1. 'Provocações em relação ao peso corporal afetam adolescentes de baixa renda', revela pesquisa

    Um estudo, em 10 escolas públicas de São Paulo, revelou a insatisfação com o tamanho corporal que afeta o peso de adolescentes, principalmente do sexo feminino. De acordo com a pesquisa, na adolescência, nota-se preocupação crescente com a imagem corporal, levando a comparações influenciadas pelos conceitos sociais de atratividade, geralmente tipificados por um corpo magro. As 253 meninas entrevistadas relataram que foram provocadas por 38,5% de seus familiares e 40,6% de seus colegas. Em relação à provocação familiar, a maior prevalência foi de irmãos (55,7%), mães (40,9%) e pais (18,2%).