Vítimas das obras dos Jogos Olímpicos Rio 2016 recebem homenagens da Fiocruz

Publicada em
 
 
 

O Centro de Estudo da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP), em parceria com outras instituições, homenageou os 11 trabalhadores que perderam a vida nas obras das Olimpíadas Rio 2016. Além de saudar as vítimas e prestar solidariedade às famílias, o evento também alertou a sociedade a respeito das mortes e acidentes graves ocorridos nas obras dos grandes eventos, como também exigir a criação de instrumentos que proporcionem condições de segurança e saúde aos trabalhadores por parte das autoridades. O ato contou com a participação de representantes do Cesteh e de centrais sindicais que contribuíram para a realização da homenagem. Na ocasião, a 'ENSP TV' conversou com familiares das vítimas e representantes da saúde do trabalhador acerca da importância de evitar riscos à saúde dos trabalhadores e, principalmente, sobre o que é preciso ser feito para que não hajam mais mortes nas obras dos grandes eventos.

Leia, também, na reportagem Cidades invisíveis, veiculada na Revista Radis deste mês, o que há por trás dos projetos atrelados aos megaeventos e como isso afeta os direitos, a saúde e a vida urbana

Confira a reportagem abaixo!

 

O evento na íntegra estará disponível em breve no Canal da ENSP no Youtube.

A carta em homenagem às vítimas, lida ao final do Ato, está disponível no arquivo anexo.

Nenhum comentário para "Vítimas das obras dos Jogos Olímpicos Rio 2016 recebem homenagens da Fiocruz"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.