1. Mestrado profissional em Atenção Primária: inscrições até 27 de outubro

    Estão abertas, até 27 de outubro, as inscrições para o mestrado profissional em Atenção Primária à Saúde com ênfase na Estratégia de Saúde da Família. O curso é uma proposição da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (SMS/Rio), e tem por finalidade fomentar a produção de novos conhecimentos e inovação na Atenção Primária à Saúde na cidade do Rio de Janeiro, integrando parcerias entre instituições acadêmicas e a rede municipal de saúde. Coordenado pelas pesquisadoras da ENSP/Fiocruz, Elyne Engstrom e Virginia Hortale, o curso é dirigido a profissionais de nível superior da área de saúde que atuam na Atenção Primária à Saúde no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, com a possibilidade de inclusão de profissionais que atuam na Atenção Primária da Saúde em outros municípios brasileiros. Acesse o edital e saiba mais sobre o curso. As inscrições devem ser feitas pela Plataforma Sigass.

  2. Epidemiologia precisa ser capaz de antecipar problemas e orientar decisões dos governos, afirma Opas/OMS na abertura do Epi2017

    A análise epidemiológica precisa ser capaz de antecipar problemas, orientar a tomada de decisões pelos gestores públicos e oferecer alternativas e soluções. A afirmação foi feita na noite de domingo, 8 de outubro, pelo representante da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (Opas/OMS) no Brasil, Joaquín Molina, durante a abertura do X Congresso Brasileiro de Epidemiologia, organizado pela Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) e a Universidade Federal de Santa Catarina. O evento reúne pesquisadores, docentes, alunos e profissionais de saúde, tanto brasileiros quanto de outras partes do mundo, para facilitar o intercâmbio de experiências. "É preciso integrar os determinantes sociais da saúde nas nossas análises. Defender e incorporar o enfoque de gênero no nosso dia a dia. E intensificar ainda mais a luta contra a desigualdade e as inequidades em saúde e bem estar, que tanto lastima a todos nós", disse Molina. 

  3. Benzeno: evento na ENSP marca Dia Nacional de Luta contra exposição à substância

    5 de outubro é marcado como o Dia Nacional de Luta contra a Exposição ao Benzeno, substância cancerígena existente nos combustíveis. O benzeno está presente em diversos ambientes e processos de trabalho, e desde os anos 2000 vem ganhando força a discussão sobre a exposição ao benzeno dos trabalhadores de postos de combustíveis, decorrente da presença dessa substância na gasolina. O Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP/Fiocruz) há algumas décadas, vem implementando esforços com várias instâncias de governo no sentido de aprimorar as ações na luta contra o benzeno. Em alusão ao Dia Nacional de Luta, o Cesteh/ENSP promoverá mais uma atividade da série Encontros do Cesteh, que debaterá a pesquisa Avaliação ambiental e indicadores de genotoxicidade em trabalhadores expostos a benzeno em postos de combustíveis. O encontro é aberto a todos os interessados e está marcado para o dia 8 de novembro, na sala 32 do Cesteh, a partir das 12 horas.

  4. Oficina reuniu especialistas e sociedade civil na discussão sobre modelos de enfrentamento da tuberculose

    Em 27 de setembro, a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca recebeu a oficina pré-congresso do PneumoRio 2017, em atividade que reuniu a coordenadora do Programa Nacional de combate à tuberculose, Denise Arakaki, o chefe do Centro de Referência Professor Hélio Fraga, Otávio Maia Porto, e diversos profissionais de saúde, pesquisadores e militantes das ações de enfrentamento da doença. Na pauta de discussões, o novo Plano Nacional pelo Fim da Tuberculose, que ratifica o compromisso com a Organização Mundial da Saúde (OMS) de reduzir a incidência da doença na população mundial - que hoje é de 33,7 casos para cada 100 mil habitantes -, a participação do movimento social e a qualificação de profissionais nesta área. 

  5. Mestrado profissional em Atenção Primária: inscrições até 27 de outubro

    Estão abertas, até 27 de outubro, as inscrições para o mestrado profissional em Atenção Primária à Saúde com ênfase na Estratégia de Saúde da Família. O curso é uma proposição da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (SMS/Rio), e tem por finalidade fomentar a produção de novos conhecimentos e inovação na Atenção Primária à Saúde na cidade do Rio de Janeiro, integrando parcerias entre instituições acadêmicas e a rede municipal de saúde. Coordenado pelas pesquisadoras da ENSP/Fiocruz, Elyne Engstrom e Virginia Hortale, o curso é dirigido a profissionais de nível superior da área de saúde que atuam na Atenção Primária à Saúde no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, com a possibilidade de inclusão de profissionais que atuam na Atenção Primária da Saúde em outros municípios brasileiros. Acesse o edital e saiba mais sobre o curso. As inscrições devem ser feitas pela Plataforma Sigass.

