1. Revista elaborada em parceria com a Fiocruz destaca desafios da saúde nos países em desenvolvimento

    A Agenda 2030 das Nações Unidas inclui 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que devem ser alcançados por todos os países do mundo até 2030. O ODS número 3 busca assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos. De fato, esse objetivo reconhece a interdependência entre desenvolvimento e saúde e inclui metas como acabar com a epidemia de AIDS, tuberculose, malária e doenças tropicais negligenciadas, assim como combater hepatite, doenças transmitidas pela água e outras doenças transmissíveis. O ODS número 3 também prevê alcançar a cobertura universal de saúde, incluindo proteção financeira de risco, o acesso aos serviços de saúde essenciais de qualidade e acesso seguro, eficaz, de qualidade e a preços acessíveis a medicamentos essenciais e a vacinas para todos.

  2. Brasil e Cuba: Escolas de Saúde Pública realizarão 2º encontro internacional em setembro

    A cidade de Havana, em Cuba, sediará o 2º Colóquio Brasil - Cuba, nos dias 19, 20 e 21 de setembro de 2016. Com o objetivo de avançar na discussão sobre a formação em Saúde Pública nos dois países, o evento será novamente organizado pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), pela Escola Nacional de Saúde Pública de Cuba (Ensap) e pelo Instituto Nacional de Higiene, Epidemiologia e Microbiologia de Cuba. A programação inclui mesas temáticas sobre Formação e Pesquisa em Saúde Pública, Higiene e Epidemiologia, Saúde do Trabalhador, Microbiologia, Parasitologia, Nutrição e Higiene, Promoção a Saúde e Tecnologias Educacionais e Ensino a Distância, além de mesas sobre os desafios da formação e a formação e pesquisa por meio das redes.

  3. ENSP e Instituto cubano fortalecem acordos e desenvolvem projetos

    A ENSP recebeu a visita do diretor-geral do Instituto Nacional de Higiene, Epidemiología y Microbiología (Inhem/Cuba), Disnardo Raúl Pérez González, para dar continuidade a acordos de cooperação já firmados e tratar de projetos futuros. Entre os principais temas debatidos estavam a continuação do estágio internacional para alunos da Residência Multiprofissional em Saúde da Família e da Residência de Medicina de Família e Comunidade; a realização do próximo Colóquio Brasil Cuba; e, ainda, a publicação conjunta de artigos entre a ENSP e o Instituto cubano. Além de encontros com a Direção da Escola, o visitante se reuniu com integrantes da Assessoria de Cooperação Internacional, do Centro de Estudos em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana, do Departamento de Ciências Biológicas, Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental, e do Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria da ENSP.

  4. Programas de Saúde Pública e Epidemiologia com inscrições abertas para candidatos estrangeiros no 'stricto sensu' 2017

    Os candidatos estrangeiros interessados nas vagas de mestrado e doutorado (2017) dos Programas de Pós-Graduação em Saúde Pública e Epidemiologia em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) podem se inscrever até dia o 18 de julho na Plataforma Siga Stricto Sensu. Tanto para o mestrado como para o doutorado, o candidato estrangeiro deverá preencher o formulário eletrônico de inscrição, o qual, posteriormente, deverá ser impresso, assinado, digitalizado e encaminhado, via correio eletrônico, com a documentação exigida na inscrição (essa última em formato PDF), para ceci@ensp.fiocruz.br contendo a área de concentração de seu interesse. O Programa de Saúde Pública oferecerá cinco vagas para o doutorado e até cinco vagas para o mestrado; já o Programa de Epidemiologia ofertará seis vagas para o doutorado e até sete vagas para o mestrado. 

  5. Programas de Saúde Pública e Epidemiologia com inscrições abertas para candidatos estrangeiros no 'stricto sensu' 2017

    Os candidatos estrangeiros interessados nas vagas de mestrado e doutorado (2017) dos Programas de Pós-Graduação em Saúde Pública e Epidemiologia em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) podem se inscrever até dia o 18 de julho na Plataforma Siga Stricto Sensu. Tanto para o mestrado como para o doutorado, o candidato estrangeiro deverá preencher o formulário eletrônico de inscrição, o qual, posteriormente, deverá ser impresso, assinado, digitalizado e encaminhado, via correio eletrônico, com a documentação exigida na inscrição (essa última em formato PDF), para ceci@ensp.fiocruz.br contendo a área de concentração de seu interesse. O Programa de Saúde Pública oferecerá cinco vagas para o doutorado e até cinco vagas para o mestrado; já o Programa de Epidemiologia ofertará seis vagas para o doutorado e até sete vagas para o mestrado. 

