1. Cerimônia de encerramento do Abrascão premia Fiocruz

    O prêmio de melhor Instituição de Saúde Pública do Mundo concedido à Fiocruz, a posse do novo presidente da World Federation of Public Health Associations (WFPHA), Asib Nasim, e a divulgação dos 56 pôsteres que receberam menção honrosa foram os destaques da cerimônia de encerramento do 11º Congresso Mundial de Saúde Pública e do 8º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. O presidente da Abrasco, Paulo Gadelha, os representantes da WFPHA, Cuauhtemoc Ruiz Matus e Theodor Abelin, o presidente da Fiocruz, Paulo Buss, e o secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do MS, Moyses Gouldbaum, ressaltaram a importância dos congressos realizados no Rio de Janeiro e anunciaram o 12º Congresso, que acontecerá em Istambul, na Turquia, em 2009.

  2. Nove pôsteres da ENSP recebem menção honrosa no Abrascão

    Nove dos 56 pôsteres que receberam menção honrosa no 11º Congresso Mundial de Saúde Pública e no 8º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva são de alunos e pesquisadores da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. O anúncio foi feito pela coordenadora do Centro Latino-Americano de Estudos de Violência e Saúde Jorge Carelli (Claves/DEMQS/ENSP/Fiocruz), Maria Cecília Minayo, durante a solenidade de encerramento do evento.

  3. Especialistas debatem produção de sentidos na Saúde

    Moacyr Scliar, da Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre, José Ricardo Ayres, do Departamento de Medicina Preventiva da USP, Kenneth Rochel, do Instituto de Medicina Social da Uerj, Paulo Buss, presidente da Fiocruz, e Naomar de Almeida Filho, reitor da Universidade Federal da Bahia (UFBa), foram os debatedores do painel Produção dos Sentidos da e na Saúde ou o que quer dizer, afinal, isso cujo nome é saúde?, que abordaram com grande abrangência a definição da saúde, sua evolução e sua relação com a doença. O painel foi realizado no último dia (25/08) do Abrascão.

  4. Ambientes Saudáveis em debate no Abrascão

    Três diferentes estratégias para a promoção de ambientes saudáveis foram apresentadas no último dia (25/08) do 11º Congresso Mundial de Saúde Pública e no 8º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, entre elas o Plano Diretor Saudável que está em desenvolvimento pela Rede Brasileira de Habitação Saudável, coordenada pela pesquisadora do DSSA/ENSP, Simone Cynamon Cohen.

  5. Promoção da Saúde: experiências e intervenções

    Duas estratégias reais e uma visão subjetiva sobre Promoção da Saúde nortearam o painel Promoção da Saúde e Desenvolvimento Local: barreiras e respostas, coordenado pelo diretor da ENSP, Antônio Ivo de Carvalho, que teve como um dos expositores o pesquisador Marcelo Firpo (Cesteh/ENSP/Fiocruz). As apresentações, realizadas no último dia (25/08) do Congresso da Abrasco, levaram ao público experiências e intervenções no ambiente com sujeitos locais.

  6. Saúde pública na interseção entre ciência, mercado e política

    Um dos principais mentores intelectuais da Reforma Sanitária Brasileira, o italiano Giovanni Berlinguer foi a estrela do último dia do 11º Congresso Mundial de Saúde Pública e do 8º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, realizado no Rio de Janeiro de 21 a 25 de agosto. Em sua conferência Novas fronteiras em ciência e tecnologia: o que isso significa para a saúde coletiva?, Berlinguer falou da saúde pública como ponto de interseção entre ciência, mercado e política.

  7. Presidente da Abrasco faz balanço positivo dos dois congressos

    Cinco dias de debates, cerca de doze mil congressistas, mais de 360 atividades entre comunicações coordenadas, painéis, oficinas, fóruns e quase oito mil pôsteres expostos. Os números são gigantescos para os dois maiores congressos brasileiro e internacional de Saúde Pública, realizado no Rio de Janeiro de 21 a 25 de agosto. O presidente da Abrasco, Paulo Gadelha, falou da relevância do evento para a saúde pública e destacou os pontos importantes levantados nos congressos.

  8. Painel enfoca proteção social e direitos à saúde

    Resgatar a questão dos direitos à saúde como um direito humano fundamental e mostrar que isso é possível através de caminhos alternativos, com a participação da população local foi o tema principal do Painel Extensão da Proteção Social em Saúde e Acesso Universal à Assistência: desafios para os formadores de políticas, onde a pesquisadora Célia Almeida, da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (ENSP/Fiocruz) e representantes da Organização Pan-americana de Saúde (Opas), da Secretaria de Salud Pública Municipalidad de Rosário, na Argentina, e da Pontifícia Universalidad Javeriana da Colômbia, abordaram o assunto, na quinta-feira (24/08), no 11º Congresso Mundial de Saúde Pública e no 8º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva.

  9. Abordagem e cobertura do PSF são discutidas em Comunicação Coordenada

    A abordagem, a cobertura e a abrangência da atenção básica através de programas como o PSF foram os principais temas da Comunicação Coordenada Avaliação da Atenção Básica, conduzida pela pesquisadora da ENSP, Célia Almeida, na quinta-feira (24/08), no quarto dia do 8˚ Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva e do 11˚ Congresso Mundial de Saúde Pública, realizado no Riocentro, no Rio de Janeiro. Fizeram parte do debate Juvenal Soares Dias da Costa, da Universidade do Vale do Rio Sinos, Rosana Aquino Pereira, do Instituto de Saúde Coletiva da UFBa, e as pesquisadoras da ENSP, Lílian Grace Moura de Lucena e Maria Helena de Mendonça.

  10. Eleita nova diretoria do Cebes

    O Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes/ENSP/Fiocruz) realizou nesta quinta-feira (24/08), às 18h30min, Assembléia Geral com grande participação do público do 8˚ Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva e do 11˚ Congresso Mundial de Saúde Pública, com a presença do presidente do Conasems, Edmundo Costa Gomes, da Abrasco, Paulo Gadelha, e representantes de várias associações e movimentos sociais. Durante a assembléia, foi eleita a nova Diretoria do Cebes; Sonia Fleury é a nova presidente.