Missão da Fiocruz vai a Cuba consolidar parcerias

Publicada em
 
 
 

Uma missão da Fiocruz viajou a Cuba no final de setembro para avaliar e avançar com a histórica parceria da fundação com diferentes instituições de pesquisa, ensino, intercâmbio e desenvolvimento tecnológico do país caribenho. Integraram a missão o Vice-Presidente de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde da Fiocruz, Marco Antonio Carneiro Menezes, o Diretor da ENSP, Hermano Castro, o Assessor de Cooperação Internacional da ENSP, Eduardo de Azeredo Costa e o Pesquisador do CESTEH/ENSP, Frederico Peres. Na agenda, visitas e reuniões técnicas na Escola Nacional de Saúde Pública de Cuba, ENSAP, no Instituto Nacional de Higiene, Epidemiologia e Microbiologia, INHEM, no Instituto de Medicina Tropical Pedro Koury, IPK, na Faculdade de Tecnologias da Saúde, FATESA, esta última em uma articulação com a Direção da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV).

Na Escola Nacional de Saúde Pública de Cuba a delegação fez um balanço e avaliação dos quatro últimos anos de cooperação entre a ENSP e a ENSAP, período em que foram realizados três Colóquios Internacionais para discutir formação em Saúde Pública (três edições do Colóquio Brasil Cuba e uma edição do Colóquio Latino-americano de Formação em Saúde Pública), três turmas de estágio internacional para alunos dos Programas de Residência médica e multiprofissional da ENSP e projetos conjuntos de pesquisa. Na ocasião, o Diretor da ENSP, juntamente com a Direção da ENSAP e demais professores brasileiros e cubanos, presidiu a sessão de apresentação dos resultados preliminares do Programa de Estágio Internacional da ENSP, que no momento recebia a terceira turma, composta por oitos alunas dos Programas de Residência da ENSP. As alunas apresentaram a experiência de duas semanas de trabalho em unidades e instituições de saúde cubana, onde puderam aprender e discutir na prática o funcionamento do sistema de saúde cubano, com ênfase na Atenção Primária em Saúde.
 
Durante a visita a ENSAP, aconteceu uma cerimônia de outorga do Selo Comemorativo dos 90 Anos da ENSAP à delegação da Fiocruz, pelos esforços para a cooperação internacional entre as instituições de saúde dos dois países. Os professores Hermano Castro, Marco Menezes, Eduardo Costa e Frederico Peres receberam a outorga nominalmente e em nome da Fiocruz e da ENSP, institucionalmente, havendo sido os primeiros estrangeiros a receberam tal distinção desde a criação do prêmio, no início do ano, no marco das comemoração do nonagésimo aniversário da Escola.
 
Na sequência, a delegação teve a oportunidade de visitar o Instituto Pedro Koury e discutir um plano de trabalho para os próximos anos, voltados a cooperação nas áreas de epidemiologia e saúde ambiental. Foi discutida possibilidade de reproduzir em Cuba o desenho adotado pelo Projeto Eliminar a Dengue: desafio Brasil, conduzido pela Fiocruz, que visa reduzir a transmissão dos vírus da dengue, zika e chikungunya pela liberação de mosquitos Aedes aegypti com a bactéria Wolbachia.
 
A última parte da agenda foi desenvolvida junto ao Instituto Nacional de Higiene, Epidemiologia e Microbiologia de Cuba, INHEM, onde a turma de residentes da ENSP iniciava a segunda parte do Programa de Estágio Internacional. Além de participar da cerimônia de abertura da segunda parte do Programa, no INHEM, a delegação teve a oportunidade de discutir o andamento de dois projetos de pesquisa entre a ENSP e o Instituto, definir a participação da Fiocruz no Congresso Cubano de Higiene, Epidemiologia e Microbiologia e trabalhar em duas publicações que foram definidas durante a realização do III Colóquio Brasil-Cuba de Formação em Saúde Pública, realizado em maio na ENSP.
 
Um dos pontos mais importantes trabalhados nessa missão foi a organização do IV Colóquio Brasil-Cuba e II Colóquio Latino-americano de Formação em Saúde Pública, que acontecerá dias 17 e 18 de abril de 2018, no marco da Convenção CubaSalud 2018, principal evento de saúde de Cuba, que conta frequentemente com a participação de mais de mil profissionais e autoridades, incluindo mandatários e representantes de Ministérios da Saúde de todos o países latino-americanos e de outros continentes. Espera-se uma ampla participação brasileira nos eventos - colóquio e convenção - como ocorrido nos anos anteriores, possibilitando um rico intercâmbio com profissionais e gestores em saúde da região. O foco principal do IV Colóquio será o papel e a responsabilidades das Escolas e Centros Formadores em Saúde Pública na formação de quadros estratégicos para o enfrentamento das ameaças aos sistemas de saúde pública latino-americanos, no contexto atual de crise política, econômica e sociail.
 
No vídeo abaixo, Hermano Castro, diretor da ENSP, comenta a visita às insituições cubanas.
 

 

 

Nenhum comentário para "Missão da Fiocruz vai a Cuba consolidar parcerias"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.