1. Saúde coletiva e saúde pública: diferenças e semelhanças

    Os termos Saúde Pública e Saúde Coletiva são facilmente confundidos, uma vez que as diferenças entre eles são muito sutis, mas existentes. E foi sobre esta ótica que o pesquisador da UFBA Jairnilson Paim proferiu a palestra de abertura do ano letivo da ENSP em 2014. A exposição, realizada no dia 26 de março, traçou ainda um histórico da formação da Saúde Coletiva no país, que nasceu junto com o movimento da Reforma Sanitária brasileira. Assista, em vídeo, os melhores momentos da apresentação do professor Paim e acesse, na Biblioteca Multimídia da ENSP, sua exposição completa.

  2. ENSP abre ano letivo debatendo papel da Saúde Coletiva

    O professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA) Jairnilson Paim é o expositor convidado da abertura do ano letivo da ENSP em 2014. Com o tema Saúde Coletiva ou restauração da Saúde Pública?, Paim abordará o campo da saúde coletiva, enquanto movimento ideológico comprometido com a transformação social, apresentando possibilidades de articulação com novos paradigmas científicos capazes de abordar o objeto saúde-doença-cuidado respeitando sua historicidade e integralidade. A atividade está marcada para o dia 26 de março, às 14 horas, no auditório térreo da Escola e é aberta a todos os interessados. A aula será antecedida por uma homenagem ao professor Miguel Murat Vasconcellos, pesquisador da ENSP falecido em 2009, que ocorrerá às 13h30 no Salão Internacional (4o. andar). Na ocasião, o Centro de Estudos passará a ser denominado Centro de Estudos Miguel Murat Vasconcellos. A palestra será transmitida, ao vivo, pelo Portal ENSP.

  3. ENSP abre ano letivo debatendo papel da Saúde Coletiva

    O professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA) Jairnilson Paim é o expositor convidado da abertura do ano letivo da ENSP em 2014. Com o tema Saúde Coletiva ou restauração da Saúde Pública?, Paim abordará o campo da saúde coletiva, enquanto movimento ideológico comprometido com a transformação social, apresentando possibilidades de articulação com novos paradigmas científicos capazes de abordar o objeto saúde-doença-cuidado respeitando sua historicidade e integralidade. A atividade está marcada para o dia 26 de março, às 14 horas, no auditório térreo da Escola e é aberta a todos os interessados. A aula será antecedida por uma homenagem ao professor Miguel Murat Vasconcellos, pesquisador da ENSP falecido em 2009, que ocorrerá às 13h30 no Salão Internacional (4o. andar). Na ocasião, o Centro de Estudos passará a ser denominado Centro de Estudos Miguel Murat Vasconcellos. A palestra será transmitida, ao vivo, pelo Portal ENSP.

  4. ENSP abre ano letivo debatendo papel da Saúde Coletiva

    O professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA) Jairnilson Paim é o expositor convidado da abertura do ano letivo da ENSP em 2014. Com o tema Saúde Coletiva ou restauração da Saúde Pública?, Paim abordará o campo da saúde coletiva, enquanto movimento ideológico comprometido com a transformação social, apresentando possibilidades de articulação com novos paradigmas científicos capazes de abordar o objeto saúde-doença-cuidado respeitando sua historicidade e integralidade. A atividade está marcada para o dia 26 de março, às 14 horas, no auditório térreo da Escola e é aberta a todos os interessados. A aula será antecedida por uma homenagem ao professor Miguel Murat Vasconcellos, pesquisador da ENSP falecido em 2009, que ocorrerá às 13h30 no Salão Internacional (4o. andar). Na ocasião, o Centro de Estudos passará a ser denominado Centro de Estudos Miguel Murat Vasconcellos. A palestra será transmitida, ao vivo, pelo Portal ENSP.

