1. Paulo Amarante comenta sobre os riscos causados pelo uso do eletrochoque

    Em entrevista ao jornal 'O Globo', o coordenador do Laboratório de Atenção Psicossocial da ENSP, Paulo Amarante, comenta a existência de registros da aplicação indevida do eletrochoque à pacientes internados em grandes hospitais psiquiátricos brasileiros, a fim de aquietar enfermos mais agitados. Frente a esse quadro abusivo, ele aponta os risco que a técnica oferece, tendo em vista os possíveis propósitos para sua utilização, como método de controle e tortura, por exemplo.

  2. Pesquisador comenta projeto de pesquisa na área de Tuberculose

    Em entrevista concedida ao site Swissinfo.ch, o pesquisador do Centro de Referência Professor Hélio Fraga (CRPHF/ENSP), Jesus Pais Ramos, comenta sobre os estudos realizados no Centro, voltados para a área de Tuberculose. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o índice de casos da doença aumentou em 2017, além da resistência das bactérias à algumas medicações utilizadas no tratamento.

  3. Pesquisador comenta reavaliação toxicológica do glifosato

    A BBC Brasil publicou reportagem na terça-feira sobre o anuncio da reavaliação toxicológica da Anvisa em relação ao glifosato, o agrotóxico mais usado no Brasil e no mundo. O parecer não aponta evidências científicas de que ele cause câncer, mutações ou má formação em fetos. Ouvido pela reportagem, o pesquisador Luiz Cláudio Meirelles, da ENSP, aposta que o glifosato seguirá os mesmos caminhos do DDT, que hoje é proibido mundialmente. A reportagem foi republicada no Portal G1Confira.

  4. Pesquisadora comenta a influência dos ambientes de trabalho no desenvolvimento de cânceres

    Em conscientização ao Dia Mundial de Combate ao Câncer, celebrado em 4 de fevereiro, a professora e pesquisadora do Programa de Saúde Pública e Meio ambiente da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), Gina Torres Rego Monteiro, apresentou dados e informações sobre a doença no programa Repórter SUS, produzido em parceria com a Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio da Fundação Oswaldo Cruz (EPSJV/Fiocruz).

  5. Reportagem detalha funcionamento das OSS

    O analista de Gestão em Saúde da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ESNP/Fiocruz), Joyker Peçanha Gomes, em entrevista ao Portal Multiplix, explicou as dificuldades existentes entre os setores público-privado, em relação às Organizações Sociais da Saúde (OSS) no estado do Rio. A reportagem destacou a greve dos funcionários da Unidade de Pronto Atendimento de Nova Friburgo, em virtude do não pagamento dos salários dos funcionários.

  6. Reportagem detalha funcionamento das OSS

    O analista de Gestão em Saúde da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ESNP/Fiocruz), Joyker Peçanha Gomes, em entrevista ao Portal Multiplix, explicou as dificuldades existentes entre os setores público-privado, em relação às Organizações Sociais da Saúde (OSS) no estado do Rio. A reportagem destacou a greve dos funcionários da Unidade de Pronto Atendimento de Nova Friburgo, em virtude do não pagamento dos salários dos funcionários.

  7. Reportagem destaca benefícios do telhado verde

    Os telhados ecológicos, também reconhecidos como "telhados verdes" podem reduzir temperaturas dos ambientes em que são instalados. Nesse tipo de situação, as plantas fazem a primeira barreira do sol, as folhas e caules criam espaço para circulação de ar e o verde minimza a troca términca da casa com o ambiente. A afirmativa é do pesquisador Renato Castiglia Feitosa, da ENSP, em entrevista ao programa Globonews em Pauta, em janeiro deste ano.
     

  8. Pesquisador da ENSP fala sobre novos registros de agrotóxicos permitidos pelo Ministério da Agricultura

    O pesquisador do Cesteh/ENSP, Luiz Claudio Meirelles, concedeu entrevista ao site HuffPost Brasil, na qual fala sobre a liberação de novos registros, ainda mais tóxicos, permitidos pelo Ministério da Agricultura. Como uma de suas primeiras medidas, o Ministério liberou o uso de 28 diferentes agrotóxicos nas lavouras do país. Desses, 18 são princípios ativos para serem utilizados pela indústria brasileira na produção de outros químicos voltados ao uso no campo.

  9. Pesquisadora analisa alta carga de tuberculose nos países africanos

    Representando o Banco Mundial na 4ª reunião do Comité Consultivo Regional de Apoio à TB e aos Sistemas de Saúde da África Austral, em Livingstone, na Zâmbia, a pesquisadora Margareth Dalcolmo, da ENSP/Fiocruz, destacou a importância da união de vários atores, entre a medicina, a academia e a sociedade civil, para controlar a tuberculose nos países africanos com alta carga da doença. O encontro teve participação do ministro da Saúde da Zâmbia, Chitalu Chilufya.