1. Ceensp debate dignidade humana e direitos humanos nesta quarta (19/10)

    Nesta quarta-feira, 19 de outubro, o Centro Estudos Miguel Murat de Vansconcelos da ENSP debaterá Dignidade humana e os Direitos Humanos, a partir das 14 horas. O Ceensp marca o Bioethics Day, instituído pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) e acontecerá através da parceria entre o Programa Pós-Graduação em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva (PPGBIOS) e a unidade do Rio de Janeiro da Chair in Bioethics da Unesco. Na ocasião haverá uma homenagem aos professores Fermin Roland Schramm, do Departamento de Ciências Sociais (DCS/ENSP) e Olinto Pegoraro, (UFRJ e UERJ e PPGBIOS) pela fundamental contribuição no desenvolvimento da Bioética no Brasil e no mundo. Após a homenagem acontecerá a palestra Bioética e Saúde Pública, com a participação do pesquisador do Centro de Referência Professor Hélio Fraga (CRPHF), Pablo Fortes, que abordará a eticidade do tratamento compulsório em tuberculose, e da professora da Universidade de Brasília (UnB), Débora Diniz, que discutirá a questão da zika, direitos humanos e mulheres. Haverá ainda o lançamento do livro Zika: do sertão nordestino à ameaça global, de autoria de Débora e do PPGBIOS.

  2. Centro de Estudos da ENSP discutiu política de comunicação da Fiocruz

    Tratada como área estratégica desde os tempos em que os pioneiros da Fiocruz registravam e publicavam suas expedições científicas, a comunicação da fundação vem passando por uma série de transformações importantes nas últimas décadas, o que fez surgir a necessidade uma política própria para o setor. Em discussão desde junho de 2015, a Política de Comunicação da Fiocruz esteve em consulta pública até o último dia 9 de setembro e agora aguarda que a câmara técnica responsável analise todo conteúdo enviado colaborativamente nesta consulta, para apresentá-lo ao Conselho Deliberativo da Fiocruz. Entre outros eventos em que se discutiu o tema, foi realizado no dia 5 de setembro um debate no Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos da ENSP (Ceensp), com a participação de Rogério Lannes, coordenador do programa Radis e do vice-diretor do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica (Icict/Fiocruz), Rodrigo Murtinho.

  3. Centro de Estudos debate desafios éticos e jurídicos das pessoas com deficiência

    O Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos, da Escola Nacional de Saúde Pública, recebeu as professoras Heloisa Helena Barboza, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), e Maria Clara Dias, da Universidade Federal Fluminense (UFRJ), para discutir os desafios éticos e jurídicos das pessoas com deficiência. Apesar de sabermos que a cidadania deveria estar presente em todos os âmbitos da sociedade, na maioria das vezes, não é o que ocorre. Sob a coordenação do pesquisador Sergio Rego, do Programa de Pós-Graduação em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva (PPGBIOS), o debate marcou também o início das atividades letivas do segundo semestre da Pós-Graduação. De acordo com Sergio, a população de pessoas com deficiência foi contemplada no ano passado com a aprovação da Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência, que traz grandes novidades e afeta profundamente a vida e os direitos desse segmento populacional. Para o coordenador geral do PPGBIOS, é importante discutir os aspectos e desafios éticos e jurídicos dentro do contexto atual de grande preocupação, uma vez que estamos passando por um momento delicado, em que as perspectivas são de um governo que vai contra, cada vez mais, os direitos adquiridos e os direitos conquistados da cidadania.

  4. Ceensp reúne múltiplos olhares sobre a 'pílula do câncer'

    O Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos da ENSP reuniu os olhares acadêmico, científico, jurídico e legislativo para discutir a "eficácia" da fosfoetanolamina sintética para fins terapêuticos. A atividade, que recebeu o coordenador do Laboratório de Toxicologia da ENSP, Francisco Paumgartten, a advogada e professora do Instituto de Saúde Coletiva da UFRJ, Miriam Ventura, e o vereador (RJ) Paulo Pinheiro, debateu as evidências experimentais, os argumentos do judiciário e a necessidade de as instâncias de poder caminharem ao lado da ciência para a tomada de decisões. Em relação à eficiência da "pílula do câncer", o expositor da ENSP questionou a fragilidade das avaliações. "Sobre a eficácia da fosfoetanolamina sintética para tratar o câncer, o que há são apenas rumores que não têm, até agora, qualquer apoio em evidência empírica cientificamente válida."

  5. Centro de Estudos da ENSP debaterá telhados verdes e seus impactos na saúde e ambiente

    O próximo Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos da ENSP terá como tema Telhados verdes e seus impactos na saúde e meio ambiente. A tecnologia é bem simples: o telhado verde consiste basicamente na utilização de recipientes com plantas no topo das residências que objetivam reduzir a temperatura interna do ambiente. Segundo o pesquisador da ENSP e engenheiro civil Renato Castiglia, os benefícios são muitos e qualquer pessoa pode fazer um telhado verde. “Além de proporcionar economia de energia, as plantas retêm água, podendo conter a quantidade de chuvas que chegam ao solo e, consequentemente, reduzir o risco de enchentes”, explica. O Ceensp, marcado para 21 de setembro, às 14 horas, contará com as apresentações de Renato Castiglia e Sylvia Meimaridou Rola, diretora adjunto de extensão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro. A atividade, coordenada pelo pesquisador da ENSP Tatsuo Carlos Shubo, é aberta a todos os interessados e não necessita de inscrição prévia. 

