1. Abordagem e cobertura do PSF são discutidas em Comunicação Coordenada

    A abordagem, a cobertura e a abrangência da atenção básica através de programas como o PSF foram os principais temas da Comunicação Coordenada Avaliação da Atenção Básica, conduzida pela pesquisadora da ENSP, Célia Almeida, na quinta-feira (24/08), no quarto dia do 8˚ Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva e do 11˚ Congresso Mundial de Saúde Pública, realizado no Riocentro, no Rio de Janeiro. Fizeram parte do debate Juvenal Soares Dias da Costa, da Universidade do Vale do Rio Sinos, Rosana Aquino Pereira, do Instituto de Saúde Coletiva da UFBa, e as pesquisadoras da ENSP, Lílian Grace Moura de Lucena e Maria Helena de Mendonça.

  2. Eleita nova diretoria do Cebes

    O Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes/ENSP/Fiocruz) realizou nesta quinta-feira (24/08), às 18h30min, Assembléia Geral com grande participação do público do 8˚ Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva e do 11˚ Congresso Mundial de Saúde Pública, com a presença do presidente do Conasems, Edmundo Costa Gomes, da Abrasco, Paulo Gadelha, e representantes de várias associações e movimentos sociais. Durante a assembléia, foi eleita a nova Diretoria do Cebes; Sonia Fleury é a nova presidente.

  3. Estado e democracia na globalização: debate disputado

    Os convidados ilustres que discutiram Estado e Democracia: impasses em um mundo globalizado na sessão Grandes Debates da quinta-feira (24/08) levaram uma multidão ao auditório do Riocentro, no 11º Congresso Mundial de Saúde Pública e no 8º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. Leonardo Avritzer, da Universidade Federal de Minas Gerais, Boaventura de Souza Santos, da Universidade de Coimbra, e Carlos Lessa, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, foi o time de intelectuais coordenado por Paulo Gadelha, presidente da Abrasco, em um debate descontraído e pontuado de idéias inovadoras nos campos das ciências políticas e sociais. O áudio do evento está na Biblioteca Multimídia da ENSP.

  4. Carta do Rio é divulgada no último dia do congresso

    Nesta sexta-feira (25/08), os participantes do 11º Congresso Mundial de Saúde Pública e do 8º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, representando 26 países, divulgaram a Carta do Rio com conclusões e indicações a respeito do fenômeno da globalização e seus efeitos sobre a saúde. Leia, a seguir, o texto completo.

  5. Institucionalização da avaliação e experiências exitosas na pauta do congresso

    O Painel A Institucionalização da Avaliação no Âmbito do SUS no Brasil apresentou as conseqüências e necessidades dessa institucionalização em atividades realizadas em Pernambuco, Bahia e em programas brasileiros de Monitoramento e Avaliação na Atenção Básica e Monitoramento e Avaliação no Programa Nacional de DST/Aids. As palestras foram feitas por Regina Bodstein e Elisabeth Moreira, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), Maria Guadalupe Medina, do Instituto de Saúde Coletiva da UFBa, e Paulo Germano de Frias, do Instituto Materno Infantil de Pernambuco, no terceiro dia do 8˚ Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva e do 11˚ Congresso Mundial de Saúde Pública.

  6. Buss recebe prêmio e promete lutar por eqüidade na saúde

    Aplaudido de pé por cerca de 1.500 pessoas que lotavam o auditório principal do Riocentro, Paulo Buss, presidente da Fiocruz, encerrou muito emocionado sua conferência Globalização, pobreza e saúde, após receber o prêmio Hugh Rodman Leavell Lecture, concedido pela Federação Mundial das Associações de Saúde Pública, instituição que reúne cerca de 70 associações. Buss criticou a globalização, apresentou dados mostrando o enorme fosso econômico e social que separa países ricos e pobres e terminou sua apresentação prometendo lutar pela eqüidade e pela paz entre os povos com foco na saúde. A cerimônia ocorreu no 11º Congresso Mundial de Saúde Pública e no 8º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, no Rio de Janeiro. A apresentação e o discurso de Paulo Buss estão disponíveis na Biblioteca Multimídia da ENSP.

  7. Cebes elege nova diretoria durante evento

    O Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes/ENSP/Fiocruz) elege nesta quinta-feira (24/08), às 18h30min, sua nova Diretoria Nacional, durante Assembléia Geral que acontece dentro do 8˚ Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva e o 11˚ Congresso Mundial de Saúde Pública. Na ocasião, haverá prestação de contas da gestão 2003-2006 e análise da conjuntura e diretrizes para o Cebes. Conheça a plataforma da nova diretoria para a gestão do Cebes.

  8. Central Única das Favelas no Congresso de Saúde Pública

    O 11º Congresso Mundial de Saúde Pública e o 8º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva reúnem docentes, pesquisadores, gestores, profissionais de saúde, lideranças da saúde pública/coletiva em torno do debate e da reflexão no enfrentamento de desafios práticos e teóricos do campo da saúde pública. Em paralelo às atividades do Abrascão, movimentos culturais descontraem os participantes e atraem a atenção de curiosos, como nesta quarta-feira (23/08), quando a Organização não-governamental Cufa (Central Única das Favelas) divulgou o Hip-Hop e o trabalho de arte dos seus grafiteiros.

  9. Gasto com Aids equivale a três dias de gasto militar no mundo

    O gasto anual com HIV/Aids - doença que mata cerca de três milhões de pessoas por ano - equivale a três dias de gasto militar no mundo. A afirmação é de Jorge Bermudez, ex-diretor da ENSP e atual chefe da Unidade de Medicamentos Essenciais, Vacinas e Tecnologias da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), um dos expositores do Fórum Colufras - Conferência Luso-Francófona da Saúde, que aconteceu no terceiro dia do Congresso da Abrasco. O fórum abordou o acesso a medicamentos e a proteção ao cidadão. As apresentações e o áudio de Jorge Bermudez estão disponíveis na Biblioteca Multimídia da ENSP.

  10. Painel apresenta avaliações dos sistemas de saúde

    Três diferentes metodologias de avaliação de desempenho dos sistemas de saúde foram abordados durante painel na tarde de quarta-feira (23/08), durante o 8˚ Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva e o 11˚ Congresso Mundial de Saúde Pública, que acontecem no Rio de Janeiro. O painel, coordenado pela pesquisadora da ENSP e professora convidada do Departamento de Medicina Social da Universidade de Montreal (Canadá), Zulmira Hartz, lotou o auditório principal do pavilhão quatro do Riocentro.