1. 'Não existe limite seguro para exposição ao benzeno', aponta parecer técnico

    A ENSP acaba de instituir um grupo de trabalho para acompanhamento e assessoria científica em casos de exposição ocupacional ou ambiental ao benzeno. A decisão, publicada em portaria nesta sexta-feira, 13/12, surgiu a partir de uma demanda da Câmara Municipal do Rio de Janeiro sobre a tentativa de instalação de um posto de gasolina ao lado de uma escola na Barra da Tijuca, que concentra aproximadamente 400 crianças e adolescentes, além de 150 funcionários. O parecer técnico elaborado pelo grupo de trabalho recomenda, de maneira veemente, que postos de revenda de combustível construídos em centro urbanos atendam a uma distância mínima de 300 metros de qualquer edificação.

  2. Centro de Referência Professor Helio Fraga realiza Natal Solidário

    O Centro de Referência Professor Hélio Fraga, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (CRPHF/ENSP), promoveu, no dia 17 de dezembro, um Natal solidário para os pacientes em tratamento para tuberculose resistente no ambulatório. O evento contou com a presença de Papai e Mamãe Noel, além da distribuição de presentes, lanches e brincadeiras entre os pacientes do ambulatório. O evento é promovido pelos servidores e colaboradores do CRPHF desde 2002, e, a datar de 2012, conta com o apoio do pesquisador Marco Antonio Carneiro Menezes, da Vice-Presidência de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde (VPAAPS), que tem garantido o brunch aos pacientes e contribuindo para a grandiosidade da festa.

  3. ‘Dispositivos eletrônicos para fumar também matam’, alerta Inca

    O Inca acaba de publicar um alerta sobre os riscos do uso dos dispositivos eletrônicos para fumar (DEF), também conhecidos como cigarros eletrônicos. Com a nota, o Inca reafirma seu total apoio à manutenção da RDC, da Anvisa, nº 46 de 2009, que proíbe a comercialização, importação e propaganda de quaisquer DEF para fumar. A cada dia, mais países registram mortes relacionadas ao uso do cigarro eletrônico. O Observatório sobre as Estratégias da Indústria do Tabaco, do Cetab/ENSP, adverte, ainda, que os DEF são um engano das indústrias, uma tática para manter seus produtos no mercado, em especial porque eles são diferentes, coloridos e com vários aditivos que mascaram o sabor e o odor da fumaça, sendo porta de entrada para um público jovens e infantil. Confira a publicação do Inca e algumas pesquisas da ENSP sobre o tema.

  4. 'Não existe limite seguro para exposição ao benzeno', aponta parecer técnico

    A ENSP acaba de instituir um grupo de trabalho para acompanhamento e assessoria científica em casos de exposição ocupacional ou ambiental ao benzeno. A decisão, publicada em portaria nesta sexta-feira, 13/12, surgiu a partir de uma demanda da Câmara Municipal do Rio de Janeiro sobre a tentativa de instalação de um posto de gasolina ao lado de uma escola na Barra da Tijuca, que concentra aproximadamente 400 crianças e adolescentes, além de 150 funcionários. O parecer técnico elaborado pelo grupo de trabalho recomenda, de maneira veemente, que postos de revenda de combustível construídos em centro urbanos atendam a uma distância mínima de 300 metros de qualquer edificação.

  5. ‘Dispositivos eletrônicos para fumar também matam’, alerta Inca

    O Inca acaba de publicar um alerta sobre os riscos do uso dos dispositivos eletrônicos para fumar (DEF), também conhecidos como cigarros eletrônicos. Com a nota, o Inca reafirma seu total apoio à manutenção da RDC, da Anvisa, nº 46 de 2009, que proíbe a comercialização, importação e propaganda de quaisquer DEF para fumar. A cada dia, mais países registram mortes relacionadas ao uso do cigarro eletrônico. O Observatório sobre as Estratégias da Indústria do Tabaco, do Cetab/ENSP, adverte, ainda, que os DEF são um engano das indústrias, uma tática para manter seus produtos no mercado, em especial porque eles são diferentes, coloridos e com vários aditivos que mascaram o sabor e o odor da fumaça, sendo porta de entrada para um público jovens e infantil. Confira a publicação do Inca e algumas pesquisas da ENSP sobre o tema.

