1. Centro de Estudos celebra 40 anos da reforma psiquiátrica italiana

    O Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos da próxima quarta-feira, dia 2 de maio, celebrará os 40 anos da Lei da Reforma Psiquiátrica Italiana (Lei 180, de 13 de Maio de 1978), conhecida como Lei Basaglia. O evento, que também homenageia o "Marco Cavalo", ícone da desmontagem dos manicômios de Trieste, na Itália, receberá o psiquiatra Ernesto Venturini, da Universidade Federal de Minas Gerais, e a professora Maria Stella Goulart, da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG. O Ceensp coordenado pelo pesquisador Paulo Amarante, da ENSP/Fiocruz, está marcado para as 14h, no salão internacional. A atividade é aberta aos interessados.

  2. 'Privacidade do participante de pesquisa é um direito constitucional'

    A responsabilidade médica, sobretudo na garantia do sigilo dos dados e da privacidade do paciente, esteve na pauta no Centro de Estudos promovido pelo Comitê de Ética em Pesquisa da ENSP. O evento, que recebeu a professora da Faculdade de Medicina da Bahia (Fameb/Ufba) e especialista na área de Direito do Paciente Camila Vasconcelos, aprofundou-se na relação médico-paciente, dimensionando as responsabilidades, os direitos e o dever de cada um, bem como a situação de vulnerabilidade dos participantes de pesquisa. O Ceensp Confidencialidade dos dados de pesquisa e direito à privacidade dos participantes pode ser assistido na íntegra no Canal da ENSP no Youtube.

  3. Aborto, saúde pública e saúde da mulher em pauta no Ceensp

    No Brasil, o aborto é considerado crime, sendo exceções os casos de a vida da mulher estar em risco, gravidez resultante de violência sexual e anencefalia do feto. Ainda assim, centenas de milhares de mulheres apelam para procedimentos abortivos inseguros para pôr fim a uma gravidez indesejada, com ônus para sua saúde e para a saúde pública. Para dimensionar esse cenário e fazer frente às lacunas que ainda existem em relação aos impactos desse procedimento, o Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ceensp/ENSP/Fiocruz), em parceria com o Centro de Estudos Estratégicos da Fiocruz (CEE-Fiocruz), abordará o tema Aborto e saúde pública: pesquisa, atenção e gestão, em 18/4/2018. O evento será realizado das 14h às 17h, no salão internacional da ENSP, no Rio de Janeiro, reunindo pesquisadores, especialistas em direitos reprodutivos e sexuais, profissionais da área de saúde e estudantes. O Ceensp é aberto ao público e será gravado pelo Núcleo Audiovisual da ENSP.

  4. Aborto, saúde pública e saúde da mulher em pauta no Ceensp

    No Brasil, o aborto é considerado crime, sendo exceções os casos de a vida da mulher estar em risco, gravidez resultante de violência sexual e anencefalia do feto. Ainda assim, centenas de milhares de mulheres apelam para procedimentos abortivos inseguros para pôr fim a uma gravidez indesejada, com ônus para sua saúde e para a saúde pública. Para dimensionar esse cenário e fazer frente às lacunas que ainda existem em relação aos impactos desse procedimento, o Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ceensp/ENSP/Fiocruz), em parceria com o Centro de Estudos Estratégicos da Fiocruz (CEE-Fiocruz), abordará o tema Aborto e saúde pública: pesquisa, atenção e gestão, em 18/4/2018. O evento será realizado das 14h às 17h, no salão internacional da ENSP, no Rio de Janeiro, reunindo pesquisadores, especialistas em direitos reprodutivos e sexuais, profissionais da área de saúde e estudantes. O Ceensp é aberto ao público e será gravado pelo Núcleo Audiovisual da ENSP.