Palestra de Paulo Gadelha inicia mestrado profissional em Justiça e Saúde

Publicada em
 
 
 

O ex-presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, será o palestrante da aula inaugural do mestrado profissional em Justiça e Saúde, fruto da parceria entre a Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (Emerj) e a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Na ocasião, Gadelha falará sobre "Os Desafios da Contemporaneidade na Saúde Pública", em atividade que terá presença da presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, do diretor-geral da Emerj, Ricardo Rodrigues Cardozo, e do diretor da ENSP/Ficoruz, Hermano Castro. O evento será realizado na segunda-feira (24/4), às 19 horas, no auditório da Emerj.
 
"A formação de magistrados representa imenso avanço na construção de uma política integrada e consolidadora entre o campo da saude e do direito”, afirmou a chefe do Dihs, Maria Helena Barros de Oliveira, na ocasião de lançamento do curso.

Coordenado pelos pesquisadores Maria Helena Barros (Dhis/ENSP/Fiocruz), Maria Aglaé Tedesco Vilardo (Emerj), Marcos Besserman Vianna (Dhis/ENSP/Fiocruz), Regina Maria Erhtal (Dhis/ENSP/Fiocruz) e  Luiz Carlos Fadel de Vasconcelos (Dhis/ENSP/Fiocruz), o curso objetiva que os alunos formados tenham condições de enfrentar problemas complexos com criatividade e precisão, contribuindo para o fortalecimento das ações dos magistrados e demais profissionais nas questões relacionadas ao Sistema Único de Saúde. A ideia, na opinião dos coordenadores, é intensificar a união entre os dois campos para a concretização de um SUS melhor para todos.
 
A turma de Mestrado Profissional em Justiça e Saúde para a Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (EMERJ), de caráter presencial, será desenvolvida em regime de dedicação em tempo parcial, já que a clientela será composta de profissionais que não poderão ter o Curso como atividade exclusiva. A carga horária total é estimada em 1.590 horas, com a duração de 24 meses. 

Nenhum comentário para "Palestra de Paulo Gadelha inicia mestrado profissional em Justiça e Saúde"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.