde, estarão empenhadas em responder à seguinte pergunta: As cidades da América Latina podem ser mais saudáveis? O questionamento, suscitado com base no projeto internacional “Construindo cidades mais saudáveis, equânimes e ambientalmente sustentáveis: lições da América Latina”, é liderado pela Universidade Drexel e envolverá 11 instituições da América Latina e mais 3 dos Estados Unidos.