Pneumologia Sanitária: curso da ENSP inicia 40º turma

Publicada em
 
 
 

O curso de especialização em Pneumologia Sanitária acaba de iniciar sua 40º turma, cujo objetivo é formar, atualizar e treinar profissionais de Saúde para atuarem na área, em especial da tuberculose e demais micobacterioses. A formação é oferecida pelo Centro de Referência Professor Hélio Fraga e recebe alunos de todo o Brasil. 

 
A aula inaugural debateu A Estrutura do Programa Nacional de Controle da Tuberculose (PNCT) e a Vigilância da Tuberculose no Brasil. Denise Arakaki, coordenadora do PNCT, do Ministério da Saúde, foi a palestrante convidada e apontou para o fato de Brasil ter apresentado 69 mil casos novos de tuberculose em 2017 e 4.500 óbitos decorrentes da tuberculose em 2016.
 
Na mesa de abertura, o coordenador do CRPHF, Jesus Pais Ramos, lembrou que esse curso, inicialmente, era de aperfeiçoamento e, desde 1998, passou a nivel de especialização, sendo, a partir de então, titulado pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. 
 
Além de Denise Arakaki e Jesus Ramos, o encontrou contou as presenças da coordenadora-geral de Pós-Graduação da Fiocruz, Cristina Guilam, do coordenador do Observatório de Tuberculose, Carlos Basília, e do integrante do Fórum de Tuberculose RJ, Roberto Pereira.
 
O curso de especialização em Pneumologia Sanitária objetiva capacitar profissionais de Saúde a analisar criticamente, planejar, promover ações, desenvolver vigilância epidemiológica e gerenciar programas de controle, no âmbito da tuberculose. Ele é composto de cinco unidades de aprendizagens (UA) que abordam as medidas de controle em pneumologia sanitária; a vigilância epidemiológica da doença; a administração e gestão de Programas de Controle da Tuberculose e a elaboração do trabalho científico.

Nenhum comentário para "Pneumologia Sanitária: curso da ENSP inicia 40º turma"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.