1. 'Despesas com consumo final de bens e serviços de saúde no Brasil atingiram 9,2% do PIB', aponta relatório

    Com dados que permitem traçar um panorama dos recursos e usos da saúde e de sua evolução ao longo do período compreendido entre 2010 e 2017, o IBGE, a ENSP, o Ministério da Saúde, a ANS, e o Ipea acabam de lançar o relatório Conta Satélite de Saúde 2010-2017, fruto de esforços interinstitucionais, cujo objetivo é gerar um conjunto de informações que possibilita conhecer o perfil das atividades de saúde no Brasil e contribui para a sua valoração. A publicação indica que ‘as despesas com o consumo final de bens e serviços de saúde no Brasil atingiram R$ 608,3 bilhões em 2017, correspondendo a 9,2% do PIB. Desse total, R$ 253,7 bilhões (3,9% do PIB) foram despesas de consumo do governo e R$ 354,6 bilhões (5,4% do PIB) despesas de famílias e instituições sem fins de lucro a serviço das famílias’. A pesquisadora da ENSP, Angélica Batista faz parte da pesquisa. 

  2. 'Despesas com consumo final de bens e serviços de saúde no Brasil atingiram 9,2% do PIB', aponta relatório

    Com dados que permitem traçar um panorama dos recursos e usos da saúde e de sua evolução ao longo do período compreendido entre 2010 e 2017, o IBGE, a ENSP, o Ministério da Saúde, a ANS, e o Ipea acabam de lançar o relatório Conta Satélite de Saúde 2010-2017, fruto de esforços interinstitucionais, cujo objetivo é gerar um conjunto de informações que possibilita conhecer o perfil das atividades de saúde no Brasil e contribui para a sua valoração. A publicação indica que ‘as despesas com o consumo final de bens e serviços de saúde no Brasil atingiram R$ 608,3 bilhões em 2017, correspondendo a 9,2% do PIB. Desse total, R$ 253,7 bilhões (3,9% do PIB) foram despesas de consumo do governo e R$ 354,6 bilhões (5,4% do PIB) despesas de famílias e instituições sem fins de lucro a serviço das famílias’. A pesquisadora da ENSP, Angélica Batista faz parte da pesquisa. 

  3. 'Despesas com consumo final de bens e serviços de saúde no Brasil atingiram 9,2% do PIB', aponta relatório

    Com dados que permitem traçar um panorama dos recursos e usos da saúde e de sua evolução ao longo do período compreendido entre 2010 e 2017, o IBGE, a ENSP, o Ministério da Saúde, a ANS, e o Ipea acabam de lançar o relatório Conta Satélite de Saúde 2010-2017, fruto de esforços interinstitucionais, cujo objetivo é gerar um conjunto de informações que possibilita conhecer o perfil das atividades de saúde no Brasil e contribui para a sua valoração. A publicação indica que ‘as despesas com o consumo final de bens e serviços de saúde no Brasil atingiram R$ 608,3 bilhões em 2017, correspondendo a 9,2% do PIB. Desse total, R$ 253,7 bilhões (3,9% do PIB) foram despesas de consumo do governo e R$ 354,6 bilhões (5,4% do PIB) despesas de famílias e instituições sem fins de lucro a serviço das famílias’. A pesquisadora da ENSP, Angélica Batista faz parte da pesquisa. 

  4. ‘Dispositivos eletrônicos para fumar também matam’, alerta Inca

    O Inca acaba de publicar um alerta sobre os riscos do uso dos dispositivos eletrônicos para fumar (DEF), também conhecidos como cigarros eletrônicos. Com a nota, o Inca reafirma seu total apoio à manutenção da RDC, da Anvisa, nº 46 de 2009, que proíbe a comercialização, importação e propaganda de quaisquer DEF para fumar. A cada dia, mais países registram mortes relacionadas ao uso do cigarro eletrônico. O Observatório sobre as Estratégias da Indústria do Tabaco, do Cetab/ENSP, adverte, ainda, que os DEF são um engano das indústrias, uma tática para manter seus produtos no mercado, em especial porque eles são diferentes, coloridos e com vários aditivos que mascaram o sabor e o odor da fumaça, sendo porta de entrada para um público jovens e infantil. Confira a publicação do Inca e algumas pesquisas da ENSP sobre o tema.

