1. ENSP debate níveis de agrotóxicos na população adulta do Rio de Janeiro nesta quarta-feira (19/6)

    O Cesteh/ENSP debaterá na próxima edição do 'Encontros do Cesteh' o Estudo dos níveis de agrotóxicos piretroides utilizados nos inseticidas domésticos na população adulta exposta ambientalmente da cidade do Rio de Janeiro. O projeto construiu valores de referência como contribuição para a vigilância em saúde no país, por meio de análises laboratoriais da urina da população exposta e questionário. A atividade será apresentada no dia 19 de junho, às 12 horas, na sala 32 do prédio do Cesteh.

  2. Dia Mundial do Doador de Sangue 2019: campanha assegura 'Sangue seguro para todos'

    Celebrado no dia 14 de junho de cada ano, o Dia Mundial do Doador de Sangue é uma oportunidade para agradecer aos doadores e doadoras voluntários e não remunerados por esse presente que pode salvar vidas. Além disso, a data serve para conscientizar sobre a necessidade de se fazer doações regulares de sangue para garantir que todos os indivíduos e comunidades tenham acesso a produtos sanguíneos acessíveis e seguros como parte integral da saúde universal e um componente fundamental de sistemas de saúde eficazes.

  3. Classificação Internacional de Doenças aponta que burnout é um fenômeno ocupacional

    A síndrome de burnout está incluída na 11ª Revisão da Classificação Internacional de Doenças (CID-11) como um fenômeno ocupacional. Não é classificada como uma condição de saúde. É descrita no capítulo "Fatores que influenciam o estado de saúde ou o contato com os serviços de saúde", que inclui razões pelas quais as pessoas entram em contato com serviços de saúde, mas que não são classificadas como doenças ou condições de saúde.

  4. Vacinação contra gripe será estendida para toda população

    A partir desta segunda-feira (3/6), toda a população terá oportunidade de se vacinar contra a gripe enquanto durarem os estoques da vacina. Ou seja, quem não faz parte do público-prioritário da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza também pode procurar a unidade de saúde mais próxima para se vacinar. Essa é a recomendação do Ministério da Saúde já enviada aos estados e municípios. 

  5. Dia Mundial Sem Tabaco: pesquisadora fala sobre as conquistas, desafios e perspectivas

    A coordenadora do Cetab/ENSP, Valeska Figueiredo, fala sobre a celebração do Dia Mundial Sem Tabaco, lembrado em 31 de maio, data promovida pela OMS para celebração dos avanços da Política Nacional de Controle do Tabaco e a conscientização sobre os riscos de fumar, os benefícios de parar de fumar e a importância da manutenção da política de controle do tabaco para redução do porcentual de fumantes. A cada ano, a OMS define qual será o tema para a mobilização. Este ano, o tema escolhido foi "Tabaco e Saúde Pulmonar".

  6. Margareth Dalcolmo discute complexidade da rotina médica

    Em sua 56ª edição, o Projeto Humanidades na Saúde realizou debate acerca do livro O Médico Doente, de Dráuzio Varella. O evento propôs reflexões com médicos, gestores e diretores da área da Saúde sobre temas considerados polêmicos e grandes divisores de opiniões no meio da ciência. A pesquisadora da ENSP/Fiocruz, Margareth Dalcolmo, foi uma das palestrantes.

  7. STF confirma proibição de trabalho insalubre de gestantes e lactantes

    Na quarta-feira, 29 de maio, o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou inconstitucional o trecho da reforma trabalhista que abriu a possibilidade de gestantes e lactantes trabalharem em atividades insalubres. Por 10 votos a 1, a Corte confirmou liminar proferida em maio pelo ministro Alexandre de Moraes, relator do caso, suspendendo a norma. Com a decisão, segundo Moraes, fica valendo a regra anterior.

  8. Vidas negras importam: um Brasil forjado na escravidão é debate na ENSP

    A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca promoveu a 15ª Edição do Ciclo de Debates – Conversando sobre a Estratégia Saúde da Família. O primeiro dia, 8 de maio, discutiu o Contexto Histórico-Social em um Brasil forjado na Escravidão. Na ocasião, a pesquisadora da UFRJ, Katiuscia Ribeiro ressaltou que a maior violência, maior do que a violência do extermínio cotidiano da população preta, é ter que pedir que as vidas negras sejam garantidas. Confira os vídeos no canal da ENSP no youtube.

  9. Governo Crivella é uma morte cerebral para a saúde, aponta Paulo Pinheiro

    Comparado com o governo de 1989 - falido na gestão de Saturnino Braga, o primeiro prefeito eleito do Rio de Janeiro -, o atual gestor municipal, Marcelo Crivella, foi apontado como um dos responsáveis pela pior crise já vista na cidade, de acordo com o professor visitante da ENSP/Fiocruz, o vereador Paulo Pinheiro. Vivemos um momento ruim: muitos pedidos de empréstimos, problemas orçamentários, dívidas de obras irregulares. Enfim, para o que veio Marcelo Crivella? Ele não disse até hoje. Depois de 29 meses de governo, se havia algo inteiro, foi destruído.” Confira a cobertura do evento no canal da ENSP, no youtube.

  10. Vidas negras importam: um Brasil forjado na escravidão é debate na ENSP

    A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca promoveu a 15ª Edição do Ciclo de Debates – Conversando sobre a Estratégia Saúde da Família. O primeiro dia, 8 de maio, discutiu o Contexto Histórico-Social em um Brasil forjado na Escravidão. Na ocasião, a pesquisadora da UFRJ, Katiuscia Ribeiro ressaltou que a maior violência, maior do que a violência do extermínio cotidiano da população preta, é ter que pedir que as vidas negras sejam garantidas. Confira os vídeos no canal da ENSP no youtube.