1. Inscrições abertas para Mestrado Profissional em APS com ênfase na Estratégia de Saúde da Família

    Estão abertas, até 11 de novembro, as inscrições para o Mestrado Profissional em Atenção Primária à Saúde com ênfase na Estratégia de Saúde da Família. A finalidade do curso é fomentar a produção de novos conhecimentos e inovação na APS nos diversos municípios brasileiros, integrando parcerias entre instituições acadêmicas, gestão e serviços de saúde. Acesse o Portal de Ensino da ENSP e confira o edital. As inscrições devem ser feitas na Plataforma Sigass.

  2. Inscrições abertas para Mestrado Profissional em APS com ênfase na Estratégia de Saúde da Família

    Estão abertas, até 11 de novembro, as inscrições para o Mestrado Profissional em Atenção Primária à Saúde com ênfase na Estratégia de Saúde da Família. A finalidade do curso é fomentar a produção de novos conhecimentos e inovação na APS nos diversos municípios brasileiros, integrando parcerias entre instituições acadêmicas, gestão e serviços de saúde. Acesse o Portal de Ensino da ENSP e confira o edital. As inscrições devem ser feitas na Plataforma Sigass.

  3. Câncer de mama tem quase 60 mil novos casos em 2019

    Prevenção primária, diagnóstico precoce e mamografia são os três pilares da campanha Outubro Rosa deste ano lançada pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca) e o Ministério da Saúde. Dados apontam que o câncer de mama é o segundo tipo que mais acomete brasileiras, representando cerca de 25% dos cânceres que afetam o sexo feminino. Para o Brasil, foram estimados quase 60 mil novos casos em 2019, com risco estimado de 56 casos a cada 100 mil mulheres. No entanto, a mortalidade do câncer de mama no país é baixa em relação à média mundial. A ENSP tem diversos estudos sobre o tema. Confira.

  4. Brumadinho: Desastre da Vale provoca sobrecarga no sistema de saúde

    Oito meses após o desastre de Brumadinho (MG) os prognósticos mais uma vez se confirmam: os impactos gerados pela tragédia não se restringem a danos ambientais imediatos ou às mortes que tornaram o país campeão em número de vítimas fatais em um desastre. Já se registra uma sobrecarga do sistema de saúde local. Os pesquisadores do Centro de Estudos e Pesquisas em Emergências e Desastres em Saúde da Fiocruz (Cepedes/ENSP/Fiocruz), Carlos Machado e Mariano Andrade, analisaram o cenário.

  5. Campanha de Vacinação contra o Sarampo começa nesta segunda-feira (7/10)

    A partir de segunda-feira (7/10), o Brasil inicia nova Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo em todos os postos de saúde, com foco em dois grupos. O primeiro vai de 7 a 25 de outubro e irá imunizar crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade, com o dia D de vacinação no dia 19 de outubro. Já o segundo grupo, previsto para iniciar no dia 18 e novembro, será direcionado para adultos na faixa-etária de 20 a 29 anos que não estão com a caderneta de vacinação em dia.

  6. Queimadas na Amazônia causam forte impacto no SUS

    A Fiocruz mapeou o impacto das queimadas para a saúde infantil na região amazônica. A pesquisa concluiu que, nas áreas mais afetadas pelo fogo, o número de crianças internadas com problemas respiratórios dobrou. Foram cerca de 2,5 mil internações a mais, por mês, em maio e junho de 2019, em aproximadamente 100 municípios da Amazônia Legal, em especial nos estados do Pará, Rondônia, Maranhão e Mato Grosso - o que acarretou custo excedente de R$ 1,5 milhão ao SUS.

  7. Seminário aborda desafios para o acesso a medicamentos no Brasil

    Quais os desafios do acesso a medicamentos no Brasil? Seminário vai abordar a questão do acesso a medicamentos seguros, eficazes, de qualidade e a preços acessíveis para todos. Promovido pela iniciativa Saúde Amanhã, no contexto da Estratégia Fiocruz para a Agenda 2030, o seminário abordará o cumprimento do Objetivo do Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. O evento acontecerá nesta sexta-feira (4/10), a partir das 9h30. 

  8. Saúde lança publicação com dados de doenças que atingiram o país nos últimos 16 anos

    Você sabia que a análise da qualidade da água para consumo humano é feita pela área de Saúde Ambiental, do Ministério da Saúde? Que a rubéola foi eliminada do Brasil em 2015 e que a vacina contra sarampo, a tríplice viral, também previne contra a rubéola? Essas e outras respostas relacionadas à vigilância em saúde constam na edição especial do Boletim Epidemiológico SVS 16 anos (2013 a 2019), lançada na quarta-feira (25/9), em Brasília. 

  9. Parcerias reforçam defesa do direito à saúde e à assistência farmacêutica

    Congresso brasileiro voltou a ter uma Frente Parlamentar em Defesa da Assistência Farmacêutica. A iniciativa tem o intuito de discutir o direito da população ao acesso a medicamentos, a situação das políticas públicas na área de Assistência Farmacêutica, os projetos de lei em tramitação e outros temas de interesse da categoria e da sociedade. O relançamento advém de uma série de iniciativas que tiveram participação do Departamento de Política de Medicamentos e Assistência Farmacêutica (NAF) da ENSP e da Presidência da Fiocruz, em especial a Vice-Presidência de Produção e Inovação em Saúde (VPPIS).