1. Hélio Fraga discute experiência da Fiocruz em cooperação internacional tripartite

    A experiência da Fiocruz em cooperação internacional tripartite: Brasil, Cuba e Haiti foi apresentada no Centro de Referência Professor Hélio Fraga (CRPHF/ENSP) pela pesquisadora Luisa Pessôa. A sessão, realizada em 27 de junho, contou com a presença do coordenador do Hélio Fraga, Otávio Porto, e de servidores da instituição. A cooperação tripartite teve como principal objetivo fortalecer o sistema de saúde haitiano. Segundo Luisa Pessôa, a cooperação internacional desenvolvida na Fiocruz é baseada nos princípios da horizontalidade, solidariedade e da cooperação estruturante. A instituição possui intercâmbio com centros tecnológicos e científicos na área da Saúde em todo o mundo. Desenvolvida pela Fiocruz em parceira com o Ministério da Saúde de Cuba e o Ministério da Saúde Pública e da População do Haiti (MSPP), a cooperação pautou-se pelo fortalecimento da estrutura e funções do MSPP, em especial, na estruturação da Rede Nacional de Vigilância Epidemiológica, na capacitação de trabalhadores do Ministério e no desenvolvimento de áreas de Comunicação e Informação.

  2. ENSP e Isags reafirmam acordo de cooperação para formação em Saúde Pública das Nações Sul-Americanas

    A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) - secretária executiva da Rede de Escolas de Saúde Pública da União das Nações Sul-Americanas (Resp/Unasul) - recebeu a diretora do Instituto Sul-Americano de Governo em Saúde (Isags), Carina Vance, e a equipe de relações internacionais do Isags para discutir uma agenda comum de trabalho entre as instituições. O encontro contou com a participação do diretor da ENSP, Hermano Castro, da vice-diretora de Escola de Governo em Saúde, Rosa Souza, do novo assessor de Cooperação Internacional da Escola, Eduardo Costa, além da equipe de Cooperação Internacional da ENSP. Na ocasião, as instituições se comprometeram a dar prosseguimento à atualização do panorama de formação em Saúde Pública na região da Unasul, um projeto prioritário a ambas.

  3. ACI/ENSP divulga relação de alunos aprovados em estágio internacional em Cuba

    A Assessoria de Cooperação Internacional da Escola Nacional de Saúde Pública (ACI/ENSP) divulgou, nesta quinta-feira, 29 de junho, a relação de alunos aprovados no Programa de Estágio Internacional para as Residências Médica e Multiprofissional em Saúde da Família 2017. Criada a partir do acordo de cooperação com a Escola Nacional de Saúde Pública de Cuba (Ensap) e o Instituto Nacional de Higiene, Epidemiologia e Microbiologia (Inhem), importantes centros formadores em Saúde Pública na América Latina, a oferta de estágio visa fornecer conhecimento das características do sistema de saúde cubano, assim como vivenciar a realidade dos programas e serviços de Atenção Básica e epidemiologia em Cuba. Confira a relação de aprovados. 

  4. Programa de Saúde Pública e Meio Ambiente da ENSP se pronuncia sobre saída dos EUA do Acordo do Clima

    Poucos dias antes da data estabelecida pela Assembleia Geral das Nações Unidas como o Dia Mundial do Meio Ambiente - lembrado em 5 de junho -, o presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, anunciou a saída do país do Acordo do Clima. A notícia caiu como uma bomba em todo o mundo, visto que o acordo tem o propósito de controlar e gerir melhor os efeitos globais, regionais e locais da mudança do clima. Celebrado em Paris em dezembro de 2015, o acordo representa um grande avanço global, pois, praticamente, todos os países do mundo assumiram o compromisso de reduzir emissões de gases contribuintes para o efeito estufa (GEE), com o objetivo de manter o aquecimento global médio abaixo de 2 ºC neste século. O Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública e Meio Ambiente da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), na pessoa da professora Martha Barata, elaborou uma carta na qual reflete sobre o impacto do anúncio realizado pelo presidente da Nação que muito contribui para a mudança do clima. Confira, a seguir, a carta da professora Martha Barata, pesquisadora do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), que trabalha com o tema desde 1994.

  5. Programa de Saúde Pública e Meio Ambiente da ENSP se pronuncia sobre saída dos EUA do Acordo do Clima

    Poucos dias antes da data estabelecida pela Assembleia Geral das Nações Unidas como o Dia Mundial do Meio Ambiente - lembrado em 5 de junho -, o presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, anunciou a saída do país do Acordo do Clima. A notícia caiu como uma bomba em todo o mundo, visto que o acordo tem o propósito de controlar e gerir melhor os efeitos globais, regionais e locais da mudança do clima. Celebrado em Paris em dezembro de 2015, o acordo representa um grande avanço global, pois, praticamente, todos os países do mundo assumiram o compromisso de reduzir emissões de gases contribuintes para o efeito estufa (GEE), com o objetivo de manter o aquecimento global médio abaixo de 2 ºC neste século. O Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública e Meio Ambiente da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), na pessoa da professora Martha Barata, elaborou uma carta na qual reflete sobre o impacto do anúncio realizado pelo presidente da Nação que muito contribui para a mudança do clima. Confira, a seguir, a carta da professora Martha Barata, pesquisadora do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), que trabalha com o tema desde 1994.

