Diante de anúncio de pandemia, Opas realiza oficina sobre manejo clínico do coronavírus

Publicada em
 
 
 

A pesquisadora Margareth Dalcolmo, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz), esteve reunida com especialistas do Brasil, China, Estados Unidos, Espanha, Equador e Japão, na Organização Pan-Americana de Saúde, para participar da reunião técnica internacional em manejo clínico de Covid-19. O encontro aconteceu nos dias 10 e 11 de março e teve o objetivo de compartilhar experiências, revisar dados e avaliar evidências disponíveis sobre o Covid-19.
 
O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, participou do encontro que recebeu uma comitiva da Fiocruz, formada por Dalcolmo e os pesquisadores Estevão Portela Nunes, vice-diretor de Serviços Clínicos do Instituto Nacional de Infectologia, e Denise Medeiros, coordenadora da Atenção de Pacientes Internos do Hospital Evandro Chagas, além de profissionais da assistência e laboratórios. 
 
“Tivemos presença de pediatras obstetras, intensivistas, infectologistas e pneumologistas e de laboratório para definir recomendações e algoritmo para diagnóstico, condutas, internação e tratamento do novo Coronavirus. Precisamos orientar a população sobre os sintomas que devem chamar atenção, os critérios de internação, o momento que as pessoas devem procurar o hospital, as formas de tratamento, dentre outras questões”, observou a pesquisadora do Centro de Referência Professor Hélio Fraga da ENSP.
 
OMS declara pandemia do novo coronavírus
 
Ainda nesta quarta-feira (11/3), o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, declarou que o Covid-19 pode ser caracterizado como uma pandemia. Em seu discurso, afirmou que a declaração não altera a avaliação da OMS sobre a ameaça representada pelo coronavírus. Ele indicou que os países devem ativar e ampliar seus mecanismos de resposta a emergências; informar profissionais sobre riscos e como podem se proteger; e destacou a importância de encontrar, isolar, testar e tratar todos os casos de covid-19, rastreando todos os contatos.
 
“Todos os países devem encontrar um bom equilíbrio entre proteger a saúde, minimizar diferenças econômicas e sociais e respeitar os direitos humanos. Estamos juntos para fazer as coisas certas, com calma, e proteger os cidadãos do mundo. É possível."
 
Casos
 
De acordo com comunicado da OMS divulgado nesta quarta-feira, nas últimas duas semanas, o número de casos de COVID-19 fora da China aumentou 13 vezes e o número de países afetados triplicou. Atualmente, existem mais de 118.000 casos em 114 países e 4.291 pessoas perderam a vida.
 

Nenhum comentário para "Diante de anúncio de pandemia, Opas realiza oficina sobre manejo clínico do coronavírus"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.