ENSP debate a APS e os efeitos do mercúrio na saúde nos dias 29 e 30 de novembro

Publicada em
 
 
 

O Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria promoverá, nos dias 29 e 30 de novembro, o seminário "A Atenção Primária à Saúde e os efeitos do mercúrio na saúde". Durante dois dias, estarão em debate a Convenção de Minamata, a vigilância de populações expostas, a gestão de resíduos odontológicos em unidades de saúde, o uso da restauração de amálgama em consultórios do Rio de Janeiro, entre outros assuntos. O evento é aberto aos interessados, que devem se inscrever pelo e-mail ensino.csegsf@ensp.fiocruz.br até a data da atividade.

O seminário começará no dia 29 de novembro, quinta-feira, às 9 horas, com a solenidade de abertura. Posteriormente, a pesquisadora do Departamento de Endemias da ENSP, Sandra Hacon, falará sobre a Convenção de Minamata. Vigilância em populações expostas será o tema abordado pela diretora do Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador, do Ministério da Saúde, Daniela Buosi. O pesquisador da Fiocruz, Thiago Monteiro, abordará a Gestão de Resíduos Odontológicos em Unidades de Saúde.

Ainda no dia 29, à tarde, estarão em discussão o projeto Levantamento do uso de restauração de amálgama nos consultórios odontológicos das unidades básicas de saúde do município do Rio de Janeiro, RJ, que será apresentado pelas pesquisadoras da ENSP, Eliana Napoleão e Nádia Rodrigues; e o projeto A Atuação da unidade de saúde no caso de risco de exposição ao mercúrio, que será apresentado pela pesquisadora do Cesteh/ENSP, Fátima Moreira, além do tema Saúde do Trabalhador, que será abordado pela representante do Ministério da Saúde, Élem Sampaio.

No dia 30 de novembro, a discussão começará com o tema Bioética e boas práticas, que será abordado pelo pesquisador da ENSP e coordenador do Programa de Pós-Graduação em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva (PPGBIOS), Sergio Rego. Finalizando o seminário, estarão em debate o Desenho de estudos epidemiológicos relacionados ao uso de amálgama na atenção primária, que contará com a apresentação do pesquisador da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Volney Câmara; e os Desafios no uso e remoção da restauração de amálgama na atenção primária, que serão apresentados por Martha Faissol, da Odontologia Faissol, e por Marcia da Rocha, da Estratégia de Saúde em Família de Itaguaí, Rio de Janeiro.

Clique aqui e acesse a programação do evento. 

Nenhum comentário para "ENSP debate a APS e os efeitos do mercúrio na saúde nos dias 29 e 30 de novembro"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.