1. Seminário debate experiências brasileira e francesa de saúde no trabalho e estratégias sindicais nesta quinta e sexta-feira (10 e 11/5)

    Na quinta e sexta-feira, 10 e 11 de maio, o Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP/Fiocruz) promoverá o seminário Saúde no trabalho e estratégias sindicais: experiências francesa e brasileira. A atividade, realizada no âmbito da Pós-Graduação em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, contará com a participação de sociólogos e sindicalista franceses, além de pesquisadores da Fiocruz, para discutir a reestruturação produtiva que afeta o mundo do trabalho desde do final década de 70, trazendo a dessindicalização massiva que afeta todas as centrais sindicais francesas, particularmente a Confederação Geral do Trabalho (CGT). O seminário, aberto aos interessados e sem necessidade de inscrição prévia, é coordenado pela pesquisadora do Cesteh, Simone Oliveira.

  2. Seminário debate experiências brasileira e francesa de saúde no trabalho e estratégias sindicais nesta quinta e sexta-feira (10 e 11/5)

    Na quinta e sexta-feira, 10 e 11 de maio, o Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP/Fiocruz) promoverá o seminário Saúde no trabalho e estratégias sindicais: experiências francesa e brasileira. A atividade, realizada no âmbito da Pós-Graduação em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, contará com a participação de sociólogos e sindicalista franceses, além de pesquisadores da Fiocruz, para discutir a reestruturação produtiva que afeta o mundo do trabalho desde do final década de 70, trazendo a dessindicalização massiva que afeta todas as centrais sindicais francesas, particularmente a Confederação Geral do Trabalho (CGT). O seminário, aberto aos interessados e sem necessidade de inscrição prévia, é coordenado pela pesquisadora do Cesteh, Simone Oliveira.

  3. Seminário debate experiências brasileira e francesa de saúde no trabalho e estratégias sindicais nesta quinta e sexta-feira (10 e 11/5)

    Na quinta e sexta-feira, 10 e 11 de maio, o Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP/Fiocruz) promoverá o seminário Saúde no trabalho e estratégias sindicais: experiências francesa e brasileira. A atividade, realizada no âmbito da Pós-Graduação em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, contará com a participação de sociólogos e sindicalista franceses, além de pesquisadores da Fiocruz, para discutir a reestruturação produtiva que afeta o mundo do trabalho desde do final década de 70, trazendo a dessindicalização massiva que afeta todas as centrais sindicais francesas, particularmente a Confederação Geral do Trabalho (CGT). O seminário, aberto aos interessados e sem necessidade de inscrição prévia, é coordenado pela pesquisadora do Cesteh, Simone Oliveira.

  4. Aula aberta sobre intervenções complexas em saúde pública nesta segunda-feira (7/5)

    O Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) promoverá, de 7 a 9 de maio, o curso de curta duração com abrangência internacional Avaliação de efetividade de intervenções complexas em Saúde Pública. O curso busca discutir metodologias e modelos analíticos para avaliar a efetividade de intervenções complexas em saúde, direcionadas para redução das iniquidades em saúde. Voltado especialmente aos alunos de mestrado e doutorado da Escola, o curso terá aula inaugural aberta, com a presença da professora e pesquisadora do Centro de Desenvolvimento e Avaliação de Políticas e Tecnologias em Saúde Pública da Universidade do Vale, Colômbia, Ligia Malagon de Salazar. A aula será transmitida on-line no Canal da ENSP no Youtube.

  5. Aula aberta sobre intervenções complexas em saúde pública nesta segunda-feira (7/5)

    O Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) promoverá, de 7 a 9 de maio, o curso de curta duração com abrangência internacional Avaliação de efetividade de intervenções complexas em Saúde Pública. O curso busca discutir metodologias e modelos analíticos para avaliar a efetividade de intervenções complexas em saúde, direcionadas para redução das iniquidades em saúde. Voltado especialmente aos alunos de mestrado e doutorado da Escola, o curso terá aula inaugural aberta, com a presença da professora e pesquisadora do Centro de Desenvolvimento e Avaliação de Políticas e Tecnologias em Saúde Pública da Universidade do Vale, Colômbia, Ligia Malagon de Salazar. A aula será transmitida on-line no Canal da ENSP no Youtube.