  5. Acesse a cobertura completa do III Colóquio Latino-Americano de Formação em Saúde Pública

    Veja aqui a cobertura completa do III Colóquio Latino-Americano de Formação em Saúde Pública, ocorrido na ENSP, em dezembro de 2019. Com o tema Compromisso com a Educação e Saúde dos povos latino-americanos, o encontro recebeu diversos convidado nacionais e internacionais de diferentes instituições que tratam da temárica da saúde e educação. 
     

  6. CSP debate saúde indígena em oficina de divulgação científica

    Pensar a saúde indígena, para além da academia, de forma a atingir os agentes de saúde e a sociedade em geral. Esse foi o principal objetivo da oficina realizada pela revista Cadernos de Saúde Pública no dia 10 de dezembro. O evento contou com a presença de jornalistas, pesquisadores indígenas e estudiosos da área, que debateram o tema "Avaliação pré-natal ofertada às mulheres indígenas no Brasil".
     

  7. ‘Dispositivos eletrônicos para fumar também matam’, alerta Inca

    O Inca acaba de publicar um alerta sobre os riscos do uso dos dispositivos eletrônicos para fumar (DEF), também conhecidos como cigarros eletrônicos. Com a nota, o Inca reafirma seu total apoio à manutenção da RDC, da Anvisa, nº 46 de 2009, que proíbe a comercialização, importação e propaganda de quaisquer DEF para fumar. A cada dia, mais países registram mortes relacionadas ao uso do cigarro eletrônico. O Observatório sobre as Estratégias da Indústria do Tabaco, do Cetab/ENSP, adverte, ainda, que os DEF são um engano das indústrias, uma tática para manter seus produtos no mercado, em especial porque eles são diferentes, coloridos e com vários aditivos que mascaram o sabor e o odor da fumaça, sendo porta de entrada para um público jovens e infantil. Confira a publicação do Inca e algumas pesquisas da ENSP sobre o tema.

  8. Estratégias de formação e pesquisa clínica em saúde pública encerram debates do III Colóquio

    O III Colóquio Latino-Americano de Formação em Saúde Pública chega ao último dia debatendo as Estratégias e práticas de formação em saúde pública e a Pesquisa Clínica em Saúde Pública. O encontro, que acontece em 4/12, a partir das 9h, conta com apresentações de pesquisadores brasileiros, Cubanos, Paraguaios, Mexicanos, Uruguaios e Costa-riquenhos. Às 16h, acontecerá uma atividade cultural no encerramento do evento. O encontro, que é aberto aos interessados, está sendo transmitido ao vivo pelo canal do EAD no youtube. Em breve, todas as apresentações estarão disponíveis.

  9. Inscrições abertas para Mestrado Profissional em APS com ênfase na Estratégia de Saúde da Família

    Estão abertas, até 11 de novembro, as inscrições para o Mestrado Profissional em Atenção Primária à Saúde com ênfase na Estratégia de Saúde da Família. A finalidade do curso é fomentar a produção de novos conhecimentos e inovação na APS nos diversos municípios brasileiros, integrando parcerias entre instituições acadêmicas, gestão e serviços de saúde. Acesse o Portal de Ensino da ENSP e confira o edital. As inscrições devem ser feitas na Plataforma Sigass.

  10. Inscrições abertas para Mestrado Profissional em APS com ênfase na Estratégia de Saúde da Família

    Estão abertas, até 11 de novembro, as inscrições para o Mestrado Profissional em Atenção Primária à Saúde com ênfase na Estratégia de Saúde da Família. A finalidade do curso é fomentar a produção de novos conhecimentos e inovação na APS nos diversos municípios brasileiros, integrando parcerias entre instituições acadêmicas, gestão e serviços de saúde. Acesse o Portal de Ensino da ENSP e confira o edital. As inscrições devem ser feitas na Plataforma Sigass.