Publicação organizada por pesquisadores da ENSP é a mais vendida na Abrasco livros em 2018

Publicada em
 
 
 

A publicação ‘Atenção Primária à Saúde no Brasil: Conceitos, Práticas e Pesquisa’, organizada por pesquisadores da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), foi a primeira colocada no ranking de vendas da Abrasco livros em 2018. A obra apresenta um panorama sobre as principais questões que deram vida à história da implementação da política nacional da APS brasileira nos últimos anos. Traz, ainda, o debate sobre os atuais desafios à consolidação do direito humano à saúde como valor fundamental para a construção do SUS e para a garantia de um cuidado digno e integral para a população brasileira.

Organizado pelos pesquisadores Maria Helena Mendonça, Gustavo da Matta, Roberta Gondim e Lígia Giovanella, todos oriundos do Departamento de Administração e Planejamento em Saúde da ENSP, o livro é uma coletânea com mais de 20 artigos sobre a temática, responsável pela atenção à saúde de mais da metade dos brasileiros. “Estamos plenamente satisfeitos, convencidos e esperançosos sobre a adequação e temporalidade da contribuição dessa obra”, destaca uma das organizadoras, a pesquisadora Maria Helena Mendonça.

Para Roberta Gondim, a obra preenche uma lacuna no acervo da Editora Fiocruz e se constitui em construção coletiva, profunda, apoiada em abordagens diversas e de caráter multidisciplinar, onde cada temática resulta da dedicação e expertise dos autores/pesquisadores.


Além do livro ‘Atenção Primária à Saúde no Brasil: Conceitos, Práticas e Pesquisa’, outras duas obras ocupam a segunda e a terceira posição de mais vendidos em 2018. Em segundo lugar, ‘Teoria da Reforma Sanitária - Diálogos Críticos’, de Sonia Fleury; e, em terceiro lugar, ‘Políticas Sociais: Conceitos, Trajetórias e a Experiência brasileira’, organizado pelas pesquisadoras Telma Menicucci e Sandra Gomes. Em comum, os livros foram lançados ano passado (2018) e compõem o portfólio da Editora Fiocruz.

Atenção Primária à Saúde no Brasil: Conceitos, Práticas e Pesquisa: resenha

A reflexão crítica sobre a trajetória e os desafios relacionados à Atenção Primária à Saúde (APS) no Brasil torna-se densa e inspiradora de debates e propostas de intervenção quando se reúnem perspectivas diversas a respeito dos caminhos teóricos, das experiências em diferentes territórios, das práticas profissionais e dos processos de trabalho. Tal panorama permite compreender o valor dessa política social para a conquista do direito universal à saúde e a consolidação do Sistema Único de Saúde (SUS). Esse é o convite que nos fazem os autores desta obra, escrita com o objetivo de atingir gestores, pesquisadores, estudantes e trabalhadores que atuam na APS.

Em um contexto que exige capacidade de escuta e argumentação, o cuidado das análises se soma à preocupação com a clareza de linguagem, ou seja, com uma proposta pedagógica. Com acerto, os autores relacionam o adensamento da APS à expansão da Estratégia Saúde da Família, apontando seu impacto na redução de desigualdades e iniquidades socioeconômicas. Nesse aspecto, a abordagem intersetorial é da maior relevância, e os capítulos aqui reunidos contribuem para uma discussão mais ampla sobre políticas públicas
(Nísia Trindade Lima, presidente da Fiocruz).
 
 

Nenhum comentário para "Publicação organizada por pesquisadores da ENSP é a mais vendida na Abrasco livros em 2018"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.