  6. Aula aberta sobre intervenções complexas em saúde pública nesta segunda-feira (7/5)

    O Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) promoverá, de 7 a 9 de maio, o curso de curta duração com abrangência internacional Avaliação de efetividade de intervenções complexas em Saúde Pública. O curso busca discutir metodologias e modelos analíticos para avaliar a efetividade de intervenções complexas em saúde, direcionadas para redução das iniquidades em saúde. Voltado especialmente aos alunos de mestrado e doutorado da Escola, o curso terá aula inaugural aberta, com a presença da professora e pesquisadora do Centro de Desenvolvimento e Avaliação de Políticas e Tecnologias em Saúde Pública da Universidade do Vale, Colômbia, Ligia Malagon de Salazar. A aula será transmitida on-line no Canal da ENSP no Youtube.

  7. Congresso em Cuba rediscute a formação dos profissionais de saúde

    A formação dos formadores em saúde pública nas Américas, a precarização dentro dos sistemas públicos de saúde e as ações necessárias para enfrentamento das desigualdades e problemas sociais nos países da América Latina e Caribe estiveram na pauta de discussões do Cuba Salud 2018, que acontece de 23 a 27 de abril, em Havana. O evento internacional também marcou a realização do IV Colóquio Brasil-Cuba de Formação em Saúde Pública e o II Encontro Latino-Americano da Escolas de Saúde Pública. O diretor da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), Hermano Castro, destacou a atuação de professores, pesquisadores e alunos da instituição na apresentação de trabalhos e participação em mesas no campo da saúde ambiental, saúde do trabalhador, saúde mental e a formação de profissionais.

  8. Pesquisadores da ENSP integram Instituto internacional de estudos sobre os impactos das drogas psiquiátricas

    Os pesquisadores do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Saúde Mental e Atenção Psicossocial da Escola Nacional de Saúde Publica Sergio Arouca (Laps/ENSP) Paulo Amarante e Fernando Freitas integram o corpo docente e de pesquisadores do International Institute for Psychiatric Drugs Withdrawal (IIPDW), um espaço formado por cientistas e pensadores de vanguarda que buscam a construção de alternativas aos danos e impactos que as drogas psiquiátricas produzem na saúde mental de trabalhadores, professores, usuários e na sociedade em geral. Para Paulo e Fernando, "fazer parte do IIPDW fortalece o Laps, como Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz, e vai além disso, pois a atenção psicossocial ganha relevância".

     

  9. Pesquisadores da ENSP integram Instituto internacional de estudos sobre os impactos das drogas psiquiátricas

    Os pesquisadores do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Saúde Mental e Atenção Psicossocial da Escola Nacional de Saúde Publica Sergio Arouca (Laps/ENSP) Paulo Amarante e Fernando Freitas integram o corpo docente e de pesquisadores do International Institute for Psychiatric Drugs Withdrawal (IIPDW), um espaço formado por cientistas e pensadores de vanguarda que buscam a construção de alternativas aos danos e impactos que as drogas psiquiátricas produzem na saúde mental de trabalhadores, professores, usuários e na sociedade em geral. Para Paulo e Fernando, "fazer parte do IIPDW fortalece o Laps, como Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz, e vai além disso, pois a atenção psicossocial ganha relevância".

     

  10. Pesquisador da ENSP coordenará curso internacional sobre sinalização bacteriana

    O Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), com o apoio da Vice-Presidência de Educação, Informação e Comunicação (VPEIC/Fiocruz), por meio do edital de cursos internacionais de curta duração, irá promover o curso internacional sobre sinalização bacteriana, que acontecerá de 19 a 23 de março, das 9 às 16h, na sala 6 do Pavilhão Cardoso Fontes, em Manguinhos. O curso que será coordenado pelo chefe da pesquisa do Centro de Referência Professor Hélio Fraga (CRPHF/ENSP), Caetano Antunes. Segundo ele, a base do curso é um capítulo de livro recentemente publicado, no qual ele foi o autor sênior.