  5. Regulação da maconha no Brasil: deixe sua opinião

    Um dos recordistas de contribuições no blog Saúde em Pauta da ENSP, o debate 'você é a favor da regulação da maconha no Brasil?' egue aberto e continua ouvindo a posição da sociedade. Os comentários expostos até o momento são contundentes, com cada lado – a favor ou contra –, expondo seus pontos, medos e perspectivas para a polêmica proposta apresentada ao Portal e-Cidadania, do Senado Federal, pelo aluno de mestrado em Saúde Pública da ENSP André Kiepper. Afinal, o Brasil está pronto para o consumo da erva ou apenas debater o tema já é uma questão tabu para nossa sociedade? Sua opinião é importante.

  6. Participe do debate sobre regulação do uso da maconha no país

    O blog Saúde em Pauta da ENSP está com um novo debate no ar e quer a sua opinião. Você é a favor da regulação da maconha no Brasil? Essa polêmica proposta foi apresentada ao Portal e-Cidadania e pode virar um projeto de lei no Senado Federal: a regulação dos usos recreativo, medicinal e industrial da erva. O autor da questão é o aluno de mestrado em Saúde Pública da ENSP André Kiepper e obteve, em apenas oito dias, mais de 20 mil manifestações de apoio, número que assegurou o envio da sugestão para a análise da Comissão de Direitos Humanos. Entendendo a importância do debate, a ENSP quer ouvir a comunidade científica, acadêmica e a sociedade em geral. Participe!

  7. Participe do debate sobre regulação do uso da maconha no país

    O blog Saúde em Pauta da ENSP está com um novo debate no ar e quer a sua opinião. Você é a favor da regulação da maconha no Brasil? Essa polêmica proposta foi apresentada ao Portal e-Cidadania e pode virar um projeto de lei no Senado Federal: a regulação dos usos recreativo, medicinal e industrial da erva. O autor da questão é o aluno de mestrado em Saúde Pública da ENSP André Kiepper e obteve, em apenas oito dias, mais de 20 mil manifestações de apoio, número que assegurou o envio da sugestão para a análise da Comissão de Direitos Humanos. Entendendo a importância do debate, a ENSP quer ouvir a comunidade científica, acadêmica e a sociedade em geral. Participe!

  8. Ministros da Saúde falam sobre os 25 anos do SUS

    Para comemorar os 25 anos da Constituição Cidadã e os 25 do Sistema Único de Saúde (SUS), o Portal da Inovação em Saúde entrevistou os ministros da saúde protagonistas na construção da política de saúde, considerada como a mais inclusiva do Estado Brasileiro. Adib Jatene, José Serra, Humberto Costa, Saraiva Felipe, Agenor Álvares e José Gomes Temporão fazem um balanço dos 25 anos do Sistema de Saúde brasileiro e elencam os desafios e perspectivas para o futuro.

  9. Instituições seguem na luta por financiamento adequado do SUS

    Cinco instituições de saúde brasileira redigiram uma nota de repúdio ao desrespeito que o Congresso e o Governo vêm tendo com o Movimento Saude+10 com a aprovação da PEC 22A/2000 pelo Senado, que destina um valor muito menor para a saúde pública que o Projeto de Lei de Iniciativa Popular n. 321/2013, o qual estabelece a aplicação de pelo menos 10% das Receitas Correntes Brutas da União em ações e serviços públicos de saúde. O texto, que pode ser conferido em anexo, foi assinado pela Abres, Abrasco, Ampasa, Cebes e Idisa.

  10. Lançada Comissão da Verdade da Reforma Sanitária

    "As Comissões da Verdade são importantes para que o nosso país possa afirmar sua identidade e para pensarmos se temos a democracia pela qual tanto lutamos", disse a pesquisadora aposentada da Fiocruz e da UFRJ Annamaria Testa Tambellini, durante a cerimônia de lançamento da Comissão da Verdade da Reforma Sanitária. Essa é uma iniciativa da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) e do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes), cuja intenção é investigar as violações dos direitos humanos por agentes do Estado ocorridas de 1946 a 1988. O projeto tem o apoio irrestrito da ENSP, e sua coordenação está a cargo de Annamaria. Em seu lançamento, ocorrido no 6º Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde, foi realizada uma homenagem ao advogado dos perseguidos políticos ao longo da ditadura militar, Modesto da Silveira, que também é ex-deputado, jurista e patrono dessa comissão.