  6. Programas de Saúde Pública e Epidemiologia com inscrições abertas para candidatos estrangeiros no 'stricto sensu' 2017

    Os candidatos estrangeiros interessados nas vagas de mestrado e doutorado (2017) dos Programas de Pós-Graduação em Saúde Pública e Epidemiologia em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) podem se inscrever até dia o 18 de julho na Plataforma Siga Stricto Sensu. Tanto para o mestrado como para o doutorado, o candidato estrangeiro deverá preencher o formulário eletrônico de inscrição, o qual, posteriormente, deverá ser impresso, assinado, digitalizado e encaminhado, via correio eletrônico, com a documentação exigida na inscrição (essa última em formato PDF), para ceci@ensp.fiocruz.br contendo a área de concentração de seu interesse. O Programa de Saúde Pública oferecerá cinco vagas para o doutorado e até cinco vagas para o mestrado; já o Programa de Epidemiologia ofertará seis vagas para o doutorado e até sete vagas para o mestrado. 

  7. Programas de Saúde Pública e Epidemiologia com inscrições abertas para candidatos estrangeiros no 'stricto sensu' 2017

    Os candidatos estrangeiros interessados nas vagas de mestrado e doutorado (2017) dos Programas de Pós-Graduação em Saúde Pública e Epidemiologia em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) podem se inscrever até dia o 18 de julho na Plataforma Siga Stricto Sensu. Tanto para o mestrado como para o doutorado, o candidato estrangeiro deverá preencher o formulário eletrônico de inscrição, o qual, posteriormente, deverá ser impresso, assinado, digitalizado e encaminhado, via correio eletrônico, com a documentação exigida na inscrição (essa última em formato PDF), para ceci@ensp.fiocruz.br contendo a área de concentração de seu interesse. O Programa de Saúde Pública oferecerá cinco vagas para o doutorado e até cinco vagas para o mestrado; já o Programa de Epidemiologia ofertará seis vagas para o doutorado e até sete vagas para o mestrado. 

  8. Pesquisador da ENSP integra Grupo de Trabalho Global sobre Literacia em Saúde

    Durante o 22º Congresso Mundial Sobre Promoção da Saúde e Educação, realizado de 22 a 26 mês de maio em Curitiba/PR, o pesquisador da ENSP Frederico Peres foi convidado e passou a integrar o Grupo de Trabalho Mundial (Global Working Group) da IUHPE (União Internacional de Promoção da Saúde e Educação) sobre Literacia em Saúde. O principal objetivo desse Grupo de Trabalho, criado há seis anos durante a 20º Congresso da IUHPE, é desenvolver e apoiar ações, políticas e pesquisas sobre literacia em saúde, reconhecendo a contribuição de literacia em saúde para a redução de disparidades na promoção da saúde e no bem-estar social, tendo como foco a busca da equidade dentro e entre os países, num contexto global. Constitui-se, ainda, como grupo assessor da Organização Mundial da Saúde sobre questões relacionadas à literacia em saúde e sua relação com a implementação dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

  9. Instituto Pasteur concede bolsa a pesquisador da ENSP/Fiocruz

    Em missão científica de um ano no Instituto Pasteur, em Paris, o pesquisador do Departamento de Ciências Biológicas da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz) Pedro Teixeira foi agraciado com uma bolsa de estudos do Programa Calmette et Yersin, financiada pela própria direção internacional do instituto francês. O projeto aprovado visa aprofundar os estudos na área de Biossegurança e Biosseguridade com ênfase nas doenças emergentes e reemergentes e nas boas práticas de laboratório. Seu objetivo também será investigar as principais técnicas de diagnóstico de doenças: como zika e ebola e outras doenças de importância médica.

  10. ENSP auxilia elaboração de Plano Estratégico de Saúde para CPLP

    Com o objetivo de contribuir com a elaboração do Plano Estratégico de Saúde para a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), o pesquisador da ENSP Frederico Peres esteve em Lisboa, Portugal, para participar da reunião de avaliação do Plano Estratégico de Cooperação em Saúde (Pecs) e da construção de um novo plano - período 2016-2018. Na ocasião, foram definidas as diretrizes básicas e ações estratégicas voltadas para o campo da saúde e da saúde pública no conjunto de países membros da CPLP, incluindo o fortalecimento das redes estruturantes, das capacidades institucionais nacionais em saúde pública, do papel das redes estruturantes no alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), além da consolidação das ações de comunicação e informação entre os países membros e das estratégias para a governança e o financiamento das atividades do Pecs 2016-2018.