1. Centro de Estudos debate as ações de vigilância do campo da saúde durante os jogos olímpicos

    Uma série de ações em saúde e vigilância sanitária já estão sendo implementadas na cidade do Rio de Janeiro visando os jogos olímpicos, que ocorrerão no mês de agosto. Todo o planejamento é realizado em conjunto com o estado e município do Rio de Janeiro, integrando atendimento e vigilância epidemiológica. O Brasil vai receber visitantes de todas as partes do mundo e cada um traz em sua bagagem também seus vírus e bactérias. Mas será que estamos preparados para fazer esse controle? Nossa Vigilância Sanitária já tomou medidas efetivamente preventivas? O que pode acontecer? Para debater essas e outras questões, o Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos retorna para mais um encontro, no dia 27 de abril, com o tema A atuação das vigilâncias do campo da saúde nas Olimpíadas de 2016. Marcado para 13h30, no salão internacional da Escola, o Ceensp conta com as participações de Cláudio Henriques (Devit/SVS), Arnaldo Lassance (ENSP/Fiocruz) e Rodolfo Nunes (Anvisa). Na ocasião, ocorrerá o lançamento do jogo educativo Vigilância Sanitária nos Eventos de Massa.

  2. Centro de Estudos debate as ações de vigilância do campo da saúde durante os jogos olímpicos

    Uma série de ações em saúde e vigilância sanitária já estão sendo implementadas na cidade do Rio de Janeiro visando os jogos olímpicos, que ocorrerão no mês de agosto. Todo o planejamento é realizado em conjunto com o estado e município do Rio de Janeiro, integrando atendimento e vigilância epidemiológica. O Brasil vai receber visitantes de todas as partes do mundo e cada um traz em sua bagagem também seus vírus e bactérias. Mas será que estamos preparados para fazer esse controle? Nossa Vigilância Sanitária já tomou medidas efetivamente preventivas? O que pode acontecer? Para debater essas e outras questões, o Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos retorna para mais um encontro, no dia 27 de abril, com o tema A atuação das vigilâncias do campo da saúde nas Olimpíadas de 2016. Marcado para 13h30, no salão internacional da Escola, o Ceensp conta com as participações de Cláudio Henriques (Devit/SVS), Arnaldo Lassance (ENSP/Fiocruz) e Rodolfo Nunes (Anvisa). Na ocasião, ocorrerá o lançamento do jogo educativo Vigilância Sanitária nos Eventos de Massa.

  3. Conjuntura das políticas de saúde do Brasil na pauta do Ceensp

    Cenário atual das políticas de saúde no Brasil estará na pauta do Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcelos da ENSP no dia 20 de abril. A atividade será coordenada pelo pesquisador do Departamento de Ciências Sociais da ENSP (DCS) Nilson do Rosário Costa e receberá os palestrantes Ligia Bahia, do Núcleo de Estudos de Saúde Coletiva da UFRJ (Nesc), e Mario Roberto Dal Poz, do Instituto de Medicina Social, do Instituto de Medicina Social da Uerj. O Ceensp, que está marcado para as 14 horas, no salão internacional da ENSP, promoverá o lançamento do número especial (volume 39) da Revista Saúde em Debate, com o tema Políticas, planejamento e gestão em saúde.

  4. Conjuntura das políticas de saúde do Brasil na pauta do Ceensp

    Cenário atual das políticas de saúde no Brasil estará na pauta do Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcelos da ENSP no dia 20 de abril. A atividade será coordenada pelo pesquisador do Departamento de Ciências Sociais da ENSP (DCS) Nilson do Rosário Costa e receberá os palestrantes Ligia Bahia, do Núcleo de Estudos de Saúde Coletiva da UFRJ (Nesc), e Mario Roberto Dal Poz, do Instituto de Medicina Social, do Instituto de Medicina Social da Uerj. O Ceensp, que está marcado para as 14 horas, no salão internacional da ENSP, promoverá o lançamento do número especial (volume 39) da Revista Saúde em Debate, com o tema Políticas, planejamento e gestão em saúde.

  5. Zika: vídeos do segundo Centro de Estudos da ENSP sobre o tema já estão disponíveis

    O coordenador da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), Jorge Venâncio, e a pesquisadora da Universidade de Brasília (UNB) Débora Diniz foram os expositores convidados do Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos, realizado em 4 de abril, com o tema Zika: a ética em pesquisas e em questões de gênero. O encontro ressaltou que a emergência provocada pela epidemia do vírus zika requer sensibilidade, diálogo e criatividade no que diz respeito à ética em pesquisa, além de uma maior agilidade na concessão de pareceres sobre as pesquisas realizadas nesse tema. Os vídeos das palestras já estão disponíveis no Canal da ENSP, no YouTube.

