1. Em nova cooperação, ENSP formará RH no Paraguai

    Após um período suspenso do Mercosul, como consequência de um golpe parlamentar que destituiu o então presidente de seu país, o Paraguai voltou a integrar o bloco e está buscando restabelecer alianças. A ENSP, que desde 2008 vem apoiando o país em uma assessoria técnica para a implementação da Estratégia de Saúde da Família, recebeu o novo ministro de Saúde Pública e Bem-Estar Social do Paraguai, Antonio Barrios. O objetivo da visita foi restaurar acordos e cooperações com a Escola. A nova demanda tem foco na formação de recursos humanos para a área da atenção primária. A coordenadora de Cooperação Internacional da ENSP, Erica Kastrup, ressaltou que os projetos para os profissionais do sistema de saúde do Paraguai serão orientados pelo princípio da educação permanente.

  2. Direitos humanos: dignidade e saúde para todos

    Celebrado em todo o mundo como o Dia Internacional dos Direitos Humanos, o 10 de Dezembro marca a adoção, em 1948, da histórica Declaração Universal dos Direitos Humanos pela Assembleia Geral da ONU. Em 2013, a data celebra as conquistas das últimas duas décadas a partir da criação do Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos (ACNUDH). O momento coincide com a cerimônia de homenagem a Nelson Mandela, líder sul-africano ícone da luta pela igualdade racial, que reuniu mais de 90 chefes de Estado na África do Sul. "O exemplo do Mandela nos inspira. A falta de dignidade, igualdade e saúde nos faz adoecer. É nessa vertente que o Grupo Direitos Humanos em Saúde da ENSP trabalha. Além de dignidade, precisamos da garantia de saúde para todos", disse Maria Helena Barros, coordenadora do Dihs/ENSP, em alusão às homenagens ao ex-presidente sul-africano e aos 65 anos da Declaração Universal.

  3. Curso internacional reafirma parceria Fiocruz - CES

    A parceria entre a Fundação Oswaldo Cruz e o Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra vem gerando diversos frutos para os dois países, principalmente no campo do ensino. Recentemente, as duas instituições inauguraram o doutorado internacional com dupla titulação entre elas. Agora, com a Universidade Eduardo Mondlane, de Moçambique, e por meio do Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública da ENSP, foi realizado o curso internacional Direito e Saúde: dialogando com Portugal e Moçambique, de 18 a 29 de novembro.

  4. Centros colaboradores reúnem-se na ENSP/Fiocruz

    Na Rio+20, os Estados-membros das Nações Unidas acordaram que os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) seriam definidos até a 69ª Assembleia Geral das Nações Unidas, em setembro de 2014, para serem implementados a partir de 2015. Com o objetivo de estabelecer uma agenda regional em saúde voltada para os ODS e discutir como os Centros Colaboradores da Organização Pan-Americana de Saúde/Organização Mundial da Saúde (Opas/OMS) podem cooperar para que a saúde tenha papel primordial na agenda do desenvolvimento sustentável, a Fundação Oswaldo Cruz – centro colaborador da Opas/OMS em Saúde Pública e Ambiente – recebeu esta semana representantes de diversos centros colaboradores das Américas para o Workshop em Saúde e Desenvolvimento Sustentável. O evento foi realizado no auditório térreo da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), no Rio de Janeiro, em 25 e 26/11.

  5. Artigo avalia educação em saúde na cooperação tripartite

    A cooperação internacional em saúde entre Brasil, Haiti e Cuba foi tema de artigo produzido pelas pesquisadoras da ENSP Luisa Regina Pessôa, Joyce Andrade e Érica Kastrup, em parceria com Alcindo Antônio Ferla e Stela Meneghel, ambos da UFRGS, e Carlos Alberto Linger (Cris/Fiocruz), para a revista Saúde para Debate nº 49, do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes). O assunto foi explorado por meio da experiência desenvolvida entre a Escola, a Brigada Médica Cubana e a Direção Nacional de Epidemiologia do Ministério da Saúde Pública e População do Haiti (MSPP), com foco no fortalecimento da Rede Haitiana de Vigilância, Pesquisa e Educação em Saúde.

