1. Brasil rediscute modelo de atenção ao parto

    Durante a abertura da Conferência Internacional Ecos da 9th International Research Conference - Normal é natural: da pesquisa à ação, na terça-feira (14/10), no Rio de Janeiro, a coordenadora da área técnica de Saúde da Mulher do Ministério da Saúde, Esther Vilela, anunciou que a ANS tomará medidas para incentivar a redução de cesarianas para pacientes com planos de saúde. O comunicado, que foi aplaudido de pé por médicos, pesquisadores, gestores, enfermeiros, parteiras, alunos e conferencistas presentes no evento, tem o intuito de diminuir o que o ministério classificou como 'epidemia' de cesáreas no país, conforme indicou a pesquisa da Fiocruz Nascer no Brasil, em maio deste ano. "O que temos que fazer é muito simples: basta olharmos para as evidências científicas, para as pesquisas. Elas nos mostram que quanto maior for a interferência no parto, mais ele será prejudicado", alertou a britânica Lesley Page, presidente do Royal College of Midwives, no Reino Unido.

  2. Conferência apresenta experiências internacionais sobre parto e nascimento

    Começa no dia 14 de outubro (terça-feira), a "Ecos da 9º Conferência - Normal é Natural: da pesquisa à ação", que reunirá os principais obstetras e ginecologistas, pediatras, obstetrizes e enfermeiros obstétricos do Brasil e do exterior, no Rio de Janeiro. Em sua nona edição, a Normal Labour and Birth, que começou na Grã Bretanha, abordará aspectos do cuidado com a gestante, o parto e o nascimento, bem como a necessidade da capacitação de profissionais de saúde para atuar diante dos  processos de vulnerabilidade da gestante, além das dimensões éticas do cuidado com o nascimento. O evento é presidido no Brasil pela pesquisadora da Escola Nacional de Saúde Pública, Maria do Carmo Leal.

  3. Brasil sedia conferência internacional sobre parto natural

    Entre os dias 14 e 16 de outubro, a cidade do Rio de Janeiro sediará o congresso internacional Ecos da 9th International Research Conference - Normal é Natural: da pesquisa à ação, no Centro de Convenções SulAmérica. O objetivo do evento é debater as estratégias reconhecidas em diversos países para ampliação do trabalho de parto, do parto e nascimento normais, bem como a garantia do protagonismo da mulher na perspectiva de seus direitos sexuais e reprodutivos. A conferência é uma oportunidade de rediscutir o modelo de atenção ao parto no Brasil, em que 52% dos nascimentos ocorrem por cesariana, segundo dados da pesquisa Nascer no Brasil, apresentada pela Fiocruz em maio de 2014. E essa proporção vem aumentando dois por cento ao ano, em média. As inscrições para a Conferência podem ser realizadas até o dia 3 de outubro na página do Congresso. Após essa data, os interessados devem se inscrever no local.

  4. Experiência de mineradores ganha versão em espanhol

    Através do olhar dos trabalhadores, a coordenadora científica do Centro Latino-Americano de Estudos sobre Violência e Saúde Jorge Careli (Claves/ENSP), Cecília Minayo, descreveu a história e as transformações da Empresa Vale do Rio Doce e de Itabira, cidade mineira em que a companhia nasceu. O livro De ferro e flexíveis: marcas do estado empresário e da privatização na subjetividade operária, publicado há quase uma década, acaba de ganhar edição em espanhol pela Buenos Aires: Lugar Editorial. A obra evidencia as condições de vida da classe trabalhadora no Brasil, analisando a Vale, no período de 1942 a 1997, por ocasião da sua privatização. 

  5. Instituições se unem em prol de territórios sustentáveis

    O papel da ciência na promoção da saúde e do desenvolvimento sustentável de comunidades 'esquecidas' pelo poder público e cujos territórios sofrem com impactos de grandes empreendimentos, especulação imobiliária e turismo predatório foi o tema do Seminário Internacional Saúde e Sustentabilidade, realizado na Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (ENSP/Fiocruz), no Rio de Janeiro, em 9 de setembro. A atividade teve entre os palestrantes convidados o pesquisador da Escola e coordenador do Observatório de Territórios Sustentáveis e Saudáveis (OTSS), Edmundo Gallo.

