1. Desigualdade no combate ao fumo: estudo tem grande destaque

    A pesquisa realizada pelo Centro de Estudos sobre Tabaco e Saúde da ENSP, em parceria com a Aliança de Controle do Tabagismo (ACT) e a Faculdade de Economia da Universidade Federal Fluminense, que alerta para as iniquidades na distribuição do tabagismo no território nacional teve grande repercussão nos veículos de comunicação do país. O estudo, que aponta a situação de vulnerabilidade dos pobres em relação ao consumo, as mensagens de alerta e doenças relacionadas ao tabaco, foi divulgado em diversos jornais do Brasil.

  2. Reportagem divulga pesquisa que associa tabagismo à pobreza

    A edição de terça-feira (26/11) do Jornal Nacional divulgou a pesquisa desenvolvida pelo Centro de Estudos sobre Tabaco e Saúde da ENSP, em parceria com a Aliança de Controle do Tabagismo (ACT) e a Faculdade de Economia da Universidade Federal Fluminense, que alerta para as iniquidades na distribuição do tabagismo no território nacional. A reportagem revelou que nas famílias de menor renda os fumantes passam de 20%. Sobre o grau de escolaridade, 10 % dos brasileiros com pelo menos um ano de universidade são fumantes. A porcentagem dobrou quando foram analisadas as pessoas que não completaram o Ensino Fundamental (22%).

  3. Pesquisadora fala de estudo sobre tabaco e saúde conduzido pela ENSP

    O Jornal das Dez, do canal de televisão GloboNews, divulgou, na segunda-feira (25/11), pesquisa desenvolvida pelo Centro de Estudos sobre Tabaco e Saúde da Escola Nacional de Saúde Pública (Cetab/ENSP/Fiocruz), em parceria com a Aliança de Controle do Tabagismo (ACT) e a Faculdade de Economia da Universidade Federal Fluminense, que alerta para a falta de impacto das políticas de controle do tabagismo nas populações de baixa renda. O estudo revela que as pessoas mais pobres sofrem maior exposição ao tabagismo e têm menos percepção das mensagens de alerta à saúde.

  4. Pesquisadora comenta cultura da cesariana no país

    Na sexta-feira (22/11), a pesquisadora da Escola Nacional de Saúde Pública Maria do Carmo Leal participou do programa Pense Rio, promovido pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro. O debate, que teve o tema parto normal x cesariana, também contou com a presença do vereador Paulo Pinheiro e da representante da Secretaria Municipal de Saúde do RJ, Maria Auxiliadora Gomes. Segundo a Organização Mundial da Saúde, o Brasil possui a mais alta taxa de cesariana no mundo. Na última década, por exemplo, houve aumento de 37 para 52% no número de cesáreas no país.

  5. Pesquisador comenta financiamento das comunidades terapêuticas

    O pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública e presidente da Associação Brasileira de Saúde Mental, Paulo Amarante, publicou artigo, no site do Centro Brasileiro de Estudos da Saúde (Cebes), sobre a proposta de financiamento público das "comunidades terapêuticas". No texto, Política anti-crack: Epidemia do Desespero ou do mercado anti-droga?, Amarante revela que a iniciativa foi amplamente rejeitada por meio de moções e propostas alternativas bastante fundamentadas.

  6. Artigo propõe reflexão sobre o trabalho dos policiais

    Coordenadora científica do Centro Latino-Americano de Estudos de Violência e Saúde Jorge Careli (Claves/ENSP) e editora da revista Ciência e Saúde Coletiva, Cecília Minayo publicou artigo, na edição de sábado (16/11), do Jornal O Globo, sobre as condições de vida, trabalho e saúde dos policiais do Estado do Rio de Janeiro. Ela, que trabalha com o tema desde 2002, destaca que a insatisfação, a ansiedade e a falta de reconhecimento no trabalho fazem mal ao policial. O artigo é um desdobramento do Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2013, que contou com a colaboração do Claves.

  7. Especialistas destacam importância da fabricação de nova vacina no país

    Em artigo para o jornal Folha de S. Paulo, o secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde e pesquisador da ENSP/Fiocruz, Carlos Gadelha, em parceria com o presidente de saúde global da Fundação Bill & Melinda Gates, Trevor Mundel, fala da parceria firmada entre as instituições para o desenvolvimento de uma vacina de alta qualidade e de baixo custo para prevenir sarampo e rubéola em alguns dos países mais pobres do mundo. O texto foi publicado na edição de 12 de novembro.

  8. ENSP inicia curso de monitoramento e avaliação em Brasília

    Uma aula inaugural realizada na quarta-feira (6/11), em Brasília, deu início ao primeiro curso de especialização para o monitoramento e avaliação dos programas do Ministério da Saúde. A iniciativa, realizada pelo Departamento de Monitoramento e Avaliação do SUS (DEMAS) do Ministério da Saúde terá a participação de 300 servidores e é organizado em parceria com o Laboratório de Avaliação de Situações Endêmicas Regionais (Laser) da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz).

  9. Imprensa destaca descoberta de micobactéria

    O pesquisador Jesus Ramos, do Centro de Referência Professor Hélio Fraga (CRPHF/ENSP), descobriu nova espécie de micobactéria não causadora de tuberculose (TB). A nova espécie isolada no Brasil recebeu o nome de Mycobacterium fragae. A descoberta foi destacada em matéria publicada pelo jornal O Globo, seção Saúde, em 25/10, e em outros veículos, como o Jornal da Ciência e o site Infecções.com. De acordo com Ramos, o micro-organismo é o primeiro do tipo descrito por um cientista brasileiro desde 1938, quando José da Costa Cruz, cientista do Instituto Oswaldo Cruz, registrou a existência da Mycobacterium fortuitum.

  10. Caso Paulo Bruno repercute na imprensa

    Vários veículos de comunicação repercutiram a prisão do professor e pesquisador Paulo Roberto de Abreu Bruno, da ENSP/Fiocruz, na noite de terça-feira (15/10), quando participava de manifestação popular, no Centro do Rio de Janeiro, em apoio aos professores.