Fiocruz lança novo site do Acervo Digital de Obras Raras

Publicada em
 
 
 

O novo site do Acervo Digital de Obras Raras e Especiais da Fiocruz, lançado na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) 2016, marcou o aniversário de 30 anos do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz) e oferece, de forma sistematizada, um dos acervos bibliográficos mais importantes da América Latina. Na mesma data, foi inaugurada a exposição Raros e Preservados, contendo ilustrações e livros raros do acervo da Seção de Obras Raras Assuerus Overmeer da Biblioteca de Manguinhos, localizada no Castelo Mourisco da Fiocruz.
 
 
Iniciativa do Multimeios, Obras Raras Fiocruz disponibiliza milhares de páginas dos principais títulos abrigados na Seção de Obras Raras Assuerus Overmeer. Entre os destaques, figuram trabalhos, até então inéditos em meio digital, de autores como o patrono da Fundação, o cientista Oswaldo Cruz. Outra atração é o periódico Brazil Médico, um dos mais importantes na história das ciências no país.
 
No site, o internauta pode fazer buscas por título, descrição e palavras-chave em diversos tipos de materiais como livros, periódicos e teses. O sistema também permite o uso em diferentes idiomas. “Havia o site do Laboratório de Digitalização de Obras Raras, mas era preciso migrar suas obras para uma base de dados indexada e com busca. O novo sistema é um avanço. Buscamos uma plataforma que permitisse disponibilizar as obras em versão digital e indexá-las com palavras-chave, usando metadados”, diz a chefe do Multimeios, Patrícia Ferreira.
 
O trabalho de digitalização é feito em conjunto com a Seção de Obras Raras Assuerus Overmeer da Biblioteca de Manguinhos, que encaminha as obras higienizadas e em condições de digitalização. As equipes de ambos os setores têm discutido sobre essa transposição do papel ao digital, em estreita parceria, assinala Patrícia Ferreira.
 
A cultura da preservação de originais ganha reforço com a continuidade das digitalizações e o grande número de acessos previstos para o site Obras Raras Fiocruz, segundo o chefe da Programação Visual e um dos coordenadores do site, Mauro Campello. “A Biblioteca de Manguinhos, sob a responsabilidade do Icict, é um tesouro. Abriga obras a partir do século 17. Há títulos valiosíssimos na guarda da Fiocruz que são patrimônio de todos nós”, diz Campello.
 
Leia aqui a matéria na íntegra publicada pelo Icict/Fiocruz.

Nenhum comentário para "Fiocruz lança novo site do Acervo Digital de Obras Raras"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.