  6. Centro de Estudos da ENSP debaterá telhados verdes e seus impactos na saúde e ambiente

    O próximo Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos da ENSP terá como tema Telhados verdes e seus impactos na saúde e meio ambiente. A tecnologia é bem simples: o telhado verde consiste basicamente na utilização de recipientes com plantas no topo das residências que objetivam reduzir a temperatura interna do ambiente. Segundo o pesquisador da ENSP e engenheiro civil Renato Castiglia, os benefícios são muitos e qualquer pessoa pode fazer um telhado verde. “Além de proporcionar economia de energia, as plantas retêm água, podendo conter a quantidade de chuvas que chegam ao solo e, consequentemente, reduzir o risco de enchentes”, explica. O Ceensp, marcado para 21 de setembro, às 14 horas, contará com as apresentações de Renato Castiglia e Sylvia Meimaridou Rola, diretora adjunto de extensão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro. A atividade, coordenada pelo pesquisador da ENSP Tatsuo Carlos Shubo, é aberta a todos os interessados e não necessita de inscrição prévia. 

  7. Centro de Estudos da ENSP debaterá telhados verdes e seus impactos na saúde e ambiente

    O próximo Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos da ENSP terá como tema Telhados verdes e seus impactos na saúde e meio ambiente. A tecnologia é bem simples: o telhado verde consiste basicamente na utilização de recipientes com plantas no topo das residências que objetivam reduzir a temperatura interna do ambiente. Segundo o pesquisador da ENSP e engenheiro civil Renato Castiglia, os benefícios são muitos e qualquer pessoa pode fazer um telhado verde. “Além de proporcionar economia de energia, as plantas retêm água, podendo conter a quantidade de chuvas que chegam ao solo e, consequentemente, reduzir o risco de enchentes”, explica. O Ceensp, marcado para 21 de setembro, às 14 horas, contará com as apresentações de Renato Castiglia e Sylvia Meimaridou Rola, diretora adjunto de extensão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro. A atividade, coordenada pelo pesquisador da ENSP Tatsuo Carlos Shubo, é aberta a todos os interessados e não necessita de inscrição prévia. 

  8. Centro de Estudos da ENSP debaterá telhados verdes e seus impactos na saúde e ambiente

    O próximo Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos da ENSP terá como tema Telhados verdes e seus impactos na saúde e meio ambiente. A tecnologia é bem simples: o telhado verde consiste basicamente na utilização de recipientes com plantas no topo das residências que objetivam reduzir a temperatura interna do ambiente. Segundo o pesquisador da ENSP e engenheiro civil Renato Castiglia, os benefícios são muitos e qualquer pessoa pode fazer um telhado verde. “Além de proporcionar economia de energia, as plantas retêm água, podendo conter a quantidade de chuvas que chegam ao solo e, consequentemente, reduzir o risco de enchentes”, explica. O Ceensp, marcado para 21 de setembro, às 14 horas, contará com as apresentações de Renato Castiglia e Sylvia Meimaridou Rola, diretora adjunto de extensão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro. A atividade, coordenada pelo pesquisador da ENSP Tatsuo Carlos Shubo, é aberta a todos os interessados e não necessita de inscrição prévia. 

  9. Comunicação pública em pauta no Centro de Estudos da ENSP

    A próxima edição do Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos da ENSP discutirá a implantação da Política de Comunicação da Fiocruz. O documento, que está em consulta pública interna até o dia 9/9, tem o propósito de estabelecer princípios, diretrizes, orientações, normas e responsabilidades, no âmbito de sua abrangência, com a finalidade de contribuir para a missão da Fiocruz e seus objetivos estratégicos, em especial o seu compromisso com a sociedade e com o desenvolvimento e a consolidação do SUS. Coordenado pelo editor-chefe do Programa Radis de Comunicação e Saúde, Rogério Lannes, e com participação do vice-diretor do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica (Icict/Fiocruz), Rodrigo Murtinho, o Ceensp 'Comunicação, Saúde e Sociedade' está marcado para as 14 horas, no auditório térreo da ENSP. O evento é aberto ao público.

  10. Comunicação pública em pauta no Centro de Estudos da ENSP

    A próxima edição do Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos da ENSP discutirá a implantação da Política de Comunicação da Fiocruz. O documento, que está em consulta pública interna até o dia 9/9, tem o propósito de estabelecer princípios, diretrizes, orientações, normas e responsabilidades, no âmbito de sua abrangência, com a finalidade de contribuir para a missão da Fiocruz e seus objetivos estratégicos, em especial o seu compromisso com a sociedade e com o desenvolvimento e a consolidação do SUS. Coordenado pelo editor-chefe do Programa Radis de Comunicação e Saúde, Rogério Lannes, e com participação do vice-diretor do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica (Icict/Fiocruz), Rodrigo Murtinho, o Ceensp 'Comunicação, Saúde e Sociedade' está marcado para as 14 horas, no auditório térreo da ENSP. O evento é aberto ao público.