1. ENSP debate as diversas formas de violência contra a mulher

    Durante o mês de março a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP) promoveu diversas atividades de luta e mobilização pelos direitos das mulheres. O debate Violência contra a mulher, realizado em 28 de março, buscou falar sobre as diversas formas de violências as quais as mulheres estão submetidas cotidianamente. Mediado por Amalyn Nascimento, servidora da CCI/ENSP, o debate contou com a participação da vereadora Marielle Franco, do PSOL-RJ, da militante feminista da Saúde Tatyanny Araujo, da ativista de Manguinhos Patrícia Evangelista e da assistente social da Fiocruz Mônica Olivar. Confira abaixo a reportagem produzida pela ‘ENSP TV’ durante o evento.

  2. 'Reformulação dos marcos legais deve preceder discussão sobre a privatização da Cedae'

    A 'ENSP TV' reuniu pesquisadores do Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental (Dssa) e o engenheiro da Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico (Agenersa), Pedro Pequeno, para um debate sobre a privatização da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), que poderá acontecer como parte do acordo entre o governo do Estado do Rio de Janeiro e o Governo Federal para a liberação de recursos para o estado. Os pesquisadores Maria José Sales, Tatsuo Shubo e Marcelo Motta Veiga representaram o Dssa/ENSP. Assista nos vídeos abaixo (parte 1 e parte 2) a conversa sobre as vantagens e desvantagens de uma possível "privatização do saneamento" no Rio de Janeiro.

  3. Regionalização e conformação de Redes pautaram seminário na ENSP

    Ao final de 2016, o Departamento de Administração e Planejamento em Saúde da Escola Nacional de Saúde Pública (Daps/ENSP) organizou o seminário Desafios da Regionalização e Conformação de Redes de Atenção em Contexto de Desigualdades Territoriais. A atividade reuniu pesquisadores da ENSP e outras instituições de ensino e pesquisa que debateram, entre outros assuntos, desigualdade e fragmentação de políticas e sistemas de saúde, desigualdade e diversidade territorial, desafios de governança regional no SUS, além de desafios da integração na atenção básica. O primeiro dia do evento, 12 de dezembro, contou com a participação de Asa Cristina Laurell, umas das pesquisadoras mais representativas da corrente da medicina social latino-americana, que apresentou uma reflexão sobre as redes de atenção nos sistemas de saúde latino-americanos. 

  4. Regionalização e conformação de Redes pautaram seminário na ENSP

    Ao final de 2016, o Departamento de Administração e Planejamento em Saúde da Escola Nacional de Saúde Pública (Daps/ENSP) organizou o seminário Desafios da Regionalização e Conformação de Redes de Atenção em Contexto de Desigualdades Territoriais. A atividade reuniu pesquisadores da ENSP e outras instituições de ensino e pesquisa que debateram, entre outros assuntos, desigualdade e fragmentação de políticas e sistemas de saúde, desigualdade e diversidade territorial, desafios de governança regional no SUS, além de desafios da integração na atenção básica. O primeiro dia do evento, 12 de dezembro, contou com a participação de Asa Cristina Laurell, umas das pesquisadoras mais representativas da corrente da medicina social latino-americana, que apresentou uma reflexão sobre as redes de atenção nos sistemas de saúde latino-americanos. 

  5. Regionalização e conformação de Redes pautaram seminário na ENSP

    Ao final de 2016, o Departamento de Administração e Planejamento em Saúde da Escola Nacional de Saúde Pública (Daps/ENSP) organizou o seminário Desafios da Regionalização e Conformação de Redes de Atenção em Contexto de Desigualdades Territoriais. A atividade reuniu pesquisadores da ENSP e outras instituições de ensino e pesquisa que debateram, entre outros assuntos, desigualdade e fragmentação de políticas e sistemas de saúde, desigualdade e diversidade territorial, desafios de governança regional no SUS, além de desafios da integração na atenção básica. O primeiro dia do evento, 12 de dezembro, contou com a participação de Asa Cristina Laurell, umas das pesquisadoras mais representativas da corrente da medicina social latino-americana, que apresentou uma reflexão sobre as redes de atenção nos sistemas de saúde latino-americanos. 

  6. Regionalização e conformação de Redes pautaram seminário na ENSP

    Ao final de 2016, o Departamento de Administração e Planejamento em Saúde da Escola Nacional de Saúde Pública (Daps/ENSP) organizou o seminário Desafios da Regionalização e Conformação de Redes de Atenção em Contexto de Desigualdades Territoriais. A atividade reuniu pesquisadores da ENSP e outras instituições de ensino e pesquisa que debateram, entre outros assuntos, desigualdade e fragmentação de políticas e sistemas de saúde, desigualdade e diversidade territorial, desafios de governança regional no SUS, além de desafios da integração na atenção básica. O primeiro dia do evento, 12 de dezembro, contou com a participação de Asa Cristina Laurell, umas das pesquisadoras mais representativas da corrente da medicina social latino-americana, que apresentou uma reflexão sobre as redes de atenção nos sistemas de saúde latino-americanos. 

  7. Acesse os vídeos da ENSP no canal do YouTube

    A ENSP possui um canal no YouTube no qual disponibiliza vídeos produzidos pelo Núcleo Audiovisual da Escola. Além de reportagens sobre aulas e eventos realizados na Escola, o espaço também apresenta entrevistas, projetos, entre outras produções com um conteúdo voltado para o campo da saúde pública.