1. Dia do Trabalhador: mais de 70 mortos entre 2016 e 2017. O que comemorar?

    O Cesteh/ENSP promoveu o evento O que comemorar?, em memória ao Dia Mundial das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho, institucionalizado em 28 de abril, e em Comemoração ao Dia do Trabalhador, celebrado em 1º de maio. Na ocasião, foi realizado Ato Público em homenagem às vítimas do trabalho do crime da Vale e aos agentes de combates às endemias do Rio Janeiro. O evento foi organizado em parceria com o Sindicato dos Trabalhadores da Fiocruz (Asfoc-SN). Confira as apresentações, no Canal da ENSP, no Youtube. 

  2. Dia do Trabalhador: mais de 70 mortos entre 2016 e 2017. O que comemorar?

    O Cesteh/ENSP promoveu o evento O que comemorar?, em memória ao Dia Mundial das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho, institucionalizado em 28 de abril, e em Comemoração ao Dia do Trabalhador, celebrado em 1º de maio. Na ocasião, foi realizado Ato Público em homenagem às vítimas do trabalho do crime da Vale e aos agentes de combates às endemias do Rio Janeiro. O evento foi organizado em parceria com o Sindicato dos Trabalhadores da Fiocruz (Asfoc-SN). Confira as apresentações, no Canal da ENSP, no Youtube. 

  3. Formação de trabalhadores na fronteira Brasil-Uruguai em debate na ENSP

    A edição de maio do 'Encontros do Cesteh' abordará Formação de Trabalhadores da Saúde por meio de abordagem significativa da educação na fronteira Brasil-Uruguai. A atividade será apresentada pelo pesquisador do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP), Frederico Peres da Costa. Marcado para o dia 15 de maio, às 12 horas, na sala 32 do Centro, o evento é aberto aos interessados e não necessita de inscrição prévia.

  4. Brasil e Argentina compatilharão expriências em atenção primária

    Com o objetivo de compartilhar informações sobre o desenvolvimento da Estratégia de Saúde da Família e Comunitária, bem como propiciar o intercâmbio de experiências e ideias, a ENSP e o CEE/Fiocruz vão promover o Cumbre de Atención Primária de Brasil e Argentina: Avances y desafios em la implementación de la Estrategia de Salud de la Familia y la Comunidad, no dia 15 de maio, às 14h, no salão internacional da Ecola. O encontro é aberto a todos os interessados e receberá convidados de ambos os países.

  5. Formação de trabalhadores na fronteira Brasil-Uruguai em debate na ENSP

    A edição de maio do 'Encontros do Cesteh' abordará Formação de Trabalhadores da Saúde por meio de abordagem significativa da educação na fronteira Brasil-Uruguai. A atividade será apresentada pelo pesquisador do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP), Frederico Peres da Costa. Marcado para o dia 15 de maio, às 12 horas, na sala 32 do Centro, o evento é aberto aos interessados e não necessita de inscrição prévia.

  6. Pela proibição do uso do amianto no Brasil e no mundo

    ENSP/Fiocruz reforça a posição da Sociedade de Pneumologia e Tisiologia do Estado do Rio de Janeiro pela proibição do uso do amianto no Brasil e no mundo. O amianto mata! As fibras quando inaladas, tanto pelos trabalhadores, em qualquer ponto da cadeia produtiva, como pela população ambientalmente exposta, podem causar doenças como fibrose pulmonar, câncer de pulmão e mesotelioma. 

  7. Violência obstétrica: Proibição do termo. E as ações?

    O grupo de pesquisa de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca elaborou nota de desagravo à proposta de abolição do uso da expressão “violência obstétrica”, por considerá-la imprópria. O termo se refere a uma série de procedimentos compreendidos como violentos, praticados durante o trabalho de parto, parto e pós-parto por profissionais da saúde, que podem ser de natureza física, psicológica, verbal, simbólica e sexual. Confira a carta. 

  8. Observatório da Medicina debateu inteligência artificial e tecnologia da informação

    Tecnologia da informação e inteligência artificial na medicina e saúde coletiva foram os temas centrais de discussões do I Seminário do Observatório da Medicina da ENSP. Além de um momento de debate e reflexão sobre a criação do blog do Observatório, no âmbito do encontro, também foi realizado um Centro de Estudos da ENSP (Ceensp) a respeito do tema. Confira, na íntegra, as apresentações disponíveis no canal da ENSP, no youtube.