Centro de Estudos da ENSP debateu mapeamento das vulnerabilidades a desastres

Publicada em
 
 
 

A última sessão do mês de outubro de Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcelos da ENSP teve como tema Metodologias participativas para mapeamento das vulnerabilidades a desastres. O Ceensp aconteceu no âmbito do Curso Internacional Metodologias participativas para abordagem da vulnerabilidade e suas implicações para a análise do risco de emergências e desastres: Brasil-Portugal, e contou com a participação dos professores portugueses Manoel Mendes, da Universidade de Coimbra, e José Zêzere, da Universidade de Lisboa; além dos professores brasileiros Christovam Barcellos, do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnologia em Saúde (Icict/Fiocruz), e da professora da Universidade Federal Fluminense (UFF), Antenora Siqueira. O debate foi coordenado pela pesquisadora do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP), Simone Oliveira. As apresentações estão disponíveis em vídeo, no Canal da ENSP, no Youtube.

Sobre o Curso Internacional

O curso Metodologias participativas para abordagem da vulnerabilidade e suas implicações para a análise do risco de emergências e desastres: Brasil-Portugal tem por objetivo propor uma abordagem analítica, baseada na ecologia de saberes que consolide epistemologias cidadãs pertinentes à vulnerabilidade social, às mudanças climáticas e aos modos de vida sustentáveis.

Segundo a coordenadora do curso, Simone Oliveira, as epistemologias cidadãs emergem das experiências acumuladas de populações locais que apoiam suas ações de ajuda mútua e solidariedade na construção de comunidades que desenvolvem a capacidade de recuperar e restabelecer laços sociais, modos de viver e seus territórios, quando confrontados com eventos extremos relacionados à mudança climática. "A vulnerabilidade social é um indicador crucial, não só para a gestão de riscos e desastres, mas também para promover a cidadania comunitária”, explicou ela.

Leia a matéria: Curso internacional abordará vulnerabilidade e suas implicações para o risco de emergências e desastres no ‘Informe ENSP’ e saiba mais. 

Confira, abaixo, a playlist com as apresentações do Ceensp na íntegra. 
 

Nenhum comentário para "Centro de Estudos da ENSP debateu mapeamento das vulnerabilidades a desastres"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.