  6. Benzeno: evento na ENSP marca Dia Nacional de Luta contra exposição à substância

    5 de outubro é marcado como o Dia Nacional de Luta contra a Exposição ao Benzeno, substância cancerígena existente nos combustíveis. O benzeno está presente em diversos ambientes e processos de trabalho, e desde os anos 2000 vem ganhando força a discussão sobre a exposição ao benzeno dos trabalhadores de postos de combustíveis, decorrente da presença dessa substância na gasolina. O Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP/Fiocruz) há algumas décadas, vem implementando esforços com várias instâncias de governo no sentido de aprimorar as ações na luta contra o benzeno. Em alusão ao Dia Nacional de Luta, o Cesteh/ENSP promoverá mais uma atividade da série Encontros do Cesteh, que debaterá a pesquisa Avaliação ambiental e indicadores de genotoxicidade em trabalhadores expostos a benzeno em postos de combustíveis. O encontro é aberto a todos os interessados e está marcado para o dia 8 de novembro, na sala 32 do Cesteh, a partir das 12 horas.

  7. Oficina reuniu especialistas e sociedade civil na discussão sobre modelos de enfrentamento da tuberculose

    Em 27 de setembro, a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca recebeu a oficina pré-congresso do PneumoRio 2017, em atividade que reuniu a coordenadora do Programa Nacional de combate à tuberculose, Denise Arakaki, o chefe do Centro de Referência Professor Hélio Fraga, Otávio Maia Porto, e diversos profissionais de saúde, pesquisadores e militantes das ações de enfrentamento da doença. Na pauta de discussões, o novo Plano Nacional pelo Fim da Tuberculose, que ratifica o compromisso com a Organização Mundial da Saúde (OMS) de reduzir a incidência da doença na população mundial - que hoje é de 33,7 casos para cada 100 mil habitantes -, a participação do movimento social e a qualificação de profissionais nesta área. 

  8. Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria 50 anos: confira a videorreportagem

    O Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (CSEGSF/ENSP/Fiocruz) celebrou 50 anos de atuação em Manguinhos. A semana comemorativa - realizada de 28 a 31 de agosto - rendeu homenagens a muitos colaboradores e ex-dirigentes, promoveu exposições, rodas de conversa, ações de cidadania, promoção da saúde e atividades culturais, não só para contar sua história passada, mas também como ocasião de reafirmar seu compromisso com a saúde pública e o território de Manguinhos através do Ensino, do Cuidado e da Pesquisa. A equipe do Núcleo Audiovisual da Coordenação de Comunicação Institucional (CCI) acompanhou todas as atividades e preparou uma videorreportagem sobre o cinquentenário do Centro de Saúde Escola. Assista! Confira todas as matérias na seção 50 Anos do Centro de Saúde Escola

  9. Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria 50 anos: confira a videorreportagem

    O Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (CSEGSF/ENSP/Fiocruz) celebrou 50 anos de atuação em Manguinhos. A semana comemorativa - realizada de 28 a 31 de agosto - rendeu homenagens a muitos colaboradores e ex-dirigentes, promoveu exposições, rodas de conversa, ações de cidadania, promoção da saúde e atividades culturais, não só para contar sua história passada, mas também como ocasião de reafirmar seu compromisso com a saúde pública e o território de Manguinhos através do Ensino, do Cuidado e da Pesquisa. A equipe do Núcleo Audiovisual da Coordenação de Comunicação Institucional (CCI) acompanhou todas as atividades e preparou uma videorreportagem sobre o cinquentenário do Centro de Saúde Escola. Assista! Confira todas as matérias na seção 50 Anos do Centro de Saúde Escola

  10. Chefe de Laboratório do Cesteh/ENSP participa de programa do Canal Saúde

    A Vigilância Popular em Saúde foi o tema do programa 'Sala de Convidados' do Canal Saúde, exibido no dia 26 de novembro. O protagonismo da população na vigilância em saúde foi preconizado há mais de 30 anos pela Reforma Sanitária. Uma forma de garantir o direito à saúde e a qualidade de vida, através da mobilização e da participação da sociedade. Para a discussão estiveram presentes o chefe do Laboratório de Toxicologia do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP), Leandro Carvalho; o pesquisador/professor da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Alexandre Pessoa; o membro do Coletivo de Vigilância Popular em Saúde Martha Trindade/ RJ, Flávio Rocha; e a educadora Popular e Pesquisadora Social do Instituto Instituto Políticas Alternativas para o Cone Sul (PACS), Marina Praça. Assita o programa na íntegra.