ENSP/Fiocruz lamenta assassinato da vereadora Marielle Franco

Publicada em
 
 
 

A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) lamenta profundamente o assassinato da vereadora Marielle Franco, executada com o motorista Anderson Pedro Gomes, na noite de terça-feira, 14 de março de 2018. A Escola se solidariza com os familiares e amigos de Marielle, que deixa uma filha de 20 anos, e reforça que não se calará diante da arbitrariedade da execução da vereadora e cobrará do poder público a investigação do caso e punição dos assassinos. A ENSP não se abaterá. Seguirá firme na luta pelos direitos humanos, contra o genocídio de pobres e negros e contra o racismo. Marielle foi e continuará sendo um símbolo para a instituição.

Confira, no vídeo abaixo, a homenagem feita pela ENSP, em memória de Marielle Franco. 

 

 

Nenhum comentário para "ENSP/Fiocruz lamenta assassinato da vereadora Marielle Franco"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.