  6. Escola recebe evento internacional de habitação saudável

    Nos dias 21 e 22 de novembro, o Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental (DSSA/ENSP) sediará a IX Reunión Bienal de la Red Interamericana de Vivienda Saludable e a I Reunión Divulgación Informe Regional GLAAS (Programa Mundial de Saneamiento y Agua Seguras) 2013. O encontro será organizado pelas pesquisadoras Clementina dos Santos Feltmann, chefe do DSSA, e Simone Cynamon Cohen, coordenadora da Rede Brasileira de Habitação Saudável (RBHS). A atividade tem apoio da Organização Pan-americana de Saúde (Opas/OMS) e da Vice-presidência de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde da Fiocruz.

  7. Diretor da ENSP assume Rede de Escolas da Unasul

    Unir esforços para ampliar a formação em saúde pública nos países da América do SUL foi o principal compromisso firmado pelo diretor da ENSP, Hermano Castro, durante a reunião conjunta entre a Rede de Escolas de Saúde Pública da América do Sul (Resp) e o Grupo Técnico de Desenvolvimento de Recursos Humanos em Saúde, ambos da União de Nações Sul-Americanas (Unasul). Hermano Castro assumiu oficialmente a Secretaria Executiva da Rede. A reunião foi realizada em Recife e antecedeu o III Fórum Global de Recursos Humanos em Saúde. Na ocasião, também ocorreu o encontro entre as redes estruturantes: Instituto Sul-Americano de Governo em Saúde (Isags), Resp, Rede dos Institutos Nacionais de Saúde (Rins), Rede Internacional de Educação de Técnicos em Saúde (Rets), Rede de Instituições Nacionais de Câncer (Rinc) e Rede de Assessorias de Relações Internacionais e de Cooperação Internacional em Saúde (Redssur-Oris).

  8. Resp divulga dados de formação em saúde

    Está acontecendo, em Recife, a reunião conjunta da Rede de Escolas de Saúde Pública da América do Sul (Resp) e do Grupo de Trabalho de Recursos Humanos em Saúde, ambos da União de Nações Sul-Americanas (Unasul). Este encontro precede o III Fórum Global de Recursos Humanos em Saúde, que será realizada entre os dias 10 e 13 de novembro, também em Recife, que discutirá as principais questões que dizem respeito à força de trabalho do setor. Durante a reunião, os pesquisadores da ENSP, Inácio Jardim Motta e Sandra Siqueira apresentaram os resultados preliminares da etapa quantitativa do mapeio da educação em saúde pública da América do Sul. 

  9. Pesquisadoras falam da cooperação Brasil-Venezuela

    Com base na experiência desenvolvida entre a ENSP e o Instituto de Altos Estudos em Saúde Doutor Arnaldo Gabaldón da Venezuela (IAE), Érica Kastrup e Luisa Regina Pessôa, pesquisadoras da ENSP, apresentaram o artigo de sua autoria "Desafios da Cooperação Internacional Sul-Sul: Brasil e Venezuela, um processo horizontal, sustentável e estruturante" na revista Saúde em Debate, do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes). O texto teve como foco a estruturação de uma Escola de Governo e de uma Rede Colaborativa de instituições formadoras no âmbito da saúde, visando à formação de trabalhadores venezuelanos.

  10. ENSP sediará plenária sobre determinantes sociais

    Evento internacional na ENSP discutirá o papel da pesquisa sobre os determinantes sociais da saúde na implementação da Declaração do Rio. A sessão plenária, marcada para o dia 24/10, às 10 horas, no salão internacional da Escola, ocorrerá no âmbito do evento regional Meetings and Third Steering Group Meeting SDH-Net, com a participação de representantes de 11 instituições de ensino e pesquisa da América Latina, Europa e África. Segundo o coordenador do Centro de Estudos Políticas e Informação sobre Determinantes Sociais da Saúde (Cepi-DSS/ENSP), Alberto Pellegrini Filho, será uma oportunidade de avaliar em que medida a Conferência Mundial sobre Determinantes Sociais da Saúde (CMDSS) cumpriu seu objetivo de promover o enfoque dos DSS na formulação das políticas públicas dos diversos países que compõem a Organização Mundial da Saúde (OMS). Aberta ao público, a sessão terá tradução simultânea e transmissão on-line pelo Portal ENSP.