Caso Marielle completa nove meses e ENSP segue cobrando solução de assassinatos

Publicada em
 
 
 

Nesta sexta-feira, 14 de dezembro, completam nove meses que a Vereadora Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes foram brutalmente assassinados. E seria, também, véspera de mais outro abominável homicídio, o do deputado federal eleito pelo PSOL, Marcelo Freixo. A Polícia Civil desarticulou um grupo de milicianos que planejava atacar o deputado na manhã desse sábado, quando ele participaria de uma reunião com militantes do partido no bairro de Campo Grande, zona oeste do Rio de Janeiro.

É um longo período para tamanha impunidade; longo tempo sem respostas concretas. Durante sua existência, a ENSP seguirá firme nessa luta pelos direitos humanos, contra o genocídio de pobres, negros e o racismo. E reiteramos, mais uma vez: queremos respostas desse assassinato e de vários outros que acontecem no nosso país, na nossa cidade e no local onde nossa Escola está situada, Manguinhos.

 

 

Nenhum comentário para "Caso Marielle completa nove meses e ENSP segue cobrando solução de assassinatos"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.