  6. Dia Mundial Sem Tabaco 2017: OMS convoca luta em favor da saúde, prosperidade, meio ambiente e desenvolvimento

    As medidas para erradicação do uso do tabaco podem ajudar os países a evitar que milhões de pessoas adoeçam e morram de enfermidades relacionadas a esse produto, além de combater a pobreza e, de acordo com o primeiro relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre seus efeitos no meio ambiente, reduzir a degradação ambiental em grande escala. Em 2017, no Dia Mundial Sem Tabaco, a OMS recorda a ameaça que esse produto representa ao desenvolvimento dos países e pede aos governos que implementem medidas fortes de controle do tabagismo, como a proibição de marketing e publicidade de tabaco, promoção de embalagens neutras para esses produtos, aumento dos impostos especiais e proibição de fumar em lugares públicos fechados e locais de trabalho.

  7. Inscrições abertas para estágio internacional em Cuba

    A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca está com chamada aberta para o Programa de Estágio Internacional para as Residências Médica e Multiprofissional em Saúde da Família 2017. Criada a partir do acordo de cooperação com a Escola Nacional de Saúde Pública de Cuba (ENSAP) e o Instituto Nacional de Higiene Epidemiologia e Microbiologia (INHEM), importantes centros formadores em Saúde Pública na América Latina, a oferta de estágio visa fornecer conhecimento das características do sistema de saúde cubano, assim como vivenciar a realidade dos programas e serviços de Atenção Básica e epidemiologia em Cuba. As inscrições devem ser realizadas pelo do e-mail da Assessoria de Cooperação Internacional da ENSP (ensp.aci@gmail.com) até o dia 09 de junho de 2017.

  8. Dia Mundial Sem Tabaco 2017: OMS convoca luta em favor da saúde, prosperidade, meio ambiente e desenvolvimento

    As medidas para erradicação do uso do tabaco podem ajudar os países a evitar que milhões de pessoas adoeçam e morram de enfermidades relacionadas a esse produto, além de combater a pobreza e, de acordo com o primeiro relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre seus efeitos no meio ambiente, reduzir a degradação ambiental em grande escala. Em 2017, no Dia Mundial Sem Tabaco, a OMS recorda a ameaça que esse produto representa ao desenvolvimento dos países e pede aos governos que implementem medidas fortes de controle do tabagismo, como a proibição de marketing e publicidade de tabaco, promoção de embalagens neutras para esses produtos, aumento dos impostos especiais e proibição de fumar em lugares públicos fechados e locais de trabalho.

  9. Inscrições abertas para estágio internacional em Cuba

    A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca está com chamada aberta para o Programa de Estágio Internacional para as Residências Médica e Multiprofissional em Saúde da Família 2017. Criada a partir do acordo de cooperação com a Escola Nacional de Saúde Pública de Cuba (ENSAP) e o Instituto Nacional de Higiene Epidemiologia e Microbiologia (INHEM), importantes centros formadores em Saúde Pública na América Latina, a oferta de estágio visa fornecer conhecimento das características do sistema de saúde cubano, assim como vivenciar a realidade dos programas e serviços de Atenção Básica e epidemiologia em Cuba. As inscrições devem ser realizadas pelo do e-mail da Assessoria de Cooperação Internacional da ENSP (ensp.aci@gmail.com) até o dia 09 de junho de 2017.

  10. Confira a cobertura completa do do I Colóquio Latino-Americano de formação em Saúde Pública

    No mês de maio a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Ficoruz) abriu suas portas para a realização do I Colóquio Latino-Americano de formação em Saúde Pública e III Colóquio Brasil-Cuba de formação em Saúde Pública, que recebeu representantes de escolas e instituições de Saúde Pública da América Latina com o objetivo de possibilitar o intercâmbio de experiências exitosas de formação em saúde pública, estreitando o diálogo e o crescimento conjunto de instituições-chave do Brasil e de Cuba, que enfrentam cotidianamente o desafio de qualificar recursos humanos para seus sistemas de saúde. Ao longo de três dias, muitas experiências e desafios foram debatidos entre os especialistas presentes. Entre conferências, painéis, atividades culturais e homenagens temas como redes colaborativas, experiências de formação, internacionalização da formação e determinantes sociais da formação em saúde pública estiveram em debate. A equipe do Informe ENSP e a equipe de comunicação da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV) foram responsáveis pela cobertura da atividade e preparam um vasto material de divulgação de tudo que aconteceu durante o evento. Confira as matérias, vídeos e fotos do I Colóquio.