1. Com participação de pesquisador da ENSP, documentário Fio da Meada estreia no Rio de Janeiro

    O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) promoverá no sábado, 14 de setembro, exibição do documentário Fio da Meada, dirigido por Silvio Tendler, com roteiro dos pesquisadores Marcelo Firpo e Marina Fasanello, do Núcleo Ecologias, Epistemologias e Promoção Emancipatória da Saúde (Neepes) da ENSP. A sessão, marcada para as 17h30, será sucedida de debate, às 19h, com a equipe de produção do filme. Os ingressos serão distribuídos uma hora antes da apresentação.
     

  2. 'Suicídio não é somente um fenômeno individual, nem psíquico; mas multifatorial'

    “Desespero, solidão. Sentimentos rotineiros”. A frase é um trecho de uma poesia escrita por um adolescente acompanhado pelo Centro de Atenção Psicossocial Carlos Augusto Magal (Caps Manguinhos). Segundo dados da OMS, a taxa de suicídio aumentou 7% no país desde a última pesquisa, no ano de 2016. Prevenir e ajudar essas pessoas na atenção básica foi o tema do terceiro dia de comemorações do aniversário de 65 anos da ENSP.

  3. Planejamento participativo na gestão pública foi tema de debate nos 65 anos da ENSP

    No âmbito do projeto da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca Diálogos de Gestão, o Serviço de Recursos Humanos e de Gestão de Compras da ENSP realizaram a palestra Desafios do Planejamento participativo na gestão pública contemporânea durante as comemorações do aniversário de 65 anos da Escola. Confira a apresentação na íntegra, disponível em vídeo, no canal da ENSP no youtube. 

  4. Victor Valla: O legado de um professor nos 65 anos da ENSP

    Com muita emoção e aprendizado demostrados pelos presentes, a atividade em homenagem ao professor Victor Valla fez parte do segundo dia de comemorações dos 65 anos da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz). O salão internacional estava repleto de amigos, ex-alunos, orientandos e curiosos ouvindo as histórias e os ideais do professor, que completa nove anos de falecimento em 2019.

  5. Igualdade na diversidade: a construção da linguagem comum

    “E a cidade, que tem braços abertos num cartão postal, com os punhos fechados da vida real, lhes nega oportunidades, mostra a face dura do mal...”, com a música Alagados, de Os Paralamas do Sucesso – um relato da cruel realidade da vida nas comunidades brasileiras -, teve início uma emocionante homenagem à Consuelo Nascimento (in memorian) no âmbito da mesa No meio do fervo: pesquisadores e moradores de favela aprendendo uma linguagem comum. O circuito dialógico – sem composição de mesa formal - seguiu sua proposta deixando pesquisadores, moradores de favela, dirigentes da Fundação e convidados com o mesmo tempo e possibilidade de fala. 

  6. Aprendizados e ensinamentos de Victor Valla foram temas de debate nos 65 anos da ENSP

    A contribuição para o aprendizado e evolução do pensamento de Valla foram temas da mesa de debate no aniversário de 65 anos da ENSP, ocasião em que foi realizada uma grande homenagem à obra do professor Victor Valla. Diversas pesquisadoras que tiveram o professor como orientador de seus projetos enunciaram como o pensamento de Valla contribuiu para a construção de uma linha de estudos.

  7. Com participação de pesquisador da ENSP, documentário Fio da Meada estreia no Rio de Janeiro

    O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) promoverá no sábado, 14 de setembro, exibição do documentário Fio da Meada, dirigido por Silvio Tendler, com roteiro dos pesquisadores Marcelo Firpo e Marina Fasanello, do Núcleo Ecologias, Epistemologias e Promoção Emancipatória da Saúde (Neepes) da ENSP. A sessão, marcada para as 17h30, será sucedida de debate, às 19h, com a equipe de produção do filme. Os ingressos serão distribuídos uma hora antes da apresentação.
     

  8. Chico Alencar fala nos 65 anos da ENSP sobre a crise na Educação brasileira

    O professor, escritor e ex-parlamentar Chico Alencar foi o convidado da semana de aniversário da ENSP para falar sobre a crise na Educação. Ele iniciou sua palestra lembrando do patrono da educação brasileira. “Impossível falar em Educação sem citar Paulo Freire num momento de desconstrução da sua obra.” A coordenação da mesa foi da vice-diretora de Ensino da ENSP, Lucia Dupret.
     

  9. Aposentadoria e formação de quadros foram debatidos nos 65 anos da ENSP

    O clima era de comemoração pelos 65 anos da ENSP, mas as informações trazidas pela mesa Aposentadorias e o desafio na formação de quadros são preocupantes. Na tarde de 3/9, as vice- diretoras da ENSP, Lucia Dupret (Ensino) e Sheila Mendonça (Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico) anunciaram que, em 2024, o corpo de servidores da ENSP ficará reduzido a menos de 50% do atual, caso se aposentem de fato. Para elas, é preciso pensar estrategicamente em ações para minimizar os impactos determinados pela conjuntura.