1. Colonialismo: a face sombria da modernidade que perpetua um padrão mundial de poder

    "O projeto colonial moderno eurocêntrico surge como um novo modelo de poder global, lançando seus domínios a diversos campos da vida em comum", disse a pesquisadora da ENSP, Roberta Gondim, na mesa-redonda Diálogos entre o pensamento decolonial e a saúde coletiva - desafios para a construção de uma nova agenda para o enfrentamento de iniquidade em saúde durante o 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva (Abrascão 2018).

  2. ENSP debate o uso medicinal da maconha nesta sexta-feira (10/8)

    A ENSP/Fiocruz, em parceria com a AbraCannabis, promoverá, em 10 de agosto, o debate Processo de nacionalização da maconha medicinal. Na ocasião, serão apresentados dois projetos de lei sobre a legalização e o uso medicinal da cannabis. A atividade, que possui caráter acadêmico e científico, contará com a participação do deputado federal do PSOL, Jean Wyllys, e do deputado estadual do PT, Paulo Teixeira. O delegado de Polícia Civil, Orlando Zaccone, será o coordenador do evento. 

  3. O Brasil e a experiência em emergências sanitárias

    "O que estamos aprendendo efetivamente com nossa experiência em dengue, zika, chikungunya e febre amarela? Atualmente, estamos mais bem preparados para encarar uma nova emergência sanitária? Estamos, efetivamente, preparados para colocar em prática os planos de ação em termos de massa de população e sistemas de saúde? Eu vejo com muito ceticismo", disse o pesquisador da ENSP, Sergio Rego, durante a mesa Emergências Sanitárias: um debate para a saúde coletiva e para as ciências sociais, no primeiro dia do 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva - Abrascão 2018.

  4. Uso da investigação avaliativa em saúde para o alcance do desenvolvimento sustentável

    Debater os caminhos possíveis para a equidade nas investigações avaliativas em saúde foi o propósito da exposição da pesquisadora do Departamento de Endemias Samuel Pessoa, da ENSP, e integrante do Laboratório de Avaliação de Situações Endêmicas Regionais (Laser/Densp), Marly Marques da Cruz, durante o 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva (Abrascão 2018). “Nos últimos tempos, tenho me inquietado muito não só com a produção científica da avaliação, mas também com algumas experiências em relação a ela”, disse Marly.

  5. Pesquisadores da ENSP lançam publicações no Abrascão 2018

    O livro Atenção Primária à Saúde no Brasil: conceitos, práticas e pesquisa será lançado nesta quinta-feira, 26/7, às 16h30, durante o 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva - Abrascão 2018. A publicação, que foi organizada por pesquisadores da ENSP, assim como o número especial da revista Ciência & Saúde Coletiva 'Contexto internacional das políticas sociais e dos sistemas de saúde' serão lançados do Espaço Saúde & Letras, da Abrasco Livros, Editora Fiocruz e VídeoSaúde. Acontecerá ainda um debate com alguns autores na sessão Olhares da Saúde: do global ao local. O encontro está marcado para o dia 27/7, às 9h30, na área de exposição do Congresso.

  6. 'Cadernos de Saúde Pública' destaca o combate às desigualdades

    Já está disponível a edição de julho da revista Cadernos de Saúde Pública (vol. 34 n.7). Em destaque, os 30 anos do SUS. "O contexto de crise política e ameaças de desmonte do Estado e dos direitos sociais, nos fazem refletir sobre a urgência da construção de propostas alternativas que possam combater as desigualdades em suas múltiplas dimensões e determinações."

  7. 'Cadernos de Saúde Pública' destaca o combate às desigualdades

    Já está disponível a edição de julho da revista Cadernos de Saúde Pública (vol. 34 n.7). Em destaque, os 30 anos do SUS. "O contexto de crise política e ameaças de desmonte do Estado e dos direitos sociais, nos fazem refletir sobre a urgência da construção de propostas alternativas que possam combater as desigualdades em suas múltiplas dimensões e determinações."