     

  6. 'O Estado da arte sobre a epidemia do zika vírus': vídeos do Ceensp estão disponíveis ao público

    Realizada em 15 de março, a primeira edição do Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcelos da ENSP teve como tema O Estado da arte sobre a epidemia do zika vírus: o que já sabemos e o que ainda precisamos saber. A atividade reuniu, no auditório térreo da Escola, o diretor da Fiocruz Mato Grosso do Sul, Rivaldo Venâncio da Cunha e as pesquisadoras Patricia Carvalho de Serqueira (IOC/Fiocruz) e Sheila Moura Pone (IFF/Fiocruz). As três exposições já podem ser assistidas no Canal da ENSP, no YouTube.

  7. Agilidade, bom senso e criatividade devem pautar critérios éticos de pesquisa em situações de emergência sanitária

    A emergência provocada pela epidemia do vírus zika requer sensibilidade, diálogo e criatividade no que diz respeito à ética em pesquisa. Essas foram as principais reflexões suscitadas pela antropóloga e pesquisadora da Universidade de Brasília (UNB) Débora Diniz durante o Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos, na segunda-feira (4/4), na ENSP. "A epidemia não segue o ritmo normal da ciência; ela provoca diferentes exigências éticas, clama por outros princípios e demanda três aspectos: entender o que se passa, informar e prevenir." A atividade, sob a coordenação do pesquisador da ENSP Sergio Rego, também teve participação de Jorge Venâncio, coordenador da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), que destacou a agilidade do comitê na concessão de pareceres sobre as pesquisas do tema.

  8. Ceensp discute epidemia do zika vírus na perspectiva da ética em pesquisa

    A complexidade em torno das epidemias de dengue, zika e chikungunya requer esforços do campo da ciência, além de ações do poder público, da sociedade civil e individuais a fim de aprimorar as ações de prevenção e combate. O governo brasileiro, por sua vez, trata como prioridade o investimento em novas tecnologias que contribuam para a investigação do vírus zika, mas até que ponto a eticidade dos projetos de pesquisa, especificamente em grávidas (um dos principais focos de preocupação), é discutida ou até mesmo considerada? É aceitável que se façam pesquisas sem os níveis primordiais de segurança? É a respeito desse tema que o Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcelos se debruçará na próxima segunda-feira (4/4), ocasião em que receberá o coordenador da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), Jorge Venâncio, e a pesquisadora da Universidade de Brasília Débora Diniz para o debate Zika: a ética em pesquisas e em questões de gênero. O Ceensp, coordenado pelo pesquisador da ENSP Sergio Rego, está marcado para as 14 horas, no auditório térreo da ENSP.

  9. Ceensp discute epidemia do zika vírus na perspectiva da ética em pesquisa

    A complexidade em torno das epidemias de dengue, zika e chikungunya requer esforços do campo da ciência, além de ações do poder público, da sociedade civil e individuais a fim de aprimorar as ações de prevenção e combate. O governo brasileiro, por sua vez, trata como prioridade o investimento em novas tecnologias que contribuam para a investigação do vírus zika, mas até que ponto a eticidade dos projetos de pesquisa, especificamente em grávidas (um dos principais focos de preocupação), é discutida ou até mesmo considerada? É aceitável que se façam pesquisas sem os níveis primordiais de segurança? É a respeito desse tema que o Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcelos se debruçará na próxima segunda-feira (4/4), ocasião em que receberá o coordenador da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), Jorge Venâncio, e a pesquisadora da Universidade de Brasília Débora Diniz para o debate Zika: a ética em pesquisas e em questões de gênero. O Ceensp, coordenado pelo pesquisador da ENSP Sergio Rego, está marcado para as 14 horas, no auditório térreo da ENSP.

  10. Zika congênita: doença já é uma epidemia, mas ainda precisa ser desvendada

    “Sem novo aporte tecnológico, não há como controlar o vetor em curto prazo, ou seja, continuaremos a sofrer com epidemias no Brasil”, disse o pesquisador da Fiocruz Mato Grosso do Sul Rivaldo Venâncio da Cunha sobre o agravamento da incidência de zika congênita no país. Ele adverte, ainda, que a maioria dos problemas está fora da governabilidade do setor saúde. O debate com Rivaldo, a médica do Instituto Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz) Sheila Moura Pone e a pesquisadora do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) Patricia Carvalho de Sequeira ocorreu durante o Centro de Estudos Miguel Murat Vasconcelos da ENSP intitulado O estado da arte sobre a epidemia do zika vírus: o que sabemos e ainda precisamos saber, realizado na Escola.