1. ENSP integra Fórum de Direito e Saúde da Emerj

    A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) tornou-se membro do Fórum Permanente de Direito e Saúde, estruturado pela Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (Emerj). Esse novo espaço ratifica uma parceria que ocorre desde 2002 entre as duas Escolas nos campos do direito e da saúde, além de ser um ambiente de formação e excelência em diversas áreas do saber jurídico. A ENSP será representada pelos pesquisadores Maria Helena Barros e Paulo Amarante. A primeira atividade do Fórum já está marcada para o dia 13 de novembro, às 9 horas, na palestra Direitos Humanos, Diversidade Cultural e Trabalho: uma nova dimensão do campo da saúde mental, a ser proferida por Paulo Amarante.

  2. Brasil propõe ação conjunta ao Brics para produção de medicamentos contra TB

    Em consonância com os novos desafios globais para o controle da tuberculose, durante o encontro de representantes de Ministérios da Saúde dos Brics, na 45º Conferencia Mundial de Saúde Pulmonar, em Barcelona (Espanha), o Brasil propôs aos membros do grupo (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) a compra conjunta de matéria-prima para a produção de medicamentos de primeira linha para o controle da tuberculose nos países de média e baixa renda. Uma ação como esta pode garantir o acesso universal ao tratamento gratuito para os pacientes desses locais, contribuindo para o controle da doença no mundo.

  3. Tuberculose: declaração de Barcelona reafirma luta contra doença

    Parlamentares e líderes políticos de cinco continentes assinaram a Declaração de Barcelona de Tuberculose, que se compromete a trabalhar para uma ação continuada, além de articular investimentos significativos na luta contra a doença. A declaração foi o resultado da reunião inaugural TB Global, realizada em conjunto com a 45ª Conferência Mundial sobre Saúde Pulmonar, em Barcelona. O coordenador técnico do Observatório TB Brasil - composto por diversas unidades da Fiocruz, entre elas a ENSP -, Carlos Basília, esteve presente ao evento e apontou que uma Cúpula Global reuniu representantes no intuito de estimular a vontade política necessária para enfrentar a tuberculose e criar uma visão clara sobre o papel dos parlamentares na luta contra a epidemia. Além da declaração, a Cúpula também resultou na criação de uma rede Global de abrangência dos parlamentares que irão conduzir esses esforços.

  4. Mestrado voltado para controle da tuberculose segue com inscrições abertas

    Continuam abertas, até o dia 3 de novembro, as inscrições para o mestrado profissional em Epidemiologia e Controle da Tuberculose. O novo curso, desenvolvido a partir do consórcio entre ENSP, Centro de Pesquisa Aggeu Magalhães (CPqAM) e Fiocruz, visa formar gestores e profissionais de saúde para o fomento de pesquisa, ensino e desenvolvimento tecnológico no que diz respeito à vigilância e controle da tuberculose, além de outras micobacterioses de interesse sanitário. As inscrições devem ser feitas na Plataforma Siga Fiocruz.

  5. Conselho da Opas aprova ações para acesso universal à saúde

    Representantes dos ministérios da Saúde dos países das Américas definiram uma série de ações para avançar na garantia do acesso e da cobertura universal à saúde. A estratégia foi aprovada no 53º Conselho Diretor da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas/OMS), realizado na última semana em Washington, nos Estados Unidos. As medidas abrangem temas como: prioridade para grupos em situação vulnerável, melhoria da atenção primária e da organização, gestão e eficiência dos serviços de saúde.

  6. Rede de Escolas: Agência de Acreditação é instalada

    Fruto de um esforço coletivo entre a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, a Rede de Escolas e Centros Formadores em Saúde Pública e a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), com apoio da Secretaria de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde do Ministério da Saúde (SGTES/MS), foi oficialmente instalada a Agência de Acreditação Pedagógica dos Cursos Lato Sensu em Saúde Pública/Coletiva (AAP). A cerimônia aconteceu durante as comemorações dos 35 anos da Abrasco, na sede da OPAS/OMS, em Brasília. Segundo a coordenadora da Secretaria Executiva da Rede de Escolas e Centros Formadores em Saúde Pública, Rosa Souza, a instalação da Agência é um avanço para a qualidade dos processos formativos profissionais neste campo.

  7. Oficina requalifica trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde

    Com o objetivo de refletir sobre o processo de trabalho do Agente Comunitário de Saúde (ACS) no cadastramento das famílias para o balizamento do conceito e tipologias de famílias, além de conceitos das variáveis mais relevantes e identificação das facilidades e dificuldades durante o cadastro, foi realizada um oficina visando a requalificação do trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde e enfermeiros da Estratégia de Saúde da Família (ESF), no dia 18 de setembro, na Biblioteca Parque de Manguinhos.

  8. Epivix debate os temas mais importantes da saúde no Brasil

    O penúltimo dia (9/9) do 9º Congresso Brasileiro de Epidemiologia começou falando de diabetes, Maria Inês Schmidt proferiu, pela manhã, a conferência ‘A epidemia do diabetes – um desastre em câmara lenta?’. Nas Mesas Redondas os temas foram Saúde urbana, Cesáreas e nascimento pre termo, Populações e doenças negligenciadas, Metas do plano para controle das Doenças Crônicas não Transmissíveis no Brasil e no Mundo, Desigualdades em saúde no Brasil: Métodos e Evidência, Mudanças climáticas, Carga global de morbidade psiquiátrica e ainda Metodologias de pesquisa para HIV-DST em populações de difícil acesso: Impacto destes estudos na política nacional.

  9. Governo propõe criação de Instituto de Saúde Indígena

    A proposta de um novo modelo de gestão da saúde indígena pretende dar mais agilidade aos processos administrativos e às contratações de profissionais que atuam junto aos povos indígenas. O Instituto Nacional de Saúde Indígena (INSI), projeto idealizado pelo Ministério da Saúde - em parceria com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão - ficará responsável pela execução das ações que integram a Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas (PNASPI) definida pela Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), do Ministério da Saúde.

  10. Perdas e Ganhos na consulta pública sobre Parcerias de Desenvolvimento Produtivo

    No dia 28 de agosto será a encerrada a Consulta Pública do Ministério da Saúde sobre as Parcerias de Desenvolvimento Produtivo (PDP). Apontando perdas e ganhos na consulta, o membro da Comissão de Ciência e Tecnologia da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) e vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Química Fina, Biotecnologia e suas Especialidades (Abifina), o médico Reinaldo Guimarães, falou sobre o assunto em artigo.