ENSP e Fiocruz MS formarão doutores na região Centro-Oeste

Publicada em
 
 
 

A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, por meio do Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia em Saúde Pública, e a Coordenação de Ensino da Fiocruz Mato Grosso do Sul firmaram convênio para realização do doutorado em Epidemiologia, Equidade e Saúde Pública. O curso despontou da necessidade de formação de doutores na região, e o processo seletivo, encerrado dia 19 de dezembro, aprovou 14 candidatos, dos quais 7 residem em Campo Grande, 6 no entorno da capital e 1 no Estado de Mato Grosso. 
 
As inscrições, abertas entre 17 de outubro de 2018 e 5 de novembro de 2018, obtiveram 29 candidatos homologados. Na primeira etapa de seleção, 23 foram aprovados e 3 aprovados condicionalmente(a aprovação condicional é uma estratégia piloto implementada nessa seleção, com vistas a dar apoio aos alunos que obtiveram notas entre 5 e 6, os quais terão de realizar uma segunda prova no início do segundo ano do curso).
 
A segunda etapa foi composta de análise de pré-projeto, currículo e memorial e de uma entrevista presencial, da qual participaram 26 candidatos. Os principais temas apresentados nos projetos dos apresentados versaram sobre: saúde de povos indígenas, violência e suicídio, serviços de saúde/vigilância, saúde em cidades de fronteira, doenças infecciosas, métodos qualitativos e etnográficos e análise espacial de dados. Confira a lista dos candidatos aprovados aqui.
 
“As regiões Centro-Oeste e Norte apresentam a maior carência na formação de Pós-Graduação em Saúde Coletiva do país. Esse curso se traduz como uma oportunidade de qualificação local de docentes e profissionais de Saúde, especialmente os envolvidos no Sistema Único de Saúde (SUS). Por esse motivo, o edital se restringiu a residentes nessa região. Após aprovação da proposta acadêmica, a proposta financeira foi apresentada na Comissão Geral de Pós-Graduação da ENSP e na Vice-Presidência de Educação, Informação e Comunicação (VPEIC), com êxito em ambas as instâncias”, afirmou a coordenadora do programa de Epidemiologia da ENSP, Letícia Cardoso. O curso, até o momento, vem sendo financiado via Proex, orçamento VPEIC e com apoio também da Vice-Direção de Ensino da ENSP.
 
A matrícula ocorrerá do dia 20 de dezembro de 2018 a 4 de janeiro de 2019. Entre 28 e 31 de janeiro de 2019, os docentes responsáveis por disciplinas, os coordenadores do curso e os pesquisadores colaboradores da unidade Fiocruz MS se reunirão para definir o cronograma de disciplinas; organizar estratégias de apoio local em atividades de ensino e desenvolvimento da tese nos períodos fora de aula; identificar disciplinas com temas complementares que podem ser necessárias dado o perfil da turma e especificidades dos projetos; e definir as coorientações locais. 
 
O doutorado em Epidemiologia, Equidade e Saúde Pública em Mato Grosso do Sul é coordenado pelos pesquisadores Carlos Coimbra, Rui Arantes e James R. Welch.
 

Nenhum comentário para "ENSP e Fiocruz MS formarão doutores na região Centro-Oeste"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.