1. Movimento de Equidade Sustentável em Saúde será lançado nesta quinta-feira (2/7)

    Nesta quinta-feira (2/7), será lançado, às 9h, o Movimento de Equidade Sustentável em Saúde (Sustainable Health Equity Movement, em inglês), evento virtual que reúne redes e pessoas de todas as regiões, culturas e profissões em torno do princípio ético do direito universal à saúde. O encontro contará com a presença de gestores de organizações mundialmente reconhecidas, sendo um deles o ex-diretor da ENSP e coordenador do Centro de Relações Internacionais em Saúde (Cris/Fiocruz), Paulo Buss. Saiba como participar!
     

  2. Rede de Escolas e Centros Formadores em Saúde Pública da América Latina publica declaração pública sobre pandemia

    A Rede de Escolas e Centros Formadores em Saúde Pública da América Latina (RESP-AL) publicou declaração pública sobre pandemia de covid-19. O número de casos positivos de covid-19 está passando por um aumento significativo na América Latina, causando alta morbimortalidade da população, bem como saturação progressiva dos serviços de saúde em diferentes países. Nesse contexto, a RESP afirma que é necessário fortalecer a resposta da saúde pública da região, o que inclui acesso adequado a suprimentos estratégicos, como vacinas e medicamentos, elementos essenciais do direito à saúde, que deve ser garantido pelos governos.

  3. ENSP: compromisso com a integração latino-americana e o desenvolvimento sustentável

    A vice-diretora de Escola de Governo em Saúde da ENSP e coordenadora da Secretaria Técnica e Executiva da Rede Brasileira de Escolas de Saúde Pública (RedEscola), Rosa Souza, esteve em Havana, Cuba, para o 12º Congresso Internacional de Educação Superior. Na ocasião, ela participou de um simpósio sobre direito social à saúde e um colóquio de educação e prática interprofissional. Rosa também apresentou a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, e discorreu sobre o que a ENSP e a Rede de Escolas e Centros Formadores em Saúde Pública da América Latina (Resp-AL) realizaram em relação aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).
     

  4. ENSP: compromisso com a integração latino-americana e o desenvolvimento sustentável

    A vice-diretora de Escola de Governo em Saúde da ENSP e coordenadora da Secretaria Técnica e Executiva da Rede Brasileira de Escolas de Saúde Pública (RedEscola), Rosa Souza, esteve em Havana, Cuba, para o 12º Congresso Internacional de Educação Superior. Na ocasião, ela participou de um simpósio sobre direito social à saúde e um colóquio de educação e prática interprofissional. Rosa também apresentou a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, e discorreu sobre o que a ENSP e a Rede de Escolas e Centros Formadores em Saúde Pública da América Latina (Resp-AL) realizaram em relação aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).
     

  5. Diante de anúncio de pandemia, Opas realiza oficina sobre manejo clínico do coronavírus

    A pesquisadora Margareth Dalcolmo, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz), esteve reunida com especialistas do Brasil, China, Estados Unidos, Espanha, Equador e Japão, na Organização Pan-Americana de Saúde, para participar da reunião técnica internacional em manejo clínico de Covid-19. O encontro aconteceu nos dias 10 e 11 de março e teve o objetivo de compartilhar experiências, revisar dados e avaliar evidências disponíveis sobre o Covid-19.

  6. Debora Diniz recebe prêmio por sua luta pela igualdade de gênero

    A antropóloga e docente do Programa de Pós-Graduação em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva, Debora Diniz, ligada à Unidade de Brasília (UnB), acaba de ganhar o prêmio internacional Dan David Prize na categoria Igualdade de Gênero. A iniciativa, que existe desde 2001, reconhece pesquisas interdisciplinares que quebram paradigmas e fronteiras em sua área, promovendo impacto social e cultural. Por uma rede social, a ativista afirmou estar muito emocionada com a honraria e ressaltou o fato de ser a segunda mulher da América Latina a receber este importante prêmio acadêmico. 

  7. Debora Diniz recebe prêmio por sua luta pela igualdade de gênero

    A antropóloga e docente do Programa de Pós-Graduação em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva, Debora Diniz, ligada à Unidade de Brasília (UnB), acaba de ganhar o prêmio internacional Dan David Prize na categoria Igualdade de Gênero. A iniciativa, que existe desde 2001, reconhece pesquisas interdisciplinares que quebram paradigmas e fronteiras em sua área, promovendo impacto social e cultural. Por uma rede social, a ativista afirmou estar muito emocionada com a honraria e ressaltou o fato de ser a segunda mulher da América Latina a receber este importante prêmio acadêmico. 

  8. Último dia de inscrições no curso internacional em saúde sobre avaliação participativa, gestão e translação do conhecimento

    Com vistas a possibilitar maior aprofundamento teórico-metodológico em temas atuais do campo da avaliação em saúde numa perspectiva mundial; e ampliar a internacionalização da formação no Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública por meio de parceiros qualificados, a ENSP está com inscrições abertas para o Curso Internacional de Avaliação Participativa, Gestão e Translação do Conhecimento até o dia 14 de fevereiro. Ao todo, estão sendo oferecidas 30 vagas para alunos de mestrado ou doutorado, profissionais de saúde e gestores familiarizados com metodologias de pesquisa e não familiarizados com avaliação. Além disso, serão considerados profissionais com experiência em avaliação que queiram atualizar ou revisar seus conceitos e prática em avaliação. Os alunos vinculados ao Programa da ENSP terão prioridade nas inscrições.

  9. Último dia de inscrições no curso internacional em saúde sobre avaliação participativa, gestão e translação do conhecimento

    Com vistas a possibilitar maior aprofundamento teórico-metodológico em temas atuais do campo da avaliação em saúde numa perspectiva mundial; e ampliar a internacionalização da formação no Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública por meio de parceiros qualificados, a ENSP está com inscrições abertas para o Curso Internacional de Avaliação Participativa, Gestão e Translação do Conhecimento até o dia 14 de fevereiro. Ao todo, estão sendo oferecidas 30 vagas para alunos de mestrado ou doutorado, profissionais de saúde e gestores familiarizados com metodologias de pesquisa e não familiarizados com avaliação. Além disso, serão considerados profissionais com experiência em avaliação que queiram atualizar ou revisar seus conceitos e prática em avaliação. Os alunos vinculados ao Programa da ENSP terão prioridade nas inscrições.