1. Seminário aborda desafios para o acesso a medicamentos no Brasil

    Quais os desafios do acesso a medicamentos no Brasil? Seminário vai abordar a questão do acesso a medicamentos seguros, eficazes, de qualidade e a preços acessíveis para todos. Promovido pela iniciativa Saúde Amanhã, no contexto da Estratégia Fiocruz para a Agenda 2030, o seminário abordará o cumprimento do Objetivo do Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. O evento acontecerá nesta sexta-feira (4/10), a partir das 9h30. 

  2. Número de pessoas idosas com necessidade de cuidados prolongados triplicará até 2050, alerta Opas

    O número de pessoas com 60 anos ou mais que necessitam de cuidados prolongados mais que triplicará nas Américas nas próximas três décadas, passando dos 8 milhões atuais para 27 a 30 milhões até 2050. No Dia Internacional das Pessoas Idosas, celebrado nesta terça-feira (1/10), especialistas em envelhecimento da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) pedem aos países que fortaleçam seus sistemas de saúde para poder responder a essa mudança.

  3. Saúde lança publicação com dados de doenças que atingiram o país nos últimos 16 anos

    Você sabia que a análise da qualidade da água para consumo humano é feita pela área de Saúde Ambiental, do Ministério da Saúde? Que a rubéola foi eliminada do Brasil em 2015 e que a vacina contra sarampo, a tríplice viral, também previne contra a rubéola? Essas e outras respostas relacionadas à vigilância em saúde constam na edição especial do Boletim Epidemiológico SVS 16 anos (2013 a 2019), lançada na quarta-feira (25/9), em Brasília. 

  4. Seminário sobre Atenção Primária à Saúde: mesa de abertura será transmitida ao vivo

    O Departamento de Administração e Planejamento em Saúde da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Daps/ENSP) promoverá, de 23 a 25 de outubro, o Seminário Internacional Atenção Primária à Saúde do global ao local. Durante os três dias serão debatidos temas como APS na perspectiva internacional, práticas avançadas de enfermagem na APS, rumos da Política Nacional de Atenção Básica, a APS no SUS no Rio de Janeiro, entre outros assuntos. A mesa de abertura do evento será transmitida ao vivo e contará com a participação de pesquisadores de instituições nacionais e internacionais.

  5. Castelo recebe iluminação amarela pela luta contra o suicídio

    De 23 a 29 de setembro, o Castelo Mourisco da Fiocruz estará iluminado na cor amarela, em adesão a campanha Setembro Amarelo e em alusão ao Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio (10/9). Segundo dados da Organização da Saúde (OMS), cerca de 800 mil pessoas acabam com suas vidas todos os anos no mundo, o que equivale a uma morte a cada 40 segundos. No Brasil, o suicídio é considerado pelo Ministério da Saúde (MS) um problema de saúde pública. 

  6. Evento sobre Determinantes Sociais da Saúde contribui com novas formas de governança

    Entre os dias 4 e 5 de setembro, Portou Velho sediou o Encontro de Estados da Região Norte sobre Determinantes Sociais da Saúde (DSS). Participaram do evento pesquisadores da Fiocruz Rondônia, Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), Centro de Pesquisa em Medicina Tropical (Cepem), além de representantes da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Velho (Semusa), Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Ministério da Saúde, Universidade Federal de Rondônia (Unir) e da sociedade civil.

  7. Região das Américas completa 25 anos de eliminação da poliomielite

    Em 1994, a Região das Américas foi a primeira no mundo a ser certificada como livre da pólio. Essa conquista dos anos 1990 é relevante neste momento em que há apenas dois países - Paquistão e Afeganistão - onde o poliovírus selvagem ainda circula (66 casos em 2019, a partir de 20 de agosto, segundo a Organização Mundial da Saúde). Hoje, apenas um dos três tipos de poliovírus selvagem permanece ativo e o mundo está pronto para dizer adeus à poliomielite.

  8. Médicos Sem Fronteiras promove conferência científica na ENSP/Fiocruz

    A organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) promoveu, nesta quarta-feira (28/8), na Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), a conferência MSF Scientific Days Latin America, em que trabalhadores humanitários, acadêmicos, profissionais de saúde e líderes da comunidade científica e médico-humanitária se reúnem para apresentar pesquisas, showcases, trocar experiências e conhecimento. Todas as apresentações estão disponíveis no Canal da ENSP, no Youtube.