1. Edital PMA Fiocruz 2015: prorrogação do prazo e alteração da elegibilidade do proponente

    Em virtude dos problemas de acesso ao site do Edital Políticas Públicas e Modelos de Atenção à Saúde - Fiocruz (PMA 2015), o que impossibilitou o registro dos projetos durante alguns dias, a Vice-Presidência de Pesquisa e Laboratórios de Referência (VPPLR/Fiocruz) informa que o prazo para submissão dos projetos de pesquisa foi prorrogado até o dia 3 de junho. Esta é a data final para que os interessados enviem tanto pelo site como entreguem em papel. A vice-presidência adverte ainda sobre a errata em relação ao item 4.1 do Edital, em relação à elegibilidade dos proponentes.

  2. Edital da PNUD busca projetos indígenas

    Com o objetivo de apoiar propostas que promovam ações de conservação da biodiversidade e a melhoria da qualidade de vida dos povos indígenas, o Projeto Gestão Ambiental e Territorial Indígena (GATI) e o Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN) lançaram um edital para contratação de pequenos projetos indígenas no valor de até R$40 mil. A chamada é destinada às associações indígenas, indigenistas/ou socioambientalistas, que tenham experiência e atuação nas áreas de referência do Projeto GATI e que estejam formalmente constituídas. A data limite para o envio das propostas é 11 de maio de 2015.

  3. Fiocruz lança edital de pesquisa para Políticas Públicas e Modelos de Atenção à Saúde

    A Presidência da Fiocruz lançou o edital de pesquisa no qual serão contemplados Projetos de Pesquisa Aplicada nas áreas de Políticas Públicas, Modelos de Atenção e Gestão de Sistema e Serviços de Saúde para o SUS. Os temas são Atenção Primária de Saúde (APS) e Institutos Nacionais de Saúde da Fiocruz e em ambos, os projetos deverão propor soluções inovadoras para melhorar o acesso a ações e serviços do SUS. Os projetos terão dois anos para execução dos recursos.

  4. Inscrições abertas para bolsa de pós-doutorado até 18 de maio

    Estão abertas, até 18 de maio, as inscrições para bolsa de pós-doutorado para o projeto Acidente de Trabalho: da análise sócio técnica à construção social de mudanças, da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo. O tempo de auxílio da bolsa é de 24 meses e os candidatos a preencher a vaga devem possuir PhD nas linhas de pesquisa em Saúde do Trabalhador e Saúde Coletiva/Saúde Pública ou Ergonomia da atividade. Alunos que tenham estimativa de data de defesa da tese de doutorado também podem se inscrever.

     

  5. Faperj lança edital de pesquisa para várias doenças negligenciadas

    Estreitando os laços de cooperação científica do Estado do Rio de Janeiro com a Suíça, a Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) lançou o seu primeiro edital conjunto com a Swiss National Science Foundation (SNSF), a mais importante agência federal de promoção à ciência e pesquisa nesse país europeu. Intitulado Scientific and Technological Cooperation Program between Switzerland and the State of Rio, o edital vai contemplar, nesta primeira edição, propostas de pesquisa desenvolvidas de acordo com três temas: 1) Doenças Negligenciadas – doença de Chagas, febre chicungunha, cisticercose/teníase, dengue, filariose, leishmaniose, lepra (hanseníase), leptospirose, filariose linfática, malária, ickettsiose, esquistossomose, helmintíases, esporotricose, toxoplasmose, tracoma, tuberculose, febre Amarela –; 2) Química, com foco em tecnologias limpas; e 3) Desenvolvimento Urbano. O prazo limite de submissão das propostas será 15 de junho de 2015 e os resultados serão divulgados a partir de 10 de dezembro deste ano.

  6. Programa da Capes financiará até 60 projetos em 2015

    A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) divulgou o edital do Programa Geral de Cooperação Internacional (PGCI), que selecionará projetos conjuntos de pesquisa, parcerias universitárias e candidaturas individuais em qualquer área do conhecimento durante o ano de 2015.

  7. Estudo sobre origem e evolução das parasitoses é aprovado em edital que promove intercâmbio entre Brasil e França

    O pesquisador Adauto Araújo, da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz), teve o projeto Paleoparasitologia e o ADN antigo aprovado no Programa Capes/Cofecub, que promove a realização do intercâmbio científico entre instituições de ensino superior do Brasil e da França e a formação de recursos humanos de alto nível nos dois países. O estudo trata da origem e evolução das parasitoses ao longo do tempo, por meio das análises de amostras arqueológicas e paleontológicas, datadas desde o período jurássico até o passado recente, em busca de vestígios de parasitos. Ao todo, o edital selecionou 44 projetos conjuntos de pesquisa e parcerias universitárias. 

  8. Programa da Capes financiará até 60 projetos em 2015

    A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) divulgou o edital do Programa Geral de Cooperação Internacional (PGCI), que selecionará projetos conjuntos de pesquisa, parcerias universitárias e candidaturas individuais em qualquer área do conhecimento durante o ano de 2015.

  9. Edital seleciona projetos com a temática do desenvolvimento infantil

    Até o dia 13 de janeiros os interessados podem enviar propostas ao programa Grandes Desafios Brasil: Desenvolvimento Saudável para Todas as Crianças. Lançada pela Fundação Bill & Melinda Gates, o Ministério da Saúde e o CNPq em novembro, a iniciativa oferece 10 milhões de reais para estudos brasileiros capazes de detectar obstáculos ao desenvolvimento infantil e propor uma combinação de medidas inovadoras para solucioná-los.