1. Curso vai ensinar professores a enfrentar a violência nas escolas

    O curso de Atualização em enfrentamento da violência e defesa de direitos na escola da ENSP/Fiocruz foi destaque na quinta-feira (11/03) no jornal Bom dia Rio, da TV Globo. Voltado para as temáticas relativas às violências contra a infância e juventude e à promoção e defesa, no contexto escolar, as inscrições vão até o dia 19 de março e as aulas começam no início de maio. Ao todo, são oferecidas 350 vagas para professores e profissionais de Educação, com nível superior, da Rede Pública de Ensino.

  2. Exercício que cura

    A importância da atividade física na recuperação da autoestima foi tema da reportagem Exercício que cura, veiculada na edição de domingo (7/3), do Jornal O Globo. A bolsista de pós doutorado pela ENSP, Andréa Deslandes, revelou que as pessoas que sofrem de depressão, Alzheimer e Parkinson também podem se beneficiar da realização dos exercícios. Ainda de acordo com a pesquisadora, tanto o treino aeróbico como o de força - desde que realizados de forma leve ou moderada - podem atingir resultados tão bons quanto o da droga antidepressiva.

  3. Internet muda comportamento do brasileiro nas suas horas de folga

    Pesquisa da Fecomercio-RJ revela o que o brasileiro costuma fazer em seu tempo vago. Dados mostram que assistir televisão e frequentar igreja são programas comuns, enquanto o número de leitores vem caindo. Já com relação a utilização da internet, a pesquisa revela uma mudança no hábito da população. O psicólogo comportamental e aluno de mestrado da ENSP Salvador Pereira Junior, explica esse novo comportamento. A matéria foi destaque no dia 4/03 no jornal Folha da Manhã (RJ).

  4. Até a metade do século, população de idosos será de quase 50 milhões

    Dados do IBGE revelam que a população brasileira está envelhecendo rapidamente. A expectativa de vida do brasileiro passou de 41 anos em 1960, atingiu 72,7 anos em 2007. Esse novo perfil da população foi destaque da edição 47 da revista Problemas Brasileiros, editada pelo SESC-SP. A matéria traz um amplo panorama da situação dos idosos no país, abordando questões como violência, saúde, moradia, direitos entre outros. Entre os entrevistados está a coordenadora do Claves/ENSP/Fiocruz, Maria Cecília Minayo.

  5. Pesquisa analisa relação entre familía e trabalho das comissárias de bordo

    A tese de mestrado em Saúde Pública da ENSP que analisou a relação entre família e trabalho das comissárias de voo ganhou destaque na edição janeiro/fevereiro de 2010 da Revista Ciência Hoje. A ex-comissária de voo Diana Bandeira - autora do estudo - realizou a pesquisa com um grupo de sete comissárias que são mães e foram reinseridas no mercado após a falência da empresa em que atuavam. O estudo foi baseado na descrição das escalas de voo, ressaltando a distribuição dos tempos de trabalho e não trabalho e na análise das entrevistas.

  6. SUS oferece mais similar que genérico, diz pesquisa

    Estudo publicado no volume 25, número 10, da revista Cadernos de Saúde Pública mostra que em determinado grupo de unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) havia mais oferta de medicamentos similares do que de genéricos. A pesquisa da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) foi destaque no site G1, da Globo.com e no jornal O Estado de S. Paulo, de quarta-feira (24/02). Coordenado pela pesquisadora Elaine Silva Miranda, o trabalho Disponibilidade no setor público e preços no setor privado: um perfil de medicamentos genéricos em diferentes regiões do Brasil evidenciou que, no setor público, há mais medicamentos similares que genéricos em todas as regiões e, com relação aos preços, os genéricos competem entre si e com similares, mas não com medicamentos de marca.

  7. Pesquisa revela perfil das mães que deixam de amamentar o filho

    Mães que trabalham com carteira assinada ou que não têm um companheiro tendem a dar leite artificial antes dos seis meses da criança. A constatação faz parte da pesquisa realizada pela ENSP/Fiocruz que mostra um perfil das mães que tendem a dar leite artificial antes dos seis meses da criança. O trabalho foi destaque na edição de terça-feira (23/02) do Jornal Hoje, da Rede Globo. Confira também o artigo publicado na Revista Brasileira de Epidemiologia pelas pesquisadoras do estudo.

  8. Pesquisa analisa qualidade da areia nas praias do Rio

    A Secretaria Municipal de Meio Ambiente do Rio de Janeiro divulgou boletim informando que a qualidade da área de 14 praias do município melhorou, enquanto a de outras seis praias foram consideradas impróprias. A notícia foi destaque em diversos jornais, que ouviu diversos pesquisadores, entre eles Adriana Sotero, do DSSA/ENSP, que explicou que cães, ratos e pombos são os principais responsáveis pela contaminação das praias com a bactérias Escherichia coli.

  9. ENSP auxilia agricultores no semiárido do Nordeste

    O portal EcoDebate - Cidadania e Meio Ambiente destacou a participação da Escola Nacional de Saúde Pública no auxílio aos agricultores da região do semiárido do Nordeste. A atuação da ENSP visa à construção de estratégias que buscam articular recursos técnicos, científicos, sociais e de políticas públicas com vistas a gerar renda e adaptar comunidades vulneráveis aos efeitos das mudanças climáticas. Leia a reportagem.

  10. Artigo revela que abortos são mais nocivos às mulheres pobres

    A tese de doutorado em Saúde Pública da ENSP que revela o incentivo da família à pratica do aborto ganhou destaque na edição de sábado (6/2), do Jornal do Brasil. A enfermeira Simone Mendes Carvalho - autora do estudo - investigou um grupo de 16 mulheres que engravidaram 44 vezes e fizeram 22 abortos clandestinos. A tese relata que o procedimento, comum a todas as classes sociais, é mais nocivo às mulheres pobres que recorrem a ervas e preparados caseiros, remédios proibidos e até mesmo a clínicas de fundo de quintal.