  6. Aplicativo que mapeia zonas de risco para a população LGBT será lançado no Ceensp

    Idealizado a partir do projeto Resistência Arco-Íris, da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz), em parceria com a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra) e a Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersexos (ABGLT), o aplicativo Dandarah propõe um ecossistema digital para facilitar à população LGBTI (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, mulheres transexuais, homens trans e intersexos) se informar, denunciar, registrar, enfrentar e evitar diversas formas de violência às quais essa população está sujeita. O lançamento será neste 18 de dezembro, a partir das 13h, no Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos (Rua Leopoldo Bulhões 1.480, quarto andar) e contará com mesas temáticas sobre violência LGBTIfóbica, apresentação da metodologia e resultados do projeto e apresentações culturais.

  7. Aplicativo que mapeia zonas de risco para a população LGBT será lançado no Ceensp

    Idealizado a partir do projeto Resistência Arco-Íris, da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz), em parceria com a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra) e a Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersexos (ABGLT), o aplicativo Dandarah propõe um ecossistema digital para facilitar à população LGBTI (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, mulheres transexuais, homens trans e intersexos) se informar, denunciar, registrar, enfrentar e evitar diversas formas de violência às quais essa população está sujeita. O lançamento será neste 18 de dezembro, a partir das 13h, no Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos (Rua Leopoldo Bulhões 1.480, quarto andar) e contará com mesas temáticas sobre violência LGBTIfóbica, apresentação da metodologia e resultados do projeto e apresentações culturais.

  8. 'Não existe limite seguro para exposição ao benzeno', aponta parecer técnico

    A ENSP acaba de instituir um grupo de trabalho para acompanhamento e assessoria científica em casos de exposição ocupacional ou ambiental ao benzeno. A decisão, publicada em portaria nesta sexta-feira, 13/12, surgiu a partir de uma demanda da Câmara Municipal do Rio de Janeiro sobre a tentativa de instalação de um posto de gasolina ao lado de uma escola na Barra da Tijuca, que concentra aproximadamente 400 crianças e adolescentes, além de 150 funcionários. O parecer técnico elaborado pelo grupo de trabalho recomenda, de maneira veemente, que postos de revenda de combustível construídos em centro urbanos atendam a uma distância mínima de 300 metros de qualquer edificação.

  9. 'Não existe limite seguro para exposição ao benzeno', aponta parecer técnico

    A ENSP acaba de instituir um grupo de trabalho para acompanhamento e assessoria científica em casos de exposição ocupacional ou ambiental ao benzeno. A decisão, publicada em portaria nesta sexta-feira, 13/12, surgiu a partir de uma demanda da Câmara Municipal do Rio de Janeiro sobre a tentativa de instalação de um posto de gasolina ao lado de uma escola na Barra da Tijuca, que concentra aproximadamente 400 crianças e adolescentes, além de 150 funcionários. O parecer técnico elaborado pelo grupo de trabalho recomenda, de maneira veemente, que postos de revenda de combustível construídos em centro urbanos atendam a uma distância mínima de 300 metros de qualquer edificação.

  10. Aplicativo que mapeia zonas de risco para a população LGBT será lançado no Ceensp

    Idealizado a partir do projeto Resistência Arco-Íris, da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz), em parceria com a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra) e a Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersexos (ABGLT), o aplicativo Dandarah propõe um ecossistema digital para facilitar à população LGBTI (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, mulheres transexuais, homens trans e intersexos) se informar, denunciar, registrar, enfrentar e evitar diversas formas de violência às quais essa população está sujeita. O lançamento será neste 18 de dezembro, a partir das 13h, no Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos (Rua Leopoldo Bulhões 1.480, quarto andar) e contará com mesas temáticas sobre violência LGBTIfóbica, apresentação da metodologia e resultados do projeto e apresentações culturais.