1. Inca e entidades da sociedade civil discutem políticas de controle do tabaco

    Por conta do lançamento do Global Tobacco Control Report, relatório da Organização Mundial da Saúde sobre a Epidemia Global do Tabaco que ocorre nesta sexta-feira, 26 de julho, no Museu do Amanhã, o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca) organiza um dia antes, 25 de julho, no centro do Rio, o seminário técnico com representantes da OMS, da Organização Pan-americana da Saúde  e da sociedade civil. O tema do encontro será a política de controle do tabaco.

  2. Opas/OMS atualiza listas de medicamentos e diagnósticos essenciais

    A Organização Mundial da Saúde (OMS) atualizou na terça-feira (9/7) suas listas de medicamentos e diagnósticos essenciais, que são documentos de orientação aos países para que priorizem produtos de saúde que devem estar amplamente disponíveis e ser acessíveis em todos os sistemas de saúde. As duas listas têm foco em câncer e outros desafios globais de saúde, com ênfase em soluções eficazes, priorização inteligente e acesso ideal aos pacientes.

  3. Pesquisador da ENSP comenta novos investimentos na APS

    O Ministério da Saúde acaba de anunciar um investimento de mais de 230 milhões de reais na Atenção Primária. Serão quase 10 mil novas equipes e serviços credenciados em 1.213 municípios, beneficiando cerca de 10 milhões de pessoas com mais acesso à Atenção Primária. De acordo com o pesquisador da ENSP e especialista na área, Daniel Soranz, pela primeira vez desde 2011 o Saúde da Família recebe uma programação de aumento de recursos, e tal fato deve ser comemorado. 
     

  4. ENSP discute Atenção à Saúde como preparativo à 16º CNS

    “Só se constrói saúde se houver democracia”, afirmou Ligia Giovanella, citando o grande sanitarista Sergio Arouca durante encontro promovido pela Câmara Técnica de Atenção à Saúde da Vice-Presidência de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde da Fiocruz, cujo tema central foi a organização, participação e contribuições da Fiocruz para a 16º Conferência Nacional de Saúde, que acontecerá entre os dias 4 e 7 de agosto. O vice-presidente de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde, Marco Menezes, enfatizou a importância deste espaço coletivo de discussão para a vitalidade do debate interno. Confira as apresentações disponíveis no canal da ENSP no youtube. 

  5. Saneamento e ambiente em debate na ENSP

    Na terça-feira, 25 de junho, a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), em parceria com a Vice-Presidência de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde (VPAAPS/Fiocruz), realizará o seminário Políticas Públicas de Meio Ambiente e Saneamento. O evento acontecerá no salão internacional da ENSP, das 10h às 17h, e será aberto aos interessados. 
     

  6. Saneamento e ambiente em debate na ENSP

    Na terça-feira, 25 de junho, a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), em parceria com a Vice-Presidência de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde (VPAAPS/Fiocruz), realizará o seminário Políticas Públicas de Meio Ambiente e Saneamento. O evento acontecerá no salão internacional da ENSP, das 10h às 17h, e será aberto aos interessados. 
     

  7. Acidentes de trânsito afetam diretamente o SUS

    Violência no trânsito - e suas consequências - é questão de saúde pública. A cada ano, em todo o Brasil, os acidentes de trânsito matam cerca de 40 mil pessoas e, para cada morte a eles relacionada, sete vítimas permanecem em UTI. "O SUS fica com o ônus de atender essas pessoas. Isso é um problema sério, tanto do ponto de vista social, quanto da política de saúde", destaca a pesquisadora  do Claves/ENSP, Ednilsa Ramos.

  8. Saneamento e ambiente em debate na ENSP

    Na terça-feira, 25 de junho, a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), em parceria com a Vice-Presidência de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde (VPAAPS/Fiocruz), realizará o seminário Políticas Públicas de Meio Ambiente e Saneamento. O evento acontecerá no salão internacional da ENSP, das 10h às 17h, e será aberto aos interessados.