  6. Reforma Sanitária na Colômbia pauta debate na ENSP

    No dia 4 de setembro, o Centro de Estudos Políticas e Informação sobre Determinantes Sociais da Saúde (Cepi-DSS/ENSP), em parceria com o projeto The Social Determinants of Health Network (SDH-Net), promoverá o evento Perspectivas sobre a Reforma Sanitária na Colômbia (1993-2014). A atividade contará com as exposições do Diretor da Área de Saúde e professor da Universidade Andina Simon Bolivar, Jaime Breilh, e dos professores da Universidade Nacional da Colômbia, Maurício Torres e Juan Carlos. O debate será moderado pela coordenadora do Cepi-DSS, Patrícia Tavares Ribeiro. O evento, que acontecerá na sala 410 do prédio da ENSP, a partir das 14 horas, é aberto aos interessados e não nessecita de inscrição prévia. 

     

  7. Ceensp trata da abordagem participativa em saúde

    Metodologias quantitativa e qualitativa, seus usos, desafios e contribuições foram o foco do Centro de Estudos da ENSP Miguel Murat realizado na Escola. O encontro, intitulado Metodologias qualitativas e abordagens participativas em Saúde, reuniu pesquisadores da ENSP e uma convidada internacional: a diretora da Unidade de Saúde Pública Internacional e Bioestatística do Instituto de Higiene e Medicina Tropical, da Universidade de Nova Lisboa, em Portugal, Sónia Diaz. Durante o evento, a pesquisadora do Departamento de Ciências Sociais (DCS/ENSP) e coordenadora da mesa, Regina Bodstein contou que a vinda de Sónia à ENSP pontua o início de uma articulação de cooperação que visa construir e desenvolver uma proposta de ensino de metodologia qualitativa em diversas modalidades e estratégias. 

  8. Reforma Sanitária na Colômbia pauta debate na ENSP

    No dia 4 de setembro, o Centro de Estudos Políticas e Informação sobre Determinantes Sociais da Saúde (Cepi-DSS/ENSP), em parceria com o projeto The Social Determinants of Health Network (SDH-Net), promoverá o evento Perspectivas sobre a Reforma Sanitária na Colômbia (1993-2014). A atividade contará com as exposições do Diretor da Área de Saúde e professor da Universidade Andina Simon Bolivar, Jaime Breilh, e dos professores da Universidade Nacional da Colômbia, Maurício Torres e Juan Carlos. O debate será moderado pela coordenadora do Cepi-DSS, Patrícia Tavares Ribeiro. O evento, que acontecerá na sala 410 do prédio da ENSP, a partir das 14 horas, é aberto aos interessados e não nessecita de inscrição prévia. 

     

  9. Escola fortalece cooperação com instituição chilena

    Com o objetivo de discutir projetos e ações de cooperação e planejar a realização do III Encontro da Rede de Escolas de Saúde Pública da UNASUL (RESP/UNASUR) foi realizado um encontro, entre os dias 27 e 28 de agosto, em Santiago (Chile), com representantes das Direções da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) e da Escola de Saúde Pública Dr. Salvador Allende/Universidad de Chile (ESP/UChile). Para esta cooperação bilateral, as respectivas Direções se comprometeram a promover e estimular pesquisas entre grupos e profissionais das instituições; desenvolver um programa de formação em Saúde Pública para a região, incluindo cursos de qualificação profissional e a possibilidade de um mestrado conjunto em Saúde Pública; e promover o intercâmbio docente, com ativa participação de profissionais de ambas as Escolas em cursos ofertados pela ENSP e pela ESP/UChile no Brasil e no Chile.

  10. Reforma Sanitária na Colômbia pauta debate na ENSP

    No dia 4 de setembro, o Centro de Estudos Políticas e Informação sobre Determinantes Sociais da Saúde (Cepi-DSS/ENSP), em parceria com o projeto The Social Determinants of Health Network (SDH-Net), promoverá o evento Perspectivas sobre a Reforma Sanitária na Colômbia (1993-2014). A atividade contará com as exposições do Diretor da Área de Saúde e professor da Universidade Andina Simon Bolivar, Jaime Breilh, e dos professores da Universidade Nacional da Colômbia, Maurício Torres e Juan Carlos. O debate será moderado pela coordenadora do Cepi-DSS, Patrícia Tavares Ribeiro. O evento, que acontecerá na sala 410 do prédio da ENSP, a partir das 14 horas, é aberto aos interessados e não nessecita de inscrição prévia.