Reportagens destacam elevada prevalência da gravidez não planejada no país

Publicada em
 
 
 

O jornal O Estado de S. Paulo e o Portal G1 de notícias divulgaram, nesta sexta-feira (2/12), os novos resultados da pesquisa Nascer no Brasil: inquérito nacional sobre parto e nascimento, desenvolvida pela ENSP/Fiocruz, e coordenada pela pesquisadora Maria do Carmo Leal. As reportagens destacaram a elevada prevalência de gravidez não planejada no Brasil, que chega a 55,4% das mulheres. Os dados mostram, ainda, que 25,5% das entrevistadas preferiam esperar mais tempo para ter um bebê e 29,9% simplesmente não desejavam engravidar em nenhum momento da vida, atual ou futuro. Leia as reportagens.

Mais de 55% das brasileiras com filhos não planejaram engravidar, diz estudo (G1)

55% das mães não queriam ter filhos, aponta pesquisa (Estadão)

Nenhum comentário para "Reportagens destacam elevada prevalência da gravidez não planejada no país"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.