1. LTM entrega relatório sobre o PAC Manguinhos à Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro

    No final de abril, membros do Laboratório Territorial de Manguinhos (LTM), da ENSP/Fiocruz, e do Projeto Arquitetando Intersubjetividades entregaram aos representantes do Núcleo de Terras e Habitação (NUTH), da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro, o Relatório PAC Manguinhos: problemas não resolvidos e recomendações. Elaborado em diálogo com os moradores da região, no período de dezembro de 2015 a março de 2016, o documento sistematiza os problemas enfrentados no que diz respeito às urgências da localidade no campo da habitação, saneamento, mobilidade e lazer, além de apontar recomendações que possam subsidiar ações da Defensoria Pública e o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro. 

  2. Centro de Saúde promove oficinas incentivadoras da alimentação saudável

    Capacitar moradores do território de Manguinhos para a preparação de alimentos, sob o referencial da alimentação saudável, visando contribuir para a melhoria da qualidade de vida e saúde como uma estratégia para promoção da segurança alimentar e nutricional é o principal objetivo do projeto Laboratório Culinário de Manguinhos, desenvolvido pela equipe de nutrição do Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria (CSEGSF/ENSP) em parceria com docentes da Universidade Federal do Rio de Janeiro(UFRJ), profissionais da Clínica Victor Valla e das Equipes de Estratégia de Saúde da Família de Manguinhos, inseridas no programa Saúde na Escola.

  3. LTM/ENSP compartilha resultados de pesquisa sobre PAC Favelas

    No dia 15 de dezembro, às 13h30, o Laboratório Territorial de Manguinhos (LTM) realizará o seminário de pesquisa Territórios em Movimento: Avaliação participativa do PAC Favelas – RJ na perspectiva da promoção da sáude e da justiça. O evento é organizado como atividade final de compartilhamento do conhecimento e informação e tem por objetivo sistematizar os resultados e elaborar um relatório final do projeto Políticas Públicas, Moradia, Saneamento e Mobilidade: uma análise participativa do PAC na perspectiva da promoção da saúde e da justiça ambiental, apoiado pelo edital CNPq/Ministério das Cidades de 2012. A atividade, marcada para o auditório da EPSJV/Fiocruz, é aberta aos interessados e não necessita de inscrição.

  4. Encontro debate Indicadores em Cooperação Social na Fiocruz

    Com o objetivo de abrir o diálogo para que os indicadores em cooperação social se tornem conhecidos entre os trabalhadores da Fiocruz, e que estes tenham a oportunidade de participar e contribuir para o aprimoramento desses indicadores, foi realizado, no salão internacional da ENSP, em 4 de novembro, o Encontro de Indicadores em Cooperação Social. O evento permitiu a aproximação das Unidades e Centros de Pesquisa da Fiocruz que realizam projetos sociais compartilhar conceitos, experiências, metodologias e saberes em cooperação social.

  5. Inscrições abertas para curso sobre projetos sociocomunitários

    Estão abertas, até o dia 14 de março, as inscrições para o curso livre de Elaboração e Gestão de Projetos Sociocomunitários. A iniciativa é resultado de parceria entre a ENSP, a Cooperação Social da Presidência e a Diretoria de Administração (Dirad). O curso é aberto ao público, mas os interessados devem ser moradores de comunidade e ter idade mínima de 18 anos. Os alunos selecionados participarão de aulas sobre legislação trabalhista, noções de gestão financeira, contábil e de recursos humanos, fundamentos de gestão de projetos, elaboração de projetos sociocomunitários, dentre outros.
     
     

  6. Inscrições abertas para curso sobre projetos sociocomunitários

    Estão abertas, até o dia 14 de março, as inscrições para o curso livre de Elaboração e Gestão de Projetos Sociocomunitários. A iniciativa é resultado de parceria entre a ENSP, a Cooperação Social da Presidência e a Diretoria de Administração (Dirad). O curso é aberto ao público, mas os interessados devem ser moradores de comunidade e ter idade mínima de 18 anos. Os alunos selecionados participarão de aulas sobre legislação trabalhista, noções de gestão financeira, contábil e de recursos humanos, fundamentos de gestão de projetos, elaboração de projetos sociocomunitários, dentre outros.
     
     

  7. Inscrições abertas para curso sobre projetos sociocomunitários

    Estão abertas, até o dia 14 de março, as inscrições para o curso livre de Elaboração e Gestão de Projetos Sociocomunitários. A iniciativa é resultado de parceria entre a ENSP, a Cooperação Social da Presidência e a Diretoria de Administração (Dirad). O curso é aberto ao público, mas os interessados devem ser moradores de comunidade e ter idade mínima de 18 anos. Os alunos selecionados participarão de aulas sobre legislação trabalhista, noções de gestão financeira, contábil e de recursos humanos, fundamentos de gestão de projetos, elaboração de projetos sociocomunitários, dentre outros.
     
     

  8. 'Saúde deve reforçar ações na Amazônia', diz especialista

    O pesquisador do Núcleo de Biossegurança da Fundação Oswaldo Cruz (Nubio), Bernardo Elias Correa Soares, participou do II Encontro Internacional de Ciências da Saúde, Meio Ambiente e Economia Verde, realizado no campus da Universidade Estadual de Roraima (UERR), em Boa Vista. O evento internacional teve a participação de convidados de 23 instituições científicas, representando cinco países: Brasil, Venezuela, México, Alemanha e Espanha. Na ocasião, o sanitarista ministrou a conferência Clima e Saúde: Medicina Tropical ou Global? Após essa atividade, o pesquisador acompanhou as equipes locais do Ibama, do Serviço de Saúde Indígena do Ministério da Saúde e dos campi avançados da UERR até regiões de conservação ambiental e áreas indígenas no estado de RR, participando de ações de saúde na terra indígena da etnia Macuxi, a leste do estado e próximo da fronteira com a Guyana Inglesa.

  9. Dia da Não-Violência: evento alerta para diversas formas de abuso

    Na quarta-feira, 30 de janeiro, o Grupo de Educação e Promoção da Saúde do Centro de Saúde Escola Germano Silval Faria (CSEGSF/ENSP) promoveu um encontro no Dia Internacional da Não-Violência. A atividade apresentou um balanço das políticas públicas no Complexo de Manguinhos, com destaque à Agência de Comunicação Comunitária, responsável pela elaboração do jornal e blog Fala Manguinhos, além de um debate sobre a violência contra a mulher. A iniciativa teve como objetivo sensibilizar usuários e profissionais para uma Cultura da Paz e seus benefícios para a saúde. Estiveram presentes no local Jorge Luiz da Costa Silva, do Conselho Comunitário de Manguinhos, Simone Quintela, da Agência de Comunicação Comunitária, e Rita de Cássia da Costa Vasconcelos, do Grupo Direitos Humanos e Saúde Helena